Categorias
Futebol com Números

Evolução das receitas dos clubes

Por Luís Fernando Tredinnick

Este
é o terceiro artigo da série “Balanço dos Clubes de Futebol”, já que
ainda temos muito o quê comentar sobre a evolução das receitas dos
clubes.

Na próxima semana teremos a primeira estimativa das receitas para o Palmeiras vindas da Nova Arena!!!
Já posso adiantar que as receitas adicionais são muito expressivas, ao
contrário do que aqueles pseudo-jornalistas-blogueiros andaram falando
por aí…

Observem no quadro abaixo a variação das receitas dos
clubes entre 2007 e 2006, excluindo-se a venda de jogadores. Enquanto o
Palmeiras manteve as receitas praticamente constantes, apenas dois
clubes conseguiram aumentar suas receitas: Flamengo e Cruzeiro.

O
Palmeiras “perdeu” quase 3 milhões de receitas de publicidade e
patrocínio, que precisaram ser compensadas com um aumento das receitas
de TV. Esse aumento de receitas de TV são basicamente adiantamento de
cotas dos próximos anos, o que reforça a necessidade de se criar
alternativas de receitas para o clube! (em tempo P&P é Publicidade
e Patrocínio)


O
Internacional “perdeu” quase 14 milhões das receitas de TV.
Adiantamento de cotas à parte, isso demonstra claramente como a
participação na Libertadores gera uma grande receita para os clubes.
Vale à pena ressaltar o aumento das receitas sociais do clube, com o
programa de sócios e diversas outras iniciativas.

O
Spfw também “perdeu” quase 9 milhões em receitas de TV e bilheteria,
mostrando mais uma vez a importância da Libertadores nas finanças dos
clubes. Notem como aumentam as receitas de Licenciamento e Franquias.
Esse clube realmente sabe explorar esse tipo de oportunidade melhor do
que todos os outros.

O
Corinthians que perdeu quase 20% das suas receitas de um ano para o
outro começa a mostrar os efeitos da administração do clube, com perdas
de quase10 milhões em propaganda e publicidade. Minha intuição diz que
este ano será de receitas ainda menores para o clube, com uma crise
difícil de ser superada.

O
Cruzeiro, que tem um patamar de receitas muito inferior à dos outros
clubes, conseguiu melhorar suas finanças substancialmente em 2007,
realizando um esforço grande em gerar receitas adicionais às da TV.
Suas ações de marketing devem servir de referência aos demais clubes.

O
Flamengo que apresentou um aumento de receitas de TV, vindas
principalmente de adiantamento de cotas, conseguiu um aumento das
receitas de bilheterias de quase 9 milhões. Quando nós lembramos dos
jogos do Flamengo no Maracanã é fácil lembrar da torcida fazendo aquela
festa maravilhosa, lotando o estádio. Com isso eles conseguiram o DOBRO
de receitas de bilheteria do que o Palmeiras e as maiores dentro dos
clubes analisados. Viram como o torcedor deve ser bem tratado, já que é
o maior ativo dos clubes?

Conclusões:

O Internacional, Cruzeiro e Spfw são bons exemplos de times que exploram receitas alternativas no futebol, para diminuir a dependência das vendas de jogadores e das cotas de TV.

A Libertadores não representa apenas a oportunidade de ganhar o título de maior importância nas Américas, mas também uma fonte muito importante de receitas
para os clubes. Independente da conquista do campeonato, o aumento das
receitas de TV e bilheteria são fundamentais para os clubes terem
estabilidade financeira.

O Palmeiras ainda tem um longo caminho a percorrer para melhorar as receitas do clube. Mas as coisas já estão acontecendo,
com a venda de patrocínio das mangas de camisa, o patrocínio da FIAT e,
possivelmente com o novo acordo com o fornecedor de material esportivo.
Em um ano poderemos fazer essa análise e tenho certeza que os
resultados serão bem melhores!

Saudações AlviVerdes