PÓS JOGO Palmeiras 1×1 Grêmio: não posso reclamar!

Por
Vicente Criscio; análises 3VV; dados Footstats; divulgação autorizada
somente com a citação das fontes e do link do 3VV; crédito para a
imagem: vídeo do Globoesporte.com

Palmeiras 1×1 Grêmio.

Até dava prá sair com três pontos. Mas não dá prá reclamar.

O JOGO

Campo
encharcado = jogo ruim. Não deu outra. Um jogo pouco técnico, com
muitos erros de passe (22%-23% de erro de passe dos dois times) e com
maior domínio de posse de bola e do jogo do Grêmio.

Mas jogo
tecnicamente ruim não quer dizer jogo pouco emocionante. Pelo
contrário! O campo atrapalhava a defesa e o ataque e os times erravam
muito e davam oportunidades pros adversários.

O Grêmio de cara
assustou. Bola na trave. Depois as coisas foram se equilibrando… e o
Palmeiras criou algumas chances de gol. Mas no final do primeiro tempo
outra grande chance pro Grêmio.

Segundo tempo e os times voltam
com a mesma postura. O Palmeiras esperando (demais) e saindo nos
contra-ataques. O Grêmio abusando dos cruzamentos. E eu tomando susto…

Marcos
fez uma linda defesa num desses cruzamentos. Mas foi exatamente (acho
que) na primeira falta que Tardelli apitou sobre Kléber que o Palmeiras
teve a grande chance de sair com 3 pontos. Pênalti. Alex Mineiro bateu
bem e converteu.

Eram 18 minutos. Pensei eu cá com meus teclados
enquanto baixava a Mooca no Leo que gritava gol na varanda: se segurar
15 minutos temos grande chance de matar o jogo num 2×0… nem nos meus
melhores sonhos…

Mas não deu nem tempo de sonhar. Num
cruzamento da direita a bola passa no alto por toda a zaga, Marcos, que
já aprendeu que não dá prá confiar na bola aérea com a sua zaga, saiu e
ela sobrou prá Perea. Que chutou e a bola explodiu na defesa…

Ufa!

Dois minutos depois a mesma cena. Só que dessa vez Elder Granja tirou o corpo da frente da bola. 1×1…

Substituições
no Palmeiras, alguns contra-ataques mas no final olhei pro placar, pros
indicadores Footstats, pro estado do campo e pensei: não posso
reclamar. 1×1, placar final!!

INDICADORES FOOTSTATS

Esse foi o jogo com pior passe do Palmeiras: 77% de acerto e apenas 193 passes no jogo.

Foram
8 finalizações, com apenas 3 certas. Enquanto isso o Grêmio chutou 17
vezes a gol, com 7 vezes chegando ao gol. Em 4 vezes Marcos defendeu.

Notem que o Grêmio fez 65 cruzamentos. Em 20 vezes a bola chegou aos jogadores gremistas.

O ÁRBITRO

Eu
acho que estou ficando velho e chato. Mas o critério de deixar o jogo
correr (vamos chamar aqui Efeito Vuaden, por causa do atualmente
badalado juiz gaúcho Leandro Vuaden que não apita faltas e o jogo
corre) tem que valer para os dois times.

Achar que nunca é falta
em cima de Kléber e marcar tudo contra a defesa do Palmeiras, aí não se
chama efeito Vouaden: prá mim tem o nome de sacanagem.

E a
galera está reclamando muito da não expulsão do capitão Pereira que fez
falta em Kléber por trás no momento do gol e foi marcado pênalti (devia
ser expulso) e de uma irregularidade no gol do Grêmio. Essa confesso
que fiquei em dúvida. Assunto pro Claudio Baptista tratar aqui na
próxima 4a feira (esse capítulo foi postado posteriormente às 19:20).

CANELADA

O
time jogou bem, julgando o adversário que pegamos, que marca muito bem
e gosta do jogo aéreo. Mas às vezes me parece que falta um pouco de
malícia ou experiência aos jogadores palmeirenses. Será que não dava
prá esfriar o jogo logo após o gol de Mineiro?

PRÓXIMOS PASSOS

Primeiro
vou sair da web e vou prá tv secar vocês sabem quem. Tarefa ingrata, já
que torcer pra Portuguesa não é fácil. Vou colocar um bigode postiço na
foto da minha falecida mãe e lá vou eu…

Se não der, vamos cair
prá 6a. posição. É a vida… eu confesso que via isso como o cenário
base. Então o próximos passo é ganhar do Flamengo na próxima 4a feira e
voltar ao G4.

Passo a passo…

Saudações Alviverdes!

Posts antigos, Por Onde Anda, e Links Patrocinados