Categorias
Pós Jogo

Brasileirão 2008 – Análise da Arbitragem – Rodada 24

Por Danilo Cersosimo*

A
longínqua R24 terminou pra nós na última quinta-feira, mas nem por isso
deixaremos de abordar alguns aspectos daquele jogo fatídico contra o
Sport.

Basicamente a polêmica girou em torno do primeiro gol do adversário, já que Carlinhos Bala estaria impedido quando do chutão do goleiro. Sem dúvida Roger estava impedido nesse momento, mas não tenho certeza quanto a Carlinhos. Uma imagem da TV Bandeirantes me deu a impressão de que este estava em condição legal. Alguns amigos que estava no estádio juram que Bala estava impedido.

Fato é que ao receber a bola de Carlinhos Bala, Roger se encontra em posição legal e manda para as redes.

Teria o auxiliar Marco Antonio da Silva Brígido (primo de um grande palmeirense!) errado ou acertado?

***

Alex Mineiro e Kléber tomaram o 3º cartão amarelo no jogo. Difícil cobrar sangue-frio do atleta no calor do jogo, mas esses cartões nos custarão caro – ambos corretamente aplicados na minha visão. É bem verdade que o do Kléber só foi aplicado porque era o Kléber.

***

O árbitro Francisco Almeida Filho do Ceará se perdeu no jogo e poderia ter sido mais enérgico com a cera do Sport – marca registrada desse time de refugo que o Palmeiras incrivelmente não consegue vencer nos últimos 2 anos.

Luxemburgo tem razão quando critica essa renovação forçada da arbitragem, especialmente porque é feita sem critérios técnicos consistentes.

***

O SPFC precisou da ajuda do árbitro Nielson Nogueira Pires – que não deu 2 pênaltis claríssimos ao Galo – para sair do Mineirão com um empate. Não fossem os equívocos da arbitragem e o SPFC estaria numa situação ainda mais difícil.

***

Acreditem:
apesar de todas as lambanças que fez e faz, Wilson de Souza de Mendonça
ainda é escalado pela Comissão de Arbitragem da CBF! Dá pra levar a
sério?

***

Está no site da CBF:
O sorteio dos árbitros que apitarão a R25 da Série A – partidas dos
dias 13 e 14 de setembro – será nesta quinta-feira, dia 11 de setembro,
às 14h30 na sede da CBF.

É importante acompanhar o sorteio e
mais do que isso: torcer para que sejamos brindados com um árbitro
NEUTRO e competente para o difícil jogo contra o Cruzeiro no Mineirão. Espero sinceramente que o Héber Roberto Lopes NÃO ganhe esse sorteio…

***

Rápidas pinceladas no jogo da Seleção do Dunga:

Um exagero a expulsão do Kléber.
O cartão amarelo – que ele tanto insistiu para que fosse dado a ele e
não ao Luisão – foi merecido, mas a falta que originou o segundo cartão
amarelo foi uma piada – um simples esbarrão.

Não acho que o Valdívia tenha tido a intenção de dar aquela entrada, mas pela imprudência mereceu o vermelho direto.

Agora,
cá entre nós: como é que o Bielsa coloca o Valdívia no banco
(deixando-o inseguro e ansioso em mostrar serviço) e escala aquele
monte de perna-de-pau da Seleção do Chile?

——-

*Danilo Cersosimo escreve todas
as 4as feiras nesse espaço falando
sobre a arbitragem da rodada