Até quando?

Por Danilo Cersosimo

Num dos posts pós-jogo o Vicente
coloca algumas perguntas que precisam ser respondidas, todas
extremamente válidas e importantes. No intuito de colaborar, eu
contribuo com apenas uma pergunta: Até quando?
Campeonato Paulista 2008 – Semifinal – Paulo César de Oliveira, Maria Elisa Barbosa, Coronel Marcos Marinho, Edison Richelmo Zago e Marco Polo Del Nero.


Crédito para a foto: www.globoesporte.globo.com

Vídeo do gol de mão do jogador do SPFC: http://globoesporte.globo.com/ESP/Home/0,,4403,00.html

E
abaixo reproduzo parte de post publicado antes do jogo relativo ao 1º
turno deste campeonato [onde metemos 4×1] alertando para o histórico de
erros pró-SPFC contra nós.

A propósito, agora me ocorre uma segunda pergunta: Por que toda vez que o SPFC está à beira de uma crise aparece uma arbitragem que o puxa de volta à normalidade? É uma coincidência que eu gostaria de entender.

************************************************************************************
HISTÓRICO DAS ARBITRAGENS RECENTES ENTRE PALMEIRAS vs SPFW

Vamos
ressaltar abaixo alguns jogos chave nos últimos anos entre as duas
equipes que poderiam ter mudado o destino de ambas nas referidas
competições e no caminho que trilharam… Espero que o Campeonato
Paulista não seja influenciado de novo por mais um erro de arbitragem
contra o Palmeiras.

Começo com as dicas do colega e leitor do 3VV Claudio Baptista, sempre muito antenado nas questões relativas à arbitragem, pressões extra-campo e bastidores:

Libertadores
2005 – Oitavas de Final – Sálvio Spinola, em dois jogos prejudica o
Palmeiras com a não marcação de penalidades contra o São Paulo. No 2°
jogo não dá penalti claro de Mineiro em Correia quando o placar ainda
estava 0 a 0. Se convertido o placar agregado das duas partidas ficaria
1×1 naquele momento e o rumo da partida poderia ter mudado, bem como da
conseqüente classificação na Libertadores. Eles prosseguiram e nós
entramos em parafuso. Por isso a arbitragem é SEMPRE muito importante e
SEMPRE deve ser CORRETA.

Libertadores 2006 – Wilson de Souza
Mendonça [novidade!] arma contra-ataque para o SPFW que culmina em
penalti inexistente de Cristian em Júnior (o próprio Júnior falou ainda
em campo que não fora penalti). Além disso, uma imagem vale mais do que
mil palavras:

Paulistão
2007: No segundo gol do SPFW, após cobrança de escanteio, o juiz –
Wilson Luiz Seneme – assinalou pênalti inexistente de Dininho em Alex
Silva. No mesmo lance, um dos assistentes não viu a bola fazer a curva
por fora do campo. O placar esta 1×1 com o Palmeiras tendo acabado de
empatar e “infelizmente” o erro da arbitragem minou nossa reação,
jogando uma ducha de água fria antes do intervalo.No terceiro gol do
São Paulo, Breno derrubou William no meio-campo numa falta clara. O
juiz não deu, a bola sobrou para Richarlyson que fez o gol num chute de
fora da área. O placar final foi 3×1 pra eles. Apesar do desempenho
irregular do time do Caio Jr no Paulistão 2007 esses pontinhos também
fizeram falta na classificação que não veio.

Brasileirão 2007:
Num campeonato onde o SPFW deu uma arrancada a partir de diversos erros
de arbitragem, minando a reação de seus adversários, o jogo ocorrido no
Palestra Itália pelo segundo turno teve de tudo. Numa partida
equilibrada como aquela o bandeira Carlos Augusto Nogueira Jr foi
decisivo ao anular gol legítimo de Max: http://br.youtube.com/watch?v=NXfTeIlHRiM

Abaixo reproduzo matéria do Lance sobre o gol mal anulado [grifos meus]:

http://www.lancenet.com.br/clubes/PAL/noticias/07-08-30/151828.stm
Hernanes dava condição para Max, autor do gol anulado do Palmeiras

LANCEPRESS!
O
Palmeiras foi prejudicado na última quarta-feira à noite, na derrota de
1 a 0 para o São Paulo. A TV LANCE!, em posição privilegiada no Parque
Antarctica, local do clássico, captou imagens que comprovam a
legalidade do gol de Max.
O lance aconteceu aos 29 minutos do
segundo tempo, com o Tricolor já á frente no placar. Após o escanteio,
Martinez cabeceou para dentro da pequena área e Max completou para o
fundo da rede. Hernanes era quem dava condição ao palmeirense.

Além
do “equívoco” do bandeira e da complacência da arbitragem que não puniu
nenhum dos zagueiros sãopaulinos por baterem em rodízio no Valdivia,
tirando-o do jogo com menos de 20 minutos, tivemos uma cena lamentável,
triste e de uma pobreza de espírito que só poderia vir de onde veio. As
imagens do desconhecido goleiro reserva do SPFW simulando uma agressão
só não revoltam mais do que a pena ridícula de 3 jogos aplicada a ele: http://br.youtube.com/watch?v=eUYMilP4tgM

************************************************************************************
Isso
por que estou considerando apenas os erros recentes, sem levar em conta
a garfada naquele gol do Leivinha em 1971, com ditador e seus capangas
sentado no banco de reservas do SPFC.

Quem quiser saber releia o último causo do Jota e acesse o vídeo enviado pelo colega e leitor do 3VV Roberval Maimone:
http://br.youtube.com/watch?v=LEyzg4g2pCY

O
Jota nos alerta para o fato do vídeo ser da TV Cultura [estatal] e
portanto omitirem a briga e o assalto do arbitro tratando tudo como se
fosse normal.

Posts antigos, Por Onde Anda, e Links Patrocinados