Categorias
Futebol com Números

Problemas no mundo-do-faz-de-conta?

Por Luís Fernando Tredinnick
Divulgação autorizada mediante explícita citação do autor e do blog Terceira Via Verdão

Pois
é amigos, neste final de campeonato em que brigamos para carimbar o
passaporte para a Libertadores e nós esperamos que a Justiça Divina
resolva aparecer na disputa do título, vale muito a pena falar de um
assunto que talvez não tenha tido a repercussão devida na mídia.

Os
nossos colegas do São Paulo admitiram que este ano que terão um déficit
de pelo menos R$ 12 milhões. Oh, estupefação geral! Como isso foi
acontecer?

O mais divertido é saber fazer contas: em 2006 e 2007
o time fechou com lucro de R$ 2,5 e 3,8MM respectivamente. Quer dizer
que bastou um ano “ruim” e os três anos em que eles ganharam quase
tudo, tiveram um prejuízo acumulado de R$ 5,7 MM.

Pensem bem, se
o “time-melhor-administrado-do-país” (erro dos jornalistas, pois eu já
disse que o Internacional é o clube melhor administrado) sendo muito
vitorioso não consegue ganhar dinheiro em três anos, o que se pode
esperar dos demais clubes?

OK, A COISA NÃO É BEM ASSIM

Bom,
precisamos ter um mínimo de bom senso também na hora de fazer as
críticas. O resultado do ano passado do São Paulo do ano passado teve o
efeito do reconhecimento das dívidas do Timemania. Sem esse efeito o
resultado seria um lucro de R$ 33,8 MM, o que nos levaria a um lucro de
mais de R$ 24MM nos últimos 3 anos, com uma média de R$ 8,1MM de lucro
em cada ano. Lucro, sendo que a maioria dos clubes apresenta prejuízo,
mas um lucro pequeno em porcentagem da receita para um clube tão
vitorioso.

E A VENDA DE JOGADORES?

Mas
o lucro veio basicamente da venda de atletas. Em 2007 venderam R$ 76MM
e em 2006 venderam R$ 22MM. Em 2008 apenas R$ 3MM pelos 20% que detinha
dos direitos do jogador Alex Silva que foi para o Hamburgo. Hummm…

Ou seja, sem a venda de jogadores o clube teria um prejuízo de R$ 76,7MM acumulado nos três anos. Ora, ora, não é que é um clube como todos os outros?

O DÉFICIT É ESSE MESMO?

Pelas
minhas estimativas, o déficit está mais para R$ 25 MM do que para os 12
anunciados. Estimo que o clube deva fechar o ano com receitas próximas
de R$ 120MM, considerando-se que não vai haver venda de jogadores, e as
despesas devem continuar no patamar do ano anterior, cerca de R$ 140MM
(acho que com a contratação do Adriano, Carlos Alberto e Cia., os
custos talvez sejam ainda maiores).

Se minha estimativa estiver certa, o lucro acumulado nos três anos cai para R$ 11MM, menos de 3% da receita….

Talvez
isso explique porque o time não investiu em contratações durante a
Libertadores e tampouco para o campeonato brasileiro. Ou será que
existem outros gastos que impedem o clube de investir na contratação de
jogadores? Alguém arrisca um palpite?

E olha que interessante: o
Palmeiras esse ano deve chegar a uma arrecadação de uns R$ 105-110MM,
se aproximando muito da receita do adversário! Se trabalhássemos de
forma correta, nossas receitas seriam MAIORES! Vale lembrar que ano
passado a diferença foi mais do que o dobro para o nosso vizinho de
muro: 88 vs 190

E AS PERSPECTIVAS?

Não
devemos subestimar a capacidade desse clube de se re-inventar. Mas,
pelo que os números dizem, a estrutura de gastos do clube está muito
inchada! Como aparentemente eles só têm o Hernanes à venda, e ainda
assim existem dúvidas sobre que porcentagem realmente pertence ao
clube, as previsões não são as mais otimistas. Caso eles tenham uma má
campanha na Libertadores e no Brasileirão, as coisas realmente podem se
complicar.

Também existe uma série de coisas inexplicáveis: o
fato do lateral-esquerdo Júnior estar lá encostado há muito tempo e
continuar no clube, a participação do Juan Figuer e de outros
empresários nos jogadores do clube, os últimos episódios com a venda de
ingressos falsos e suposta invasão do estádio….

Tudo o que leva a crer que o mundo-do-faz-de-conta não é tão cor-de-rosa quanto a imprensa acredita!

Ou será que o castelo-de-cartas está finalmente caindo???

ENTÃO?

Eu
diria que o time do Jd. Leonor ainda é um dos melhores alunos da classe
(o Internacional é o melhor), mas é um aluno nota 4 onde a média é 5.
Felizmente para eles, a maioria dos demais alunos é nota 1,5.

Sei
que o Palmeiras ainda precisa melhorar muito, mas pelo menos não
devemos ter que escutar essas besteiras sobre o mundo-do-faz-de-conta!

Ah, o meu curso de finanças para jornalistas continua com inscrições abertas!

Saudações AlviVerdes

*Luís Fernando Tredinnick escreve todas as sextas-feiras no 3VV, explicando a quem
conhece e também a quem não conhece os números no futebol.