Categorias
Futebol com Números

Futebol com números – Desempenho na primeira fase

Como foram os times na fase de classificação do Campeonato Paulista?

A
verdade é que o Palmeiras desponta como favorito nesta reta final,
então, vamos analisar os números para descobrirmos diferenças entre os
times?


1. Finalizações

Palmeiras
e Ponte Preta possuem os melhores ataques da competição. Entretanto, a
Ponte finaliza mais vezes, cerca de duas finalizações a mais por jogo.
Como o Palmeiras possui um melhor índice de acertos, os ataques acabam
se equivalendo.


Reparem
como finalizamos um pouco a menos do que o nosso adversário na
semi-final, mas finalizamos melhor, apesar de todo o marketing em cima
da imperatriz….

2. Dribles

Essa é covardia!

Acertamos
mais dribles por partida do que os nossos adversários tentam driblar…
nossos jogadores são mais habilidosos e tentam mais jogadas individuais.

Os
índices de acerto são bastante próximos, a não ser no caso do Guará,
que tem um índice muito abaixo dos demais. Parece que esse time opta
pelo jogo simples e mais objetivo.

3. Passes

Essa é interessante.


Temos
dois patamares completamente distintos! Os chamados times grandes
trocam mais passes durante as partidas: a diferença é de 100 passes por
partida!!! Provavelmente porque os adversários costumam jogar fechados
e no contra-ataque.

Interessante notar que o índice de acertos também é muito distinto, talvez devido à qualidade técnica dos jogadores.

4. Desarmes

Com um jogador como o Pierre, alguém tem alguma dúvida sobre os desempenhos dos times?


Obviamente
estamos em um patamar diferente! Realizamos 7 desarmes a mais do que o
pessoal do Jardim Leonor e 14 a mais do que o Guará. Realmente o time
inteiro está aplicado em recuperar a bola e o esquema de jogo já está
definido para que isso aconteça!

5. Faltas

Realmente
fazemos mais faltas por partida, mas também levamos mais faltas por
jogo! Certamente reflexo da disposição para os desarmes!


Existe
uma estranha “simetria” no quesito de faltas. Parece que os árbitros
tendem a marcar o mesmo número de faltas para os times durante os
jogos, ou então os times respondem da mesma maneira às faltas que
recebe.

6. Cruzamentos

Temos
o MELHOR índice de cruzamentos entre os finalistas! Realizamos quase
1,5 cruzamentos certos a mais do que o nosso adversário de domingo!


Pode-se
até argumentar que o nosso adversário possui um melhor cabeceador, mas
como nós não dependemos de um único atacante (contamos com Alex
Mineiro, Cléber, Diego Souza e Valdívia para aproveitarmos os
cruzamentos) e tampouco dependemos de um só jogador para cruzar
(enquanto do lado de lá é basicamente o Jorge Wagner, nós temos o
Leandro, o Élder Granja, Denílson, Valdívia e o Diego Souza), nós
claramente levamos vantagem!

Conclusões:

Realmente
possuímos um poder de finalização maior do que os nossos adversários!
Cruzamos melhor, driblamos melhor e realizamos mais desarmes! Temos um elenco MELHOR, mais NUMEROSO e PRINCIPALMENTE MAIS UNIDO!

Realmente os números explicam o melhor desempenho do Palmeiras e dão segurança para todos dizerem que somos favoritos!

Vamos
aproveitar que o nosso adversário vem cansado, de uma derrota e sob o
risco de não se classificar para a próxima fase da Libertadores (seria
mais uma da série “Papai Noel este ano eu não preciso de mais nada”)
para continuar com o nosso MELHOR desempenho e vamos rumos às finais! E
não faremos prisioneiros!

Saudações AlviVerdes