Categorias
Notícias

Pré Jogo Palmeiras x Fluminense: hora de virar o jogo

Indicadores
Footstats; reprodução autorizada apenas com créditos e link do Terceira
Via Verdão; Crédito para a foto: Fabio Menotti

Quarta-feira, 16 de julho de 2008: hora de virar o jogo!

O ADVERSÁRIO

O
Fluminense conseguiu nos últimos anos a antipatia da torcida brasileira
por ter caído para a série B, ter retornado no tapetão, depois caiu de
novo, e caiu ainda prá série C. Depois conseguiu um trem expresso da C
prá A.

Quando ninguém apostava mais nos cariocas com as cores da
Itália, eis que surge a Unimed. Num modelo mais atuante da parceira do
que aquele entre Parmalat e Palmeiras, a Unimed montou um time
competitivo – em alguns casos de forma questionável, vide Thiago “S1”
Neves – mas seu técnico cantou vitória antes do tempo e passou um
vexame no Maracanã.

Até aí, como diria o Giba, tem coisas que a
gente só deseja prá um time. Mas o mesmo Thiago S1 Neves tratou de
apimentar o jogo desta quarta-feira e perdeu uma enorme chance de ficar
quieto: disse que ia calar a torcida do Verdão no Palestra Itália.

Além
disso o Globoesporte.com publicou uma matéria onde os jogadores do
Fluminense falavam das “artimanhas” extra-campo do Palestra.

Ao Thiago uma pergunta: como é perder um pênalti na final da Libertadores?

PALMEIRAS

Volta Elder Granja. O lateral ficou de fora exatamente nos três últimos jogos, quando fizemos 2 de 9 pontos.

Pierre ainda fica de fora (tornozelo). Martinez também está fora (lesão na coxa). E Alex Mineiro fora por cartão amarelo.

Maicosuel,
meia recém contratado, foi relacionado pro jogo. Além dele, os
jogadores relacionados para são: Marcos e Bruno (goleiros); Elder
Granja e Fabinho Capixaba (laterais-direito); Jéci, Gladstone e
Maurício (zagueiros); Leandro e Jefferson (laterais-esquerdo); Léo
Lima, Jumar e Sandro Silva (volantes); Valdivia, Diego Souza e Evandro
(meias); Kléber, Denilson, Lenny e Jorge Preá (atacantes).

Pela
relação posso lustrar a bola de cristal e dizer que o Palmeiras deve
sair jogando com: Marcos; Elder Granja, Gladstone, Jéci e Leandro; Léo
Lima, Jumar(ou Sandro Silva), Valdívia e Diego Souza; Kléber e Denilson
(ou Lenny).

HISTÓRICO DE CONFRONTOS

Esse
é um tremendo freguês. Não tem a menor tradição contra o Palmeiras
ainda mais dentro do Palestra Itália. Veja o histórico de confrontos:

  • 86 jogos
  • 49 vitórias do Palmeiras (57%)
  • 14 empates (16%)
  • 23 derrotas (27%)
  • 154 gols pró
  • 129 gols contra

No Palestra Itália a vantagem é muito maior:

  • 23 jogos
  • 18 vitórias do Palmeiras (78%)
  • 2 empates (9%)
  • 3 derrotas (13%)

O resultado 1×0 pro Palmeiras é o resultado mais comum (13%). Depois vem 2×1 e 3×2 Palmeiras (8% cada).

Como se vê no restrospecto, o Fluminense é um bom cliente mas os resultados são sempre apertados.

O ÁRBITRO

Leandro Pedro Vuaden, do Rio Grande do Sul, será o árbitro da partida.

Leandro Vuaden apitou apenas três partidas neste campeonato:

Sport 2×1 Fluminense
Flamengo 5×0 Figueirense
São Paulo 1×1 Ipatinga

Conseguiu dar mais cartões amarelos para os times da casa. Veja só a contagem em números de cartões amarelos:

Sport 5×3 Fluminense (ainda deu um vermelho pro Sport)
Flamengo 2×2 Figueirense
São Paulo 2×1 Ipatinga

Ou seja, 9 amarelos pros times mandantes e 6 pros times visitantes.

Vamos ficar de olho…

NO ANO PASSADO

O
Palmeiras jogou ano passado na R36 contra o Fluminense no Palestra
Itália. Foi embaixo de um temporal danado, e o jogo aconteceu no dia 11
de novembro, na estréia do Setor Visa. Eu estava lá e Thiago S1 Neves
também: mas ninguém viu ele em campo: Palmeiras 1×0.

EU ME LEMBRO

Apesar
da minha ranzinzice de hoje contra o Fluminense hoje, eu me lembro que
quando eu era criança e passavam os jogos do Rio de Janeiro prá São
Paulo, na dúvida eu torcia pro time da cor da bandeira da Itália (isso meu avô era quem falava).

Mas
antes de ser cornetado, na época a torcida vascaína não era parceira do
Palmeiras; torcer pro Flamengo nem pensar; pro Botafogo era gozação.

Ia torcer prá quem quando jogava o Miiiennngo na TV? pro América? Eu nem conhecia o Trajano, mas algo me dizia que não era por ali…

Seguinte: vamos vencer, 1×0, 2×0, não importa. Nesta quarta-feira é hora de começar a reação prá nos levar prá liderança nas próximas 5-6 rodadas.

E A ASSESSORIA DE IMPRENSA CONTRA-ATACA

A matéria do Globoesporte.com foi motivo de resposta da Assessoria de Imprensa do Palmeiras. Leia abaixo:

Caros amigos do Globo Esporte,

É com espanto que nós, do Palmeiras, interpretamos a reportagem
abaixo do repórter Caio Barbosa.

A matéria induz os entrevistados e os leitores e acreditarem que o
Palmeiras se utiliza de ‘artimanhas’, citando inclusive ser algo
rotineiro, o que é mentira.

Apenas para esclarecer, e como é de conhecimento público, o episódio
do gás não foi caracterizado culpa do Palmeiras, conforme resultado
do laudo pericial que está em julgamento e análise até o momento.

Além disso, a prática de molhar o gramado é usual em diferentes
clubes do Brasil, e vinha sendo adotado pelo Palmeiras antes da troca
do gramado. Com a troca da grama por uma mais moderna, o gramado vem
sendo molhado dependendo do clima do dia, e isso independe de ser
prejudicial aos clubes visitantes, como diz o próprio atleta do
Fluminense.

A forma como a reportagem foi conduzida é uma afronta com a grandeza
do Palmeiras e ao respeito que é dado aos profissionais dos times que
vem atuar no estádio Palestra Itália.

Sem mais,
Assessoria de Imprensa S.E.PALMEIRAS

Uma resposta em “Pré Jogo Palmeiras x Fluminense: hora de virar o jogo”

Erick Meirelles:

Independentemente de molhar o gramado ser prejudicial, acho que o time do Palmeiras fica mais lento do que o usual quando o gramado está molhado.

Se for molhar simplesmente por molhar, por favor, não molhe.

Os comentários estão desativados.