Categorias
Notícias

Coluna de Mauro Beting e o cacife do ex-Presidente

Mauro Beting escreve em sua coluna desse domingo a uma avaliação do
resultado das eleições no Palmeiras. E faz um interessente paralelo com
o Corinthians e com a capacidade dos sócios em escolherem os destinos
dos clubes.

Em certo momento Mauro fala o seguinte:

A votação “feria o estatuto”?

Eles é que feriram o Palmeiras – para não usar termos que eles costumam aplicar no falar e no fazer.

Uma pena.

Como foi a reação virulenta à pessoa física de Mustafá Contursi, nas alamedas palestrinas, na tarde de sábado.

Como cidadão, ele não merece.

Nem o Palmeiras o mereceu por tanto tempo como presiditador.

Leia a coluna inteira clicando em http://www.lancenet.com.br/blogs_colunistas/mauro/default.asp

Em
tempo: algumas pessoas me chamaram a atenção hoje (Marcelo Fonseca e
Luciano Pasqualini, entre outras): de 2.400 votos, não foram os 460 e
tantos votos que eram da oposição de Mustafá.

362 votos foram contrários à mudança estatutária. Não eram de sócios mustafasistas. Eram sócios que não querem mudanças no clube. Aqueles sócios que não se importam com o time ou com a política, apenas com a sua vida como associado de um clube.

Os aliados de Mustafá votaram pelo SIM à mudança estatutária e NÃO ao acordo com a WTorre. Então cerca de 100 sócios votaram com o ex-Presidente.

100 votos de 2.400. ~4%. Esse é o cacife político entre os sócios do jurássico Presidente e seus cupinchas.

Saudações Alviverdes!