Categorias
Drops

DROPS 04/09/08: V Congresso Internacional de Patrocínio

V CONGRESSO INTERNACIONAL DE PATROCÍNIO

João
Mansur e Vladimir Rioli participaram de uma mesa onde por 90 minutos
falaram sobre o a tendência de aporte de investimento privado para a
reforma/construção de arenas visando a Copa do Mundo.

Mansur falou sobre o projeto da WTorre com o Palmeiras.

Eu
também participei da mesa e falei rapidamente sobre os desafios
culturais – elitização x necessidade do retorno – e os exemplos que vêm
de Portugal.

Lá o crescimento do público pagante em jogos depois das arenas remodeladas foi de até 50%.

PRESENTES

Percebe-se
pela audiência que há muito interesse de governos estaduais em
viabilizar esses projetos em seus estados. Os secretários dos governos
de Goiás e do Pará estavam presentes e querem viabilizar uma arena.

Mas não pretendem gastar dinheiro público. Querem as famosas parcerias público-privado (PPPs).

SOBRE AS SEDES E A ABERTURA

Houve pouco tempo para debates mas os secretários estavam interessados sobre as sedes a serem escolhidas.

Vladimir
Rioli, da Pluricorp e que apoiou o projeto Arena do Palmeiras desde o
final da década de 90, comentou que até agora o mair provável são oito
sedes. Mas é consenso que Ricardo Teixeira aposta em 10 sedes. E Lula
gostaria de 12.

De acordo com Rioli as sedes mais cotadas são: Rio, São Paulo, Belo Horizonte (que está de olho na abertura, mas para isso precisará de outro estádio), Brasília (que corre por fora pela abertura). Depois Porto Alegre (que anunciou Beira-Rio mas quem deve chegar é o Grêmio com o novo estádio, se viabilizar), Florianópolis (que já tem pré projeto) e Curitiba, com a Arena da Baixada.

Aí restaria apenas uma sede a ser escolhida (pior das hipóteses) ou 5 (na melhor das hipóteses, mas pouco provável).

A
briga ficaria, pela ordem: Recife (Sport procurando investir na arena),
Salvador, Campinas, Ribeirão Preto, Goiânia, Fortaleza e Manaus.

E A ABERTURA?

O Secretário do Governo do Estado do Pará mandou o recado: abertura e encerramento no eixo Rio-São Paulo, NÃO!!

Hummmm…..

E A CONSTATAÇÃO!

Na verdade, duas constatações:

1. dinheiro público para estádio, nem pensar. Mas a infra-estrutura – transportes, telecomunicações, … – tem que ser provida;
2. só o Palestra Itália e o Maracanã são estádios que seguramente estarão em condições de abrigar jogos da Copa.

O resto, é o resto…

SÓ AVISANDO

Correria do dia me impediu de ir ao jogo. Yvo, não nos veremos lá mas o DVD daquele show te mando prá casa.

E sorte do amigo do 3VV que vai acompanhar aqui os indicadores da partida ao vivo.

Saudações e vamos ganhar hoje, porque é muito importante para pressionar os azuis.

Saudações…