Categorias
Direto da Fonte

Lenny marca e desabafa

A noite desta terça-feira, no Palestra Itália, coroou definitivamente
o bom início de temporada do atacante Lenny, que marcou seu primeiro
gol com a camisa do Palmeiras na vitória de 3×0 sobre o Marília.

“Estava sentindo que o gol estava próximo. O Diego Souza fez o passe
para mim e, na hora, pensei em chutar firme, pois o campo estava
molhado. Peguei de esquerda e felizmente a bola entrou. Deu vontade
de chorar. Tirei um peso das costas, e só eu e minha família sabiam o
quanto eu estava esperando por esse momento.”

Lenny lembrou que começou bem o ano, e admitiu que a pré-temporada
foi fundamental para o seu rendimento atual.

“Eu trabalhei muito forte na pré-temporada em Atibaia. Sabia que essa
era a minha verdadeira chance. Ainda errei um pênalti num jogo-
treino, mas sabia que algo estava reservado. Quero manter os pés-no-
chão para continuar mantendo as boas atuações.”

Além de dedicar o gol para os familiares, o atacante lembrou de uma
pessoa que, segundo ele, foi importante para readquirir a confiança
em 2009.

“Devo muito ao Vanderlei [Luxemburgo]. Quando todos davam como certa
a minha saída do Palmeiras, ele apostou em mim e deu essa chance”,
explicou, reconhecendo como positiva as cobranças que vem recebendo
do comandante. “Tudo o que o Vanderlei fala eu levo para o meu bem.
Se ele me cobra mais do que os outros, é porque sabe que pode confiar
em mim. Continuarei crescendo muito com ele.”

O camisa 19 do Verdão também revelou que espera esquecer 2008 e
pensar em vida nova. “Foi um ano muito ruim, quero esquecer. Não fiz
gols, tive poucas chances. Mas jamais desaprendi de jogar futebol.
Tenho potencial e sabia que, mais cedo ou mais tarde, eu conseguiria
render aquilo que eu sei. Essa noite foi muito especial e eu espero
que, a partir de agora, só coisas boas aconteçam na minha vida.”