Categorias
Notícias

Classificação R26: chegou!


POR VICENTE CRISCIO

Encerrada
a R26 o Palmeiras definitivamente chegou no Grêmio. Com 68,4% do
Campeonato concluído (ou seja, faltando 31,6% dos jogos, ou mais
precisamente 12 partidas) o Palmeiras tirou a diferença que chegou a
ser de 7 pontos (quase foi de 9, nas rodadas 21 e 24).

Como já
estamos falando há algumas rodadas os primeiros colocados ainda vão
perder pontos. Mas a regularidade é que vai definir nessa reta final
quem será o campeão. Na prática Grêmio, Palmeiras e Cruzeiro brigam. O
Flamengo – lembrou bem um dos comentaristas do 3VV – tem muitos jogos
na reta final no Rio de Janeiro. E poderia chegar. São Paulo também
poderia, se tivesse time…

Mas o Flamengo joga a próxima contra o Sport no próximo domingo, no Maracanã.

O
São Paulo, há 6 pontos do Palmeiras e 7 pontos do Grêmio terá um jogo
dificílimo na próxima rodada, contra o Cruzeiro, no Morumbi. E o time
mineiro nesse turno vem desempenhando melhor fora de casa do que no
Mineirão.

E o Inter, que venceu as três últimas partidas e vai
pegar o mesmo Grêmio no Beira-Rio. E o Botafogo, que perdeu da
Portuguesa mas vai jogar em casa contra o Fluminense.

E tem o Palmeiras, que pega o Náutico. Que terá quase um time inteiro novo à disposição do técnico Roberto Fernandes no próximo domingo.

Ou seja, manter a regularidade será o nome do jogo. E às vezes um ponto fora de casa é melhor que nada.

A DIFERENÇA

Notem
no quadro abaixo que a diferença do Palmeiras para os primeiros
colocados veio caindo devagar, mas constantemente. Depois de um início
irregular do Verdão, o Cruzeiro e o Grêmio abriram ampla vantagem. Mas
aos poucos, apesar de alguns tropeços, o Palmeiras tirou a diferença e
ultrapassou o Cruzeiro e chegou no Grêmio na hora certa.

A
melhor frase ficou por conta de São Marcos, sempre ele, depois do jogo.
O jornalista o perguntou: “se o Palmeiras tivesse ganho do Sport hoje
seria o primeiro”.

E Marcos rebateu: “e se o Grêmio tivesse ganho do Goiás, estaria tudo igual”.

Essa
é a sabedoria do boleiro, que reconhece que cada rodada se inicia a
partir do número de pontos que está no estoque. Tem que se esquecer os
pontos que deixaram escapar.


E A CORRIDA MALUCA?

O Cupê gremista mal assombrado está em primeiro mas o dragão (seria o Celso Roth?) já não cospe fogo como antes. A Quadrilha Alviverde vai alcançando o velho Cupê e deixando prá trás os Irmãos Pedrella.

Caio Perfeito, com as calças na mão, ganhou do Ipatinga e manteve no devido lugar a Penélope “Vigarista” Charmosa. E atrás, perdendo o fôlego, a Carroça a Vapor. Será que está perdendo o gás? Tomara que não, afinal toda a torcida para ela ultrapassar a Penélope Vigarista.

Fiquem ligados… Saudações Alviverdes!