Categorias
Drops

DROPS 09/10/08: Luxa reclama, pesquisa sobre torcidas, Visa, Zenga

LUXEMBURGO CRITICA ARBITRAGEM

O técnico Luxemburgo criticou Leonardo Gaciba.

“O
Figueirense fez 39 faltas, sendo que um mesmo jogador cometeu 9 em cima
do Kléber, e o time deles sofreu apenas 2 cartões. Nós fizemos metade
dessas faltas, cerca de 21, e levamos 5. Tem algo de errado aí.”

E falou sobre a seqüência de faltas cometida em cima de Kléber: “Não
tenho nada contra os árbitros do Sul e já deixei isso bem claro, mas
esse tipo de conduta contra o Kléber começou num jogo lá no Palestra,
com o Simon, e hoje [quarta-feira], com o Gaciba, foi a mesma coisa. O
critério precisa ser igual para todos.”

PESQUISA SOBRE TORCIDA DO AGORA

Jota
Christianini me enviou um link sobre a matéria publicada no diário
Agora com a pesquisa sobre torcidas na cidade de São Paulo. A pesquisa
foi realizada entre março e julho de 2008 com pessoas a partir de 16
anos.

As manchetes são:

– O Palmeiras tinha entre 16-18%
da torcida paulistana de 1995 a 1999. Em 2000 começou a cair até
atingir o pior índice, 12%, em 2006. Hoje está com 14%;
– O São
Paulo mantém o mesmo índice de torcedores – média de 21% dos
paulistanos – desde 1995. Hoje está com 20%; seus dirigentes afirmam
que sua torcida será a maior do Brasil;
– O Palmeiras e o São Paulo
empatam em torcedores na idade acima de 45 anos. E o São Paulo está na
frente nas idades mais jovens. Indicação clara que na década de 70 na
nossa cidade o Palmeiras tinha maior torcida na cidade (lembrando que no
interior de São Paulo somos muito fortes e fora do Estado o Palmeiras é
a terceira se não for a segunda maior torcida do Brasil);

O número de pessoas que não gostam de futebol cresceu de 18% para 24%
de 1995 a 2007. Nessa última medição caiu para 20% (deve ser efeito da
margem de erro).

Conclusão: o futebol está perdendo público. E se o Palmeiras não fizer besteira, pode crescer!

PESQUISA SOBRE TORCIDA DO AGORA: POTENCIAL!

Alguns
números: a cidade de São Paulo tem 8,4 milhões de habitantes acima dos
15 anos (76% da população da cidade; dados Target 2006).

Usando
os dados do Target e fazendo algumas contas de padaria, o potencial de
consumo em recreação e esportes deste grupo é de R$ 800 milhões anuais.
Sem falar em vestuário, sem falar em alimentação fora de casa. Somente
em RECREAÇÃO E ESPORTES.

Em tese o Palmeiras tem 14% de
potenciais clientes nesse bolo (cerca de R$ 112 milhões) que poderiam
se converter (e alguns realmente acontecem) em compra de camiseta,
consumo do produto futebol, vídeos, merchandising, produtos de
multimídia, etc, etc, etc…

PESQUISA SOBRE TORCIDA DO AGORA: SÓ FALTOU UMA COISA

Toda pesquisa tem seu grau de incerteza e sua margem de erro. Isso explica variações bruscas entre alguns períodos analisados.

Mas
uma coisa não foi pesquisada (não tira o mérito do produto, mas deve
ser observado): não basta ter volume de torcida. Precida ter torcida
apaixonada. Essa tem propensão a gastar mais do que somente “fãs”.

Qualquer dia falaremos mais sobre isso aqui…

O link para baixar a matéria é http://www.terceiraviaverdao.com.br/3vv/InformativoLista.aspx?p0=2&p1=1320.

SETOR VISA NA GAZETA MERCANTIL

Essa também é legal. Mais uma vez o Palmeiras (agora com a VISA) aparece em editorias diferentes do futebol.

Quem quiser ver a matérias vá no endereço http://www.terceiraviaverdao.com.br/3vv/InformativoLista.aspx?p0=2&p1=1317 e clique para visualizar o arquivo.

ZENGA

Erick Micai deixou um comentário no post anterior sobre entrevista no IG de
Walter Zenga, ex-goleiro da seleção italiana e que declarou que
gostaria de treinar um dia o Palmeiras. Só lembrando, o 3VV já publicou
a entrevista do Zenga na Itália quando ele falou isso pela primeira vez.

Dessa vez o treinador do Catania falou para uma rádio brasileira.

Até
mais… estou voltando prá nossa terra. Já estava com síndrome de
abstinência do trânsito, fumaça e barulho. Saudações Alviverdes!