Categorias
Drops

DROPS 11/08/08: Estamos no páreo, Sul-americana, ingressos e parcerias

ESTAMOS NO PÁREO

“Estamos
no páreo. Precisamos tirar dois jogos de vantagem para o Grêmio, e
lembrar que temos o confronto direto. Volto a dizer que o campeonato só
vai se definir quando forem completados dois terços da competição.”

Frase de Vanderlei Luxemburgo, divulgada hoje pela Assessoria de Imprensa. Ainda falou sobre Pierre:

“Quero
dar uma nova vida ao Pierre, que teve um problema muito sério. Ele
entrou muito bem no jogo, fechando os avanços do adversário e saindo
bem para o jogo. Com ele, a gente passou a ganhar o meio-campo. Foi uma
perda muito grande que ele tenha saído.”

SUL-AMERICANA SEM PIERRE, MARCOS E JÉCI

Marcos, Pierre e Jéci retornaram na manhã desta segunda-feira (11) para São Paulo. Os três estão fora do
jogo desta quarta-feira, contra o Vasco, pela Copa Sul-Americana.

Marcos
retorna para fazer exames de rotina e realizar um trabalho de
fortalecimento muscular na Academia de Futebol. O Goleiro vinha se
queixando de dores no joelho esquerdo e vai aproveitar a semana para
realizar um exame de ressonância magnética.

Pierre tentará se recuperar de uma torção no joelho. Jéci volta para fazer um trabalho de “manutenção” com Filé.

Sei sei…

GESTÃO DOS INGRESSOS

Um
negócio muito importante no Palmeiras está prestes a passar por uma
concorrência. É a gestão das catracas e venda de ingressos em dias de
jogos.

Atualmente a BWA é a detentora dos direitos desse
serviço. Mas o contrato vence no final do ano. Algumas empresas foram
consultadas e estão se apresentando.

A BWA busca continuar no Palmeiras através do Diretor Financeiro, Salvador Hugo Palaia, que é amigo de um dos sócios.

GESTÃO DOS INGRESSOS ii

Aparentemente
um dos trunfos da BWA para ganhar o processo é antecipar receitas. Já
fez isso antes no Palmeiras (e também no São Paulo).

Para clubes que estão com problemas de caixa, parece tentador. Mas gera dois problemas: i. o clube renuncia uma receita futura para cobrir um déficit presente; ii. alguém precisa fazer as contas se
os juros cobrados – que nunca são de pai prá filho – são melhores do
que o mercado financeiro oferece. Qualquer banco faz “securitização” de
recebíveis.

Opinião: depois de todos os problemas enfrentados esse ano com o fornecimento de ingressos, se a BWA continuar no clube será um retrocesso no Palmeiras.

DE QUEM SÃO OS JOGADORES?
Fonte: Revista Placar Ed. 1321, agosto de 2008.

Indo
a Porto Alegre comprei a Placar deste mês no aeroporto. Chamou minha
atenção matéria sobre a quem pertence os principais jogadores dos
clubes brasileiros.

Pois bem, Palmeiras:

CLUBE 100%: Marcos, E. Granja, Martinez, Alex Mineiro, Valdívia e Léo Lima. EMPRESTADOS: Leandro, Gladstone, Jéci e Kléber. TRAFFIC:
100% D. Souza, Jumar e Lenny e participação com difenretes “sócios”
(inclusive o Palmeiras) em Pierre, Jefferson, Evandro, Maicossuel,
Sandro Silva e David.

Seis pertencem ao clube, 4 emprestados, 2 100% da parceria, e 7 jogadores com diferentes níveis de participação.

E DO LADO DE LÁ DO MURO?
Fonte: Revista Placar Ed. 1321, agosto de 2008.

São Paulo FC:

CLUBE 100%: R. Ceni, Júnior, J. Wagner, Hugo, Aloísio e Zé Luis. EMPRESTADOS: Éder Luis, Éder, Jancarlos, e Joílson.

“PARCEIROS”
com diferentes níveis de participação: Juninho, Dagoberto, Borges
(50%), Hernanes, Alex Silva (75% pertence a outros), Miranda, André
Dias e Richarlyson (50%).

Seis pertencem ao clube, 4 emprestados, 8 “fatiados” com parceiros.

——-

Nota do blog: eu tinha entendido que no Jardim Leonor não se faziam parcerias desse tipo!
E enquanto esperava meu vôo fiquei ao lado do time do Jd. Leonor
embarcando par Curitiba. Um mix de garotada e jogadores como Junior no
time que viajava. Agora eu entendo o mal humor do Muricy nas
entrevistas.