Categorias
Notícias

Palmeiras Camp: a experiência num centro de treinamento

Situado a 70 km de São Paulo, no município de Jarinú, está o Palmeiras
Camp. O empreendimento foi lançado esse ano e terá o primeiro grupo de
jovens visitando o local em janeiro agora.

O Palmeiras Camp é um
empreendimento temático voltado para garotos entre 8 e 13 anos e que
provê uma infra-estrutura completa para lazer e principalmente jogar
futebol. Os jovens passam uma semana treinando futebol com alguns
atletas e membros da comissão técnica do Palmeiras, além de
participaram de atividades culturais e de entretenimento.

Usando
a estrutura do Hotel Santa Filomena, são 18 apartamentos triplos e 14
duplos. Restaurante para 100 pessoas, 2 vestiários, piscina olímpica, 2
campos de futebol, quadra poli esportiva, quadra de beach soccer,
parede de escalada e outras coisas mais.

A equipe profissional do Palmeiras já se concentrou nesse hotel, além de outros clubes e mesmo a Seleção Brasileira.

MODELO MJC

O projeto, incubado desde o final de 2007 com Toninho Cecílio à frente, é bastante semelhante ao Milan Junior Camp.
Esse
empreendimento, organizado pela empresa Golden Goal no Brasil, é uma
espécie de franquia Master da marca Milan no Brasil. E acaba
franquiando o modelo para outros parceiros, num total de sete cidades –
Porto Alegre, Florianópolis, Curitiba, São Paulo, Rio de Janeiro,
Salvador e Natal. Aqui o principal objetivo do Milan não está na
geração de receitas mas na expansão da sua marca em novos mercados e
com jovens potenciais fãs.

De acordo com as pessoas que estão envolvidas com o projeto no Palmeiras, o grande diferencial aqui é
que
o Palmeiras está à frente do projeto, inclusive com comissão técnica e
alguns jogadores das categorias de base, diferente do caso do Milan.

O MODELO DO ATLÉTICO PR

Um
modelo pouco conhecido mas que é igualmente interessante é o do
Atlético paranaense. O Atlético oferece clínicas para treinadores e
atletas interessados em aprimorar seus conhecimentos e habilidades.
Esse serviço, utilizando a infra-estrutura do seu Centro de Treinamento Alfredo Gotardi/Caju – já teve a visita de europeus, americanos e asiáticos.

EM
2003 estive conversando com Mauro Holzman, na época Diretor do Clube
dos 13 mas ligado ao Atlético paranaense. Ele me contou sobre esse
projeto, ainda em fase bem inicial. E dizia que tinha pretensões de
gerar para o clube cerca de R$ 1 milhão por ano em receitas.

Analisando o balanço de 2007
do Atlético aparece uma linha de receitas de Centro de Treinamento e
Formação, no valor de R$ 1.468 mil. Não posso ter certeza se essa
receita vem somente desses projetos, mas faz algum sentido.

Aliás, off topic: quem tiver curiosidade vá dar uma olhada no web site do Atlético paranaense.
Veja o que uma gestão efetiva de um site de um time de futebol consegue
fazer. Está muito, muito na frente do site da SE Palmeiras.

E O PALMEIRAS CAMP?

Diferente do Atlético o Palmeiras Camp é voltado para o torcedor. Tende a ser mais efetivo para a formação de jovens fãs.
Além disso serve para reforçar nossa marca com nossos jovens
palmeirenses, que vivencia a  experiência de um jogador de futebol
durante alguns dias de treinamento. E isso convenhamos é bem legal!

Ainda há vagas para o primeiro evento – em 17 de janeiro – e o endereço para contato é http://www.palmeirascamp.com.br/contato.php.

Ouvi
alguns torcedores reclamando de preço. Não sei qual o valor mas
geralmente esse tipo de projeto não tem preços muito populares, mas
constuma ter uma relação custo-benefício bem favorável.

Quem for ou enviar o filho deixa depois seu depoimento aqui nos comentários para dizer o que achou.

Saudações Alviverdes!

2 respostas em “Palmeiras Camp: a experiência num centro de treinamento”

Os comentários estão desativados.