Categorias
Drops

DROPS 27/08/08: isto não é um drops, é um cebola estragada

DEU NO JT E NO UOL DE HOJE

Oposição tenta cartada judicial para brecar Arena do Palmeiras
Bruno Império, Em São Paulo

A
oposição do Palmeiras já conta com uma carta na manga para tentar
brecar a votação final sobre a Arena Multiuso que a diretoria pretende
construir em parceria com a WTorre. [ … ] Porém, dirigentes ligados ao ex-presidente Mustafá Contursi devem usar de liminar para retardar o processo eleitoral.

A tática do grupo de oposição será lançar mão de um sócio “laranja” para entrar com uma ação judicial
questionando detalhes do projeto e, assim, impedir que a votação seja
realizada ainda neste final de semana. “Tudo é passível de
questionamento judicial”, disse Roberto Frizzo, um dos líderes da oposição, ao Jornal da Tarde.

E assim segue a matéria, com depoimento de Genaro Marino, e outras considerações.

Quem me enviou foi o Palestrino e leitor do blog, Carlos Roberto Rodrigues Filho, de Botucatu.

E o ex-candidato a Presidente diz na matéria que “tudo é passível de questionamento judicial”.

Eu questiono se o prezado ex-candidato é palmeirense!

CONSEQUÊNCIAS

Algumas pessoas me perguntar quais as consequências. Difícil para eu responder…

Imagino que, na prática, a WTorre desista do processo e vá procurar outros parceiros.

São
Paulo Futebol Clube está abordando a WTorre há mais de 3 meses. O Sport
Club Corinthians Paulista está abordando há mais tempo.

Portanto
qual a consequência da vitória do NÃO (pouco provável mas possível) ou
de uma liminar que impeça a votação? Perguntem ao senhores Mustafá
Contursi, Piraci Ubiratan, Roberto Frizzo, … Eles devem saber mais do
que eu…

CONSEQUÊNCIAS ii

No
fórum do Palmeiras Todo Dia foi publicado algum texto a respeito. Onde
a leitora Natália cita que o “Corinthians tá de olho na votação de
sábado muito mais do que todos imaginam”.

Quem alertou foi o leitor do 3VV, Fabio Ricardo nos comentários do POST sobre o texto de Mauro Beting.

E ANTES QUE…


alguns palmeirenses digam que foram enganados, que acharam que estava
tudo aprovado, na verdade a parceria com a WTorre e a mudança
estatutária foram aprovadas até a mais alta esfera de poderes do clube,
como tinha que ser.

Mas ninguém esperava que os sabotadores de
plantão pudessem ter força para atrapalhar um processo que em tese não
é político, é técnico.

Se fosse em outro clube teriam dado uma
banana aos sócios e tocado o trator prá cima da quadra de bocha. Se
fosse em outro clube com grande torcida, qualquer sócio que aparecesse
com as cores de outro time no clube seria banido.

Mas no Palmeiras, que se descaracterizou como um clube de palmeirenses, as coisas têm que ser diferentes.

PEÇO DESCULPAS

Não estou pregando o derrotismo, não estou querendo assustar, não estou querendo colocar a mosca na sopa dos palmeirenses.

Mas
temos que ficar atentos aos riscos. Ainda acho que sábado, se for prá
votação, o SIM prevalecerá. O sócio palmeirense ainda é na sua maioria
palmeirense (isso não é uma frase idiota, acredite).

Mas a “dona
oposição”, representada por um movimento intitulado de Campeão do
Século, não pode querer usar laranjas para impedir a votação na base da
liminar. Seria mais uma prova de covardia…

Saudações…