Categorias
Italiano

LEGA CALCIO nella prossima settimana: Carmine tá danado

Por
motivos um tanto óbvios para o palestrino, o Carmine Paciello está
“danado” e hoje não vai falar sobre o Campeonato Italiano. Carmine vai
falar sobre o Palmeiras, o timinho rosa e sua “transposizione”
italiana, a Juve.

Antes
de passar a palavra a ela, um esclarecimento: geralmente o Carmine
envia o post da rodada do Italiano na 4a ou 5a feira. E vem mezzo in
italiano, meio em português. Eu eu faço a tradução, edição, essas
coisas.

Hoje vai o texto do jeito do Carmine. Tá muito bom, e seu eu editar vai perder a graça.

Saudações, tá chegando a hora.

Vicente Criscio

—————-

MANEO NEMINI = Ninguem me arresta!
Por Carmine Paciello*

… tampouco um timinho rosa que serà massacrado no Palestra Italia.

PALMEIRAS rumo ao título!

E, na vigília da hora H – è preciso para mim falar do eixo do mal Bambi – Juventus.
Sim,
amigos do 3vv, vocês entendiram bem: agora è preciso fazer limpeza
sobre esse assunto pois estou aborrecido ao ver que muitos “fratelli”
palestrinos vibram x [ nb: “x” para o Carmine significa “per”] a Juventus.

Nao! Isto não è possível, nao pode ser!

Entao, como fica escondido a eles que a Juve sempre foi, è e sempre serà a trasposizione italiana do Sao Paulo?

Ou seja um time elitario e
acostumado a vencer (?!?) scudetti na base da prepotência e do roubo,
antes pelo poder político da família Agnelli e depois pela gestione
mafiosa do imputato Moggi ?

Como nao perceber que o presunto estile–Juve se encarna perfeitamente com aquele dos Bambi:
quantas vezes o palestrino teve que engolir a raiva ao subir a
prepotência política deles, dos tempos de Lauro Natel atè ontem com
nano-cunha & cia?

Quantas vezes ele foi obrigado a ler
besteiras promovidas da jornalistas (?!?) prevenidos com o Palmeiras,
quotidiane e diffamanti colunas com o único intento di destabilizzare a
SE Palmeiras?

Quantas vezes um juiz #@XX#$%@ [ nb: adjetivo impublicável ]
impediu ao Verdão de ganhar o jogo ou pontos assim como aconteceu
noúultimo episódio de Max, e no “adjuste” da bola com a mão de Adriano,
x exemplo?

E vocês nao percebem alguma analogia com a falsidade e a arrogância deles na gestiao do
episódio do gás ou como, anteriormente, com a farsa-Bosco, com o
episódio no qual o imputato Moggi, depois de um jogo, fechou no
vestiário um juiz por nao ser “allineato” ao diktat dos dirigenti da Juventus?

E,
afinal fratelli esmeraldinos como è possivel ter simpatia per um time
cromaticamente assim feio como a Juventus, un time branco e negro (por
sinal e nao por acaso – Hollywood docet – cores e forma dos detenidos
americanos) que automaticamente e tristemente nos lembra os brutos da
marginal sem n°?

Acorda palestrino: è sò ler a história
comparada deles anteposta a nossa para saber que um coraçao verde nao
pode pulsar x eles.

Impossibile!

Abc. do Carmine palestrino danado!

———-

* Carmine Paciello escreve todas as semanas no 3VV,
diretamente da “vecchia e dolce” bota. Mas hoje, como
ele mesmo disse, ele estava danado…