Categorias
Arenas

Série Arenas – concluindo área de autoridades e jogadores

Da Série Arenas Esportivas 
Recomendações e Exigências Técnicas FIFA
  
Por Claudio Baptista Jr.*  

 

Pessoal,
 

Antes de tudo, um ótimo Natal a todos.
 

Hoje terminaremos a 5° parte do documento da FIFA que fala sobre Autoridade e Jogadores falando dos itens 5.6– Sala do comissário da partida, 5.7– Espaço de controle de dopagem e 5.8– Vestiários dos gandulas.

Segue em negrito o posicionamento dos temas desta publicação perante o conteúdo total:

1- Decisões preliminares,

2- Segurança,
3- Orientação e estacionamentos,
4- Áreas de jogo,
5- Autoridades e jogadores,

5.1– Acessos aos Vestiários,
5.2– Vestiários e Sanitários,
5.3– Acesso ao gramado desde os espaços reservados às equipes,
5.4– Sala de primeiros socorros e enfermagem,
5.5– Áreas de aquecimento,
5.6– Sala do comissário da partida,
5.7– Espaço de controle de dopagem,
5.8– Vestiários dos gandulas,

6- Espectadores,
7- Hospitalidade,
8- Mídias,
9- Iluminação e alimentação elétrica,
10- Telecomunicações e espaços complementares.

5.6 – Sala do comissário da partida.

Localização: próximo ao vestiário das equipes e dos árbitros, de preferência com acesso direto a estes.

Tamanho mínimo: 16m².

A sala do comissário da partida deve ser equipada de um escritório com mesa e três cadeiras, um armário a chave, um telefone com linha externa e interna, um fax, uma copiadora e um televisor. O banheiro deve conter um lavado com espelho e sanitário.

5.7 – Espaço de controle de dopagem.

Todo estádio deve dispor de uma área de controle de dopagem constituída de uma sala de espera, de uma sala de testes e sanitários, todos adjacentes.

Localização: próximo ao vestiário das equipes e dos árbitros, e fora do acesso do público e da mídia.

Tamanho mínimo: 36m² (compreendendo os banheiros, a sala de teste e a sala de espera)

A área de controle de dopagem deve ser munida de sistemas de ventilação e ar condicionado e aquecimento central, solo antiderrapante, higiênico e de fácil manutenção, e bem iluminada.

A sala de teste deve possuir um escritório com quatro cadeiras, um lavabo com espelho, um telefone com linha externa e interna, um armário a chave para os recipientes das amostras.

Banheiros.

Localização: na proximidade imediata da sala de teste com acesso livre e privado, e para duas pessoas. Os banheiros devem conter um sanitário, um lavabo com espelho e uma ducha.

Sala de espera.

Localização: adjacente á sala de teste.

A sala de espera deve ter cadeiras para ao menos 8 pessoas, um refrigerador e um televisor.

Vejam abaixo um layout proposto para esse espaço.

5.8 – Vestiários dos gandulas

Tamanho mínimo: 40m² (para os dois sexos)

Cada vestiário deve conter dois banheiros, dois lavabos e duas duchas.

O documento termina esta parte apresentando novamente uma tabela com o detalhamento dos espaços citados através das suas necessidades e capacidades.

São mencionadas ao todo na tabela 27 áreas subdivididas entre 1 – Área de jogo, 2 – Vestiários, 3 – Instalações médicas e 4 – Controle de dopagem.

Vamos reproduzir abaixo apenas o primeiro item de cada subdivisão para que possamos nos atentar sobre a forma de apresentação e seu conteúdo.

Pelo feriado de Natal e Reveillon daremos um tempo. Retornaremos agora no dia 8 de janeiro, iniciando  a 6ª parte do documento que fala sobre os Espectadores.

Feliz Natal a todos e uma ótima passagem de ano.

Abraço,
Claudio Baptista Jr.
—-
*Claudio Baptista geralmente publica seu post às 5as; excepcionalmente, pela semana de Natal,
estamos publicando antecipado o artigo desta semana.
Este post é baseado em documento da FIFA que fala sobre recomendações e exigências
técnicas para arenas esportivas, com adaptações falando das arenas brasileiras;
reprodução permitida mediante  explícita divulgação do autor do texto, do site da FIFA e
do blog Terceira Via Verdão e seu link.