Categorias
Futebol com Números

Atualização sobre a Timemania

Por Luís Fernando Tredinnick
Divulgação autorizada mediante explícita citação do autor e do blog Terceira Via Verdão

Amigos, a seguinte nota saiu no Painel F.C. da Folha de São Paulo:

Eternidade
Dirigentes
dos principais clubes do país querem pressionar o governo para que
acabe o prazo de 240 meses para o pagamento das dívidas fiscais por
meio da Timemania. O tema deve ser levado à assembléia do Clube dos 13,
nesta semana. O argumento é que a arrecadação tem sido inferior a 30%
do esperado. Sem limite de tempo para a quitação, as parcelas seriam
menores. Uma das maneiras de pressão é ameaçar a saída geral das
equipes da loteria. Ela acabaria e haveria uma enxurrada de execuções
na Justiça

Sem dúvida, a arrecadação da Timemania tem sido
abaixo do esperado, e o pior é que a arrecadação vem caindo a cada novo
concurso. Essa queda obriga a rever uma avaliação que eu fiz
recentemente (não havia me atentado que a arrecadação estava caindo tão
drasticamente).

Observem na tabela abaixo a arrecadação dos concursos (Não tenho os valores dos concursos 19 a 33).


A
arrecadação que começou entre 3 e 4 milhões de reais por concurso,
passou para patamares abaixo de 2 milhões de reais, sendo que no último
concurso não chegou a 1,5 milhões de reais.

E COMO OS CLUBES FICAM?

Com isso, os clubes passaram a ter um repasse menor e com maiores dificuldades de pagar as suas dívidas dos tributos federais.

Na
tabela abaixo fiz uma simulação para a situação dos times caso a
Timemania fique com a arrecadação na média de R$ 2 MM por concurso.


É
fácil observar que a % da receita dos clubes que ficaria comprometida
apenas com os pagamentos dessa dívida é muito alto. Caso os juros
cobrados nessa dívida seja realmente de 15% ao ano, a situação de
clubes como o Botafogo e o Fluminense seria simplesmente insustentável.
Mesmo para clubes como o Santos e Grêmio, que teriam que comprometer
cerca de 15% da sua receita apenas com o pagamento dessa dívida
específica, teriam a sua situação financeira fragilizada (o novo
presidente do Grêmio disse que a dívida total do clube deve ser cerca
de R$ 150 milhões).

Como sempre o Palmeiras possui uma das
situações mais confortáveis, por ter sido um bom pagador no passado. Se
a Timemania realmente se consolidar com uma arrecadação de R$ 2MM por
concurso, teríamos que utilizar apenas 3,5% da receita com o pagamento
das parcelas.

E QUAIS AS SOLUÇÕES POSSÍVEIS?

Existem
basicamente três soluções possíveis: os clubes e o governo passam a
divulgar e incentivar mais a loteria e buscam um aumento de arrecadação

A
segunda solução seria realmente aumentar o prazo para o pagamento das
dívidas. Vinte anos já me parece um tempo excessivo para esse
pagamento, imagine então trinta anos ou mais?

A outra solução
seria aquela velha solução brasileira: perdoar as dívidas e deixar o
governo (ou seja, todos nós contribuintes) arcar com o prejuízo!

Qualquer
solução que não seja a melhora da Timemania beneficiaria tremendamente
aqueles clubes que não cumpriram as suas obrigações. Basta lembrar que
os quatro grandes times cariocas juntos devem mais de meio bilhão de
reais, ou mais de três vezes a dívida dos quatro grandes de SP!

A
grande sacada da Timemania era que os clubes com uma baixa dívida
teriam RECEITAS vindas da Timemania e, dada a arrecadação abaixo da
expectativa, pode ser que apenas aqueles que mais acumularam dívidas
sejam os beneficiados.

De qualquer modo, ficaremos de olho.

E você leitor, qual seria a melhor solução?

Saudações AlviVerdes

*Luís
Fernando Tredinnick escreve todas as sextas-feiras no 3VV, explicando a
quem conhece e também a quem não conhece os números no futebol.