Categorias
Notícias

Pré Jogo Domingão na Sogra: Palmeiras x São Paulo: quero roncar no sofá

Indicadores
Footstats; reprodução autorizada apenas com créditos e link do Terceira
Via Verdão; Crédito para a foto: Fabio Menotti

O
Palmeirense que frequenta pouco pode estranhar a história da sogra.
Sugiro ler o post que publiquei aqui no 3VV com o texto de Gilberto
Giangiulio (logo após a vitória por 2×0 na semi-final do Paulista
contra o time do Jardim Leonor). Clique aqui e (re)leia.

O ADVERSÁRIO

É aquele! Que adora uma confusão… mas ultimamente anda em baixa.

Até a R10 do Brasileiro o time do São Paulo está com 14 pontos em 9o lugar. Tem 3 vitórias e saldo de 5 gols.

Na
R10 de 2007 esse time estava em 3o lugar no campeonato e subindo.
Atualmente está caindo. Nas últimas rodadas saiu de 6o na R6, 7o na R8
e agora 9o na R10.

De acordo com os indicadores Footstats o time
das moças tem como pontos positivos o número de finalizações totais, o
número de passes e sua capacidade de desarmar. Como ponto negativo o
São Paulo tem a qualidade do passe (88%), número de finalizações certas
(36%) e perda de bola por partida (#43).

O zagueiro Miranda está
fora. E esse deve ser o principal desfalque dos representantes do
Jardim Leonor (ou Vila Sônia, como preferirem).

O PALMEIRAS

Pro Palmeiras, ter perdido 2 pontos em casa, foi um prejuízo, sem dúvida. Mas que pode ser recuperado nas próximas partidas.

E
só por isso que a vitória é fundamenta. Se antes era importante, o time
agora não pode (e não deverá) emtrar em campo pensando que o empate não
é um mal resultado.

E por isso a força tem que ser a máxima
(pelo menos a força máxima disponível). Leandro volta, mas Granja
continua de fora e Capixaba entrará mais uma vez na lateral direita.
Gustavo ainda fica de fora e Jeci vai se entrosando enquanto joga, ou
vai jogando enquanto se entrosa.

No meio de campo Pierre não deve entrar, mas o meio vem de Léo Lima e Martinez.

E
no ataque, Alex Mineiro vem ao lado de Kléber, que além de gostar de
pegar seu ex-clube, dá sorte: quem se esqueceu do primeiro gol na
vitória por 4×1 no Paulistão 2008?

HISTÓRICO DE CONFRONTOS

O
que me interessa nesse confronto é o histórico em Campeonatos
Brasileiros. Esse é um dos maiores fregueses do Palmeiras nesse
Campeonato: são

– 42 jogos
– 16 vitórias do Palmeiras
– 20 empates
– 6 derrotas
– 57 gols pró
– 44 gols contra

No
período de 25 de novembro de 1973 a 2 de setembro de 2000, o Palmeiras
manteve uma das maiores séries invictas contra um time em campeonato
brasileiro. Foram 25 jogos, 11 vitórias e 14 empates.

O ÁRBITRO

Será Carlos Eugênio Simon.

Não gostei da escala… esse juiz já deu dor de cabeça prá nós. Inclusive contra o São Paulo.

Nesse Brasileiro Simon fez 5 jogos. Veja abaixo seus principais indicadores até aqui:
– Marcou 32,4 faltas por partida (é o 31o entre 35 juizes);
– Marcou apenas 1 pênalti (quem mais apitou pênaltis até aqui foi Guilherme Cereta de Lima, com 4 pênaltis em 3 jogos);
– É um dos juizes que menos aplicou amarelo (média de 4 por partida). E nas 5 partidas que apitou, deu apenas 1 vermelho.

Até
aqui Simon apitou 2 jogos da Portuguesa (empate e derrota da Lusa), 2
jogos do Santos (2 empates), dois jogos do Vasco da Vama (vitória e
derrota) e um jogo de Fluminense, Coritiba e Palmeiras.

Apitou o jogo do Verdão contra o Vasco, em São Januário, quando o Palmeiras ganhou de 2×0.

NO ANO PASSADO

O
jogo do primeiro turno de 2007 no Morumbi foi 0x0. Foi um jogo fraco,
pela R3. A única confusão, como sempre, foi por conta de uma entrada de
Edmundo no zagueiro sãopaulino (não lembro o nome, quem lembrar me
ajuda por favor).

Em seguida, quieto como quem rouba, os
dirigentes tricolores foram ao TJD e pediram denúncia contra o atacante
naquele momento palmeirenses.

Típico de timinho…

EU ME LEMBRO

Em
campeonatos brasileiros tenho muitas lembranças agradáveis. A melhor
dela é o gol de Cesar Sampaio em 1993 nas semi-finais do Brasileiro.
Sampaio saiu em disparada com a bola ainda na intermediária
palmeirense, rasgou pelo meio de campo, driblou o goleiro e só não
entrou de bola e tudo porque teve humildade em gol… como diria o
poeta. 2×0 Palmeiras!!

Espetacular!

ENTÃO…

é
o seguinte: neste domingo como disse o Beto Douek em outro post, ou o
Rodrigo Peres que me mandou um email, ou o Emerson Prebianchi, o
Palmeirense tem que apoiar o time e ir no La Bambinera. Em paz! Mas ir
com a energia positiva prá ajudar o time a ganhar.

E quem vai
ficar em casa, prepara um bom vinho para abrir às 16 horas. Eu estarei
em Porto Alegre – fiquei aqui o fim de semana – e vou procurar o jogo
na TV (vou ter que aguentar o Sportv). Mas sem problemas…

Vou comemorar mais uma vitória do Verdão!
1×0 prá mim é goleada… e se for com gol de mão, melhor ainda… esse
domingo quero roncar na sala da sogra e fazer xixi com a porta aberta.

Saudações Alviverdes!