Categorias
Resenha dos Jogos

Análise da Arbitragem – Rodada 28

Após 2 semanas fora voltei e felizmente encontrei o Verdão líder do
Brasileiro! E o jogo da R28 contra o Atlético-MG confirmou essa
condição, numa vitória fundamental.

***

O jogo teve poucos lances polêmicos e na minha visão o árbitro Elmo Resende da Cunha pecou um pouco no aspecto disciplinar e demonstrou um preparo físico aparentemente precário, algo inadequado para um aspirante à FIFA.

Por
estar mal fisicamente (na minha visão) o árbitro apitou de longe, mal
colocado e por isso inverteu faltas e/ou deixou de marcar algumas
outras.

Ele apitou 44 faltas, aplicou 3 cartões amarelos para os mineiros e 1 para o Palmeiras e ainda tivemos a expulsão infantil de Marques,
do Galo. A expulsão, fruto de um segundo cartão amarelo por uma mão na
bola intencional e desnecessária do jogador foi acertada na minha
opinião.

***

Kléber:
acompanhei o jogo ao vivo pelo rádio (Bandeirantes AM) e o narrador
José Silvério juntamente com o repórter (gaúcho) Alexandre Pretzel
freqüentemente comentavam que o Kléber estava no jogo “de graça” pois teria merecido ser expulso em pelo menos duas ocasiões.

Como
não vi nenhuma menção a isso nos melhores momentos da TV durante o
final de semana (escrevo este post no domingo à noite) gostaria de
perguntar aos amigos que estiveram no estádio ou acompanharam ao vivo
pela TV se nosso atacante realmente cometeu algum ato de indisciplina
em campo.

***

Grêmio vs Botafogo:
O zagueiro Léo do Grêmio e o atacante Jorge Henrique do Bota foram
expulsos corretamente pelo árbitro Héber Roberto Lopes. Na disputa da
bola o atacante dá uma cotovelada em Léo, que revida com outra ainda
mais forte e na queda ainda tenta pisar no Jorge Henrique. Ambas
cotoveladas foram fortes e intencionais, vai rolar um STJD pra eles
também?

***

Ipatinga vs SPFW:
Só pude acompanhar os “melhores” momentos do jogo, mas foi o suficiente
para ver que o terceiro gol do SPFW foi fruto de uma falta inexistente
cavada pelo jogador do inimigo, quando o Ipatinga pressionava pelo
empate. É bom ficar esperto.

Nessa semana o STJD deve abrir
sessão para reavaliar o julgamento de Dagoberto referente ao jogo
contra a Lusa. Sua pena pode ser revista (ou não). Eu aposto que se
trata apenas de mais um circo, mas torcerei para que o jogador seja
punido, uma vez que o lance em questão foi desleal e intencional.

***

Agradecimento:
gostaria de novamente agradecer a todos que me mandaram mensagens
desejando boa sorte por conta do meu casamento, valeu mesmo!

Danilo Cersosimo, escreve às 4as feiras neste
blog analisando a arbitragem da rodada