Categorias
Drops

DROPS 05/11/08: WTorre responde, argentinos, memorial… que pecado


WTORRE RESPONDE

No JT de hoje foi publicada matéria – veja imagem ao lado – onde a WTorre reforça seu compromisso com a SE Palmeiras, independentemente do Presidente em exercício.

Essa eu não sabia: pela matéria o Presidente Della Mônica usava argumento que a prorrogação do mandato era crítica para a continuidade do projeto Arena.

Sem comentários desse blog.

PALMEIRAS E ARGENTINOS HOJE

Uma vitória do Palmeiras sobre o Argentinos Juniors, nesta quarta-feira, vai fazer com que a equipe alviverde iguale o retrospecto de vitórias com times argentinos em partidas válidas como visitante.

Jogando na Argentina, foram 30 partidas, com 9 vitórias do Palmeiras, 10 empates e 10 derrotas. A equipe marcou 43 gols e sofreu 47.

No total, o Palmeiras já realizou 78 partidas contra times argentinos: foram 37 vitórias, 23 empates e apenas 18 derrotas. A equipe marcou 151 gols e sofreu 101.

PALMEIRAS E ARGENTINA NO PASSADO

Além dos 78 duelos contra clubes argentinos, o Palmeiras realizou 4 partidas contra a seleção da Argentina. Foram dois empates e uma vitória para cada lado. A vitória da seleção argentina aconteceu em 19 de março de 1925, por 3×1, em Buenos Aires. Já a vitória palmeirense aconteceu em 12 de março de 1975, por 2×1.

CAPA PALMEIRAS CAMPEÃO MUNDIAL 51

Jota Roberto Christianini manda avisar: no bar São Cristovão, na sede da Mancha Verde, no bar do Isidoro, na casa de muita gente está exibida a capa da Gazeta Esportiva de 1951, aquela que diz “campeão do mundo”.

Só o Palmeiras não tem: ou melhor, não tinha.

Gracas ao Ezequiel, ao Gama e ao próprio Jota, a partir de hoje a a tarde a capa da Gazeta Esportiva, tamanho original, estará na sala de troféus do clube.

O DESCASO COM A HISTÓRIA

Alguns palmeirenses tiram leite de pedra. É o caso do Jota, do Ezequiel, do Gama, citados acima. E ainda do Galuppo, do Cersosimo, do Ragazzi, do Pasqualini, e outros que indelicadamente esqueço de mencionar. Esses que cito sempre buscaram valorizar a história do Palmeiras/Palestra Itália.

Outro dia pensei nisso e neles assistindo ao sempre excelente Dossiê Sportv, em 24 de outurbro.

Lá o Dossiê citava nove clubes brasileiros (NOVE!!) que têm memorial. Entre eles Santos, Grêmio e São Paulo (os mais visitados, com 100 mil, 85 mil e 30 mil visitantes anuais). Mas ainda tem memorial do Bahia, do Sport, do Vasco, do Coritiba…

E não tem memorial do Palmeiras. Mas tem hidroginástica no clube, tem arco e flecha, tem tênis de mesa.

E ano passado o clube social gerou um déficit de R$ 6 milhões. Bancado pelo clube. Mas nos últimos 4 anos nunca teve dinheiro prá se fazer um memorial do tamanho da história do Palmeiras/Palestra.

EM TEMPO

O museu do Boca Juniors recebe 500 mil visitantes por ano. E do Barcelona 1,2 milhão e gera 6 milhões de euros de receitas anuais. Quer ver mais sobre o museu do Barça, leia post do 3VV.

Saudações, vamos torcer hoje…

Uma resposta em “DROPS 05/11/08: WTorre responde, argentinos, memorial… que pecado”

Os comentários estão desativados.