Categorias
Direto da Fonte

Luxemburgo e a história

Da Redação Geral; Crédito para a imagem: Fabio Menotti
  

O técnico Vanderlei Luxemburgo citou a sua história no Palmeiras para
explicar que a perda da vaga na Copa Libertadores em casa no ano
passado, quando o time perdeu para o Atlético-MG, por 3×1, na última
rodada, faz parte do passado.

“O que aconteceu em 2007 não vai entrar em campo. Já falei para os
jogadores que tudo aquilo é passado e, nesta temporada, nosso
aproveitamento no Palestra Itália é excelente. Não podemos ficar
vendo fantasmas, pois o momento mudou”, explicou.

De fato, Luxemburgo tem razão. No Brasileirão deste ano, o Palmeiras
possui uma das melhores campanhas dentre todas as equipes que
disputam a competição: foram 13 vitórias, 2 empates e apenas 2
derrotas em 17 jogos disputados, aproveitamento de 80,3%.

Os números de Luxemburgo vão além dentro de casa: ele é o único
técnico que já comandou o Palmeiras a ter atingido 100 vitórias no
Palestra, em 122 jogos disputados. Foram apenas 7 derrotas. Atrás
dele, aparecem Luiz Felipe Scolari [92 jogos, 64 vitórias, 19 empates
e 9 derrotas], Osvaldo Brandão [81 jogos, 63 vitórias, 12 empates e 6
derrotas] e Rubens Minelli [67 jogos, 34 vitórias, 25 empates e 8
derrotas].

Em todo o ano, o Palmeiras atuou 27 partidas no Palestra Itália:
foram 20 vitórias [2×1 Ponte, 1×0 Portuguesa, 3×1 São Caetano, 2×0
São Paulo, 5×0 Ponte, 2×1 Inter/RS, 1×0 Atlético/PR, 5×2 Cruzeiro,
2×0 Náutico, 3×1 Fluminense, 4×2 Santos, 1×0 Flamengo, 3×0 Vitória,
1×0 Coritiba, 3×0 Vasco, 2×0 Vasco, 1×0 Áncash, 3×1 Atlético/MG, 1×0
Goiás e 2×0 Ipatinga], 4 empates [1×1 Rio Preto, 0x0 Sport, pela Copa
do Brasil, 1×1 Figueirense e 2×2 São Paulo] e apenas 3 derrotas, para
o Sport, por 3×0, Argentinos Juniors, por 1×0, e Grêmio, por 1×0.

Recorde – e se vencer o jogo deste domingo, Luxemburgo estará
atingindo outra marca histórica pelo Palmeiras: vai chegar à vitória
de número 200 sob o comando do clube.

Em toda a história do Palmeiras, o único treinador a ter atingido e
até ultrapassado esses número foi Osvaldo Brandão, que soma 335
vitórias, 151 empates e 94 derrotas em 580 jogos disputados.

Somando as quatro passagens de Luxemburgo pelo Palmeiras, foram 327
jogos, com 199 vitórias, 70 empates e 58 derrotas. O aproveitamento é
de 68%, o melhor de toda a história do Verdão, na frente de Brandão,
que tem 66% de aproveitamento.

“Quando cheguei ao Palmeiras no começo do ano, falei que dificilmente
perderíamos, pois quem manda aqui somos nós. Nosso aproveitamento é
excelente e espero que, mais uma vez, nossa força em casa se
concretize. Mas, para isso, precisamos jogar e fazer prevalecer a
nossa força.”