Categorias
Drops

DROPS 12/11/08: o dia de hoje na Academia

ELENCO TREINA

O
elenco palmeirense treinou em dois períodos nesta quarta-feira. Pela
manhã, os atletas realizaram atividades físicas, seguido de um trabalho
na caixa de areia. À
tarde, Vanderlei Luxemburgo comandou um demorado treino de chutes a gol, posicionamento e finalização entre ataque x defesa.

O
zagueiro Roque Júnior está recuperado das dores na coxa esquerda e
voltar para o jogo deste domingo contra o Flamengo. Além dele, retornam
o atacante Kléber, o meia Diego Souza e o volante Sandro Silva, livres
de suspensão.

LUXEMBURGO COMENTA SOBRE A DERROTA E AS CHANCES

Em
entrevista coletiva concedida na tarde desta quarta-feira Vanderlei
Luxemburgo esclareceu que o Palmeiras segue com chances de conquistar o
título, apesar de reconhecer as dificuldades após a derrota para o
Grêmio.

“Acho que interpretaram mal o que eu falei. Em nenhum
momento disse que estávamos fora da briga. Ainda estamos na disputa
pelo título, mas agora a situação ficou mais complicada. Mas, em quatro
rodadas, muita coisa pode mudar.”

O treinador afirmou que o sentimento dele era o mesmo do torcedor palmeirense após a derrota para o Grêmio.

“Foi
uma derrota que machucou. Mesmo enfrentando um grande time, a meta era
a vitória. Era um jogo decisivo. Passei a segunda-feira chateado, pois
me incomoda demais perder. Foi doído para mim e para todo palmeirense.”

O QUE LUXA FALOU SOBRE MARCOS?

Ainda na mesma coletiva de imprensa de hoje, Luxemburgo continuou falando.

“O
Marcos continua sendo o meu homem de confiança, o capitão do time e
estou contando com ele como referência para a próxima temporada. Eu não
o respeito apenas como profissional, pois ele é bom demais como
goleiro, mas também como pessoa. Eu e toda minha família somos amigos
dele. A conversa que ele teve comigo foi muito legal”, explicou.

“Antigamente,
num acontecimento desses, eu entrava nos vestiários chutando tudo. Hoje
não faço mais isso, e do mesmo jeito que eu amadureci, o Marcos também
vai amuderecer. Pode ter certeza que o Marcos de hoje é melhor do que o
de ontem.”

Luxemburgo acredita que a transparência do goleiro no
momento de dar entrevista só traz prejuízo para ele próprio. “A
imprensa ‘deita em cima’ dele porque ele fala o que vem na cabeça. Isso
não é bom para ele.”

E MARCOS TAMBÉM FALOU!

Ontem
o goleiro Marcos deu sua versão sobre sua atitude no jogo contra o
Grêmio. Falou várias coisas e já foi reproduzido nos principais sites.
Mas acho que duas delas merecem destaque deste blog:

Lado torcedor
“Com
16 anos de clube, eu não consigo ser só profissional. Nunca fiz média
com ninguém. Se a torcida gosta de mim, foi pelas coisas que
conquistei. Foi por ter quebrado a clavícula ao me jogar na bola numa
dividida. Foi por ter deixado de lado uma proposta de 45 milhões do
Arsenal-ING para ficar aqui e jogar a Série B. Eu deixei de agir só com
a razão. Às vezes, faço as coisas com o coração, como um verdadeiro
torcedor. Eu gosto demais do Palmeiras e só faço as coisas para ajudar.
Mas sei que isso às vezes atrapalha.”

Sinceridade
“Acho
que a torcida grita meu nome no estádio porque sou ‘xarope’ (risos).
Minha sinceridade existe desde quando eu me tornei jogador de futebol.
Talvez isso tenha cativado os torcedores do Palmeiras e também dos
outros clubes. Mas, no futebol, talvez não seja bom ser tão autêntico.
Outro dia, falei que o time não jogou bem e fizeram um escândalo.
Distorceram e falaram que critiquei o time. Não fiz isso. Mas como é o
Marcos, é outra história. Já estou me policiando. Nesse último jogo
provei que melhorei um pouco, pois nem entrevista
eu dei (risos).”

NOTA DO BLOG

O
post sobre o Marcos escrito por um corintiano no blog do Lédio Carmona
e reproduzido no 3VV foi enviado a ele hoje no final do dia. Marcos não
é um cara que lê blogs e sites esportivos. Mas lerá o texto e os
comentários escritos para ele.

Saudações Alviverdes!