Categorias
Drops

DROPS 29/09/08: Drops atualizado, antes tarde do que mais tarde!

Desculpem o atraso. Falando diretamente da terra do vice-líder do
Brasileiro, o Drops de hoje vai falar somente sobre Arena e algumas
sugestões dos comentaristas do 3VV.

DEU NO UOL

São Paulo sem abertura?
http://uolesporte.blog.uol.com.br/index.html

Quando
apresentou à imprensa o projeto de reforma do Morumbi para a Copa de
2014, o presidente do São Paulo, Juvenal Juvêncio, disse que a
diretoria tricolor contava com a escolha do estádio como sede da
abertura da competição. No entanto, essa decisão não é tão certa quanto
o dirigente pensava.

Na briga pelo direito de receber a
abertura, Belo Horizonte e Brasília tentam superar a candidatura
paulista. Para isso, apostam em diferentes argumentos: a força política
e a força do projeto, respectivamente.

Brasília (ainda nesta
segunda-feira), São Paulo e Belo Horizonte (na terça) são três das
quatro últimas cidades a apresentar seus projetos para o comitê
organizador da Copa do Mundo e um grupo de representantes da Fifa.
Antes de isso acontecer, porém, o sentimento é que elas podem ameaçar
as pretensões paulistas.

Enquanto isso, ninguém imagina que a
decisão aconteça em outro lugar que não seja o Maracanã. Para isso, a
candidatura do Rio de Janeiro conta com força política, potencial para
turismo e tradição.

SEMINÁRIO ORGANIZADO PELA FIFA NO RJ

O
Comitê Organizador na Copa do Mundo de 2014 está realizando no Rio de
Janeiro um seminário com as cidades brasileiras candidatas à sede da
competição. Para Ricardo Teixeira, presidente da CBF, o evento é como
um vestibular.

O seminário teve início neste sábado, em um hotel
na Barra da tijuca, na Zona Oeste, e vai até a próxima terça-feira. No
encontro, foram apresentados os itens que devem ser cumpridos pelas 18
cidades que já manifestaram interesse em participar do torneio.

O
diretor financeiro do Comitê Organizador da Copa do Mundo de 2014,
Carlos Langoni, apresentou os prazos que as 18 cidades candidatas à
sede terão que cumprir a fim de serem selecionadas.

Veja o cronograma:

  • 15 de novembro de 2008: as cidades têm que entregar um termo de compromisso assinado ao Comitê Organizador.
  • 15 de janeiro de 2009: projeto básico de engenharia e arquitetura, indicando os primeiros grupos de investidores.
  • 31 de março de 2009: escolha das 12 cidades-sedes entre as 18 candidatas.
  • 31 de julho de 2009: as 12 cidades escolhidas devem estar em condições de liberar o edital de licitação para os
  • construtores, incluindo as licenças ambientais e do Corpo de Bombeiros.
  • 30 de novembro de 2009: conclusão do processo de licitação.
  • 31 de janeiro de 2010: início da reforma e/ou construção dos estádios.
  • 31 de dezembro de 2012: estádios devem estar prontos para a inspeção.

O
Comitê Organizador da Copa de 2014 pretende escolher 12 cidades-sede
até 31 de março de 2009 (confira o calendário abaixo). Mas a Fifa pode
reduzir este número para dez ou oito.

Então é o seguinte: quem
fala que tem projeto, tem 15 investidores, tem estacionamento, tem até
15 de janeiro de 2009 para parar de falar e mostrar.

E NO NOSSO CASO?

Cronogramas, projeto técnico, investidores, tudo isso estará caminhando e preparado muito antes do prazo de 15 de janeiro.

E já falamos aqui: Belo Horizonte e Brasília são seríssimas candidatas à abertura.

E TAMBÉM DEU NO PAINEL FC

Gustavo Tarifa Coelho deixou essa nota que saiu hoje no Painel FC

PROIBIDO ESTACIONAR
O
governador José Serra avisou que é contra a construção do
estacionamento à frente do Morumbi para a Copa-14. O terreno, de 40 mil
metros quadrados, é da prefeitura, e o plano do São Paulo é fazer PPP
(Parceria Público-Privada) para a obra. Serra avisou que o governo não
investirá no empreendimento, que prevê 3.200 vagas e é um dos trunfos
para o Morumbi ter a abertura do Mundial. Não crê que isso trará
benefícios à população, como apregoam os são-paulinos e o secretário
municipal de Esporte, Walter Feldman.

Esperança.
O presidente do São Paulo, Juvenal Juvêncio, disse esperar que Serra
mude de idéia sobre o estacionamento nas reuniões do comitê paulista
para a Copa. “Temos falado com ele, e espero que não seja definitivo.”

Alguém deve estar procurando a placa “Laudo Natel” nos gabinetes do Palácio dos Bandeirantes…

E SOBRE A POLÍTICA

O Egmar deixou o texto do blog do PVC onde ele dizia:

DIREÇÃO SELA PAZ NO PALESTRA ITÁLIA

O
final de semana serviu para selar a paz política no Palestra Itália. O
grupo Muda Palmeiras, do vice-presidente Gilberto Cipullo, aceitou a
prorrogação do mandado de Afonso Della Monica até dezembro de 2009. A
eleição acontecerá em novembro, com a posse em dezembro do ano que vem.

O
acordo aconteceu mediante duas condições. Primeiro, que se coloque uma
cláusula no estatuto exigindo 95% de aprovação dos sócios e do conselho
para outra mudança em qualquer mandato presidencial. Assim, Cipullo
imagina acabar com qualquer possibilidade de golpe.

Outro ponto fundamental é rescindir o contrato com a BWA, responsável por diversas confusões na venda de ingressos.

A
prorrogação do mandato é um remendo. Não é a melhor solução prática,
mas é a melhor do ponto de vista político, porque afasta a
possibilidade de retorno do grupo de Mustafá Contursi, antes da
consolidação do projeto da Arena.

Conhecia a
proposta dos 95% e acho boa idéia. Não conhecia e achei ótima a idéia
de tirar a BWA condicionado o apoio para mais um ano “de canja” para o
Presidente. Tenho certeza que esse detalhe fará com que alguns
desinteressados diretores vão perder a motivação no Palmeiras.

Mas
é impressionante o que a vaidade sem noção de realidade faz com uma
pessoa. O Presidente perdeu uma chance de entrar para a história de
forma positiva na memória do palmeirense.

Vão-se os anéis…
pelo menos ficam os dedos… mas eu mandaria assinar o acordo em
mármore, só por precaução. O passado condena as pessoas…

Saudações Alviverdes, desculpem o atrasado do Drops.