Categorias
Notícias

Uma avaliação do momento atual da Campanha para Presidente

Por Vicente Criscio

A campanha de Luiz Gonzaga Belluzzo para a Presidência da SE Palmeiras está em campo. Desde o dia 5 de janeiro, quando o Professor retornou de suas férias, uma série de encontros estão sendo realizados com os conselheiros palmeirenses para apresentar a campanha, discutir o plano de Governo e, naturalmente, pedir votos.

Na segunda-feira, dia 19, em um churrasco na residência do candidato a Vice Presidente, Salvador Hugo Palaia, 100 conselheiros estiveram presentes. Alguns mais entusiastas afirmam que chegou a 150.

Nesta terça-feira, dia 20, outro evento no Jardim di Napoli reuniu também cerca de 100 conselheiros.

De acordo com pessoas ligadas à Campanha do Professor os conselheiros recebem bem as suas propostas. Mesmo a publicação da matéria no Esporte IG da segunda-feira, falando sobre o depósito de R$ 200 mil feito na conta de Gilberto Cipullo, candidato de Belluzzo à Vice-Presidência, não parece ter afetado a tendência de votação. Pelo contrário, para muitos conselheiros causou indignação. Melhor assim.

SURPRESA E SIMBOLISMO

A única surpresa percebida foi a composição das chapas. Explicando melhor, o Professor Belluzzo concorre com Roberto Frizzo à Presidência. E cada Vice-Presidente concorre diretamente com o  Vice-Presidente do lado oposto.

A chapa da situação, encabeçada por Belluzzo, fez o registro da candidatura um dia antes da data final. No dia seguinte o grupo do candidato Roberto Frizzo registrou a ordem dos candidatos a Vice-Presidente. Coincidência ou não, pela ordem, Mario Giannini ficou na mesma linha que Gilberto Cipullo. Ou seja, a disputa para essa vice presidência será entre eles.

Não que o cargo de Vice-Presidente seja tão importante. Já falamos anteriormente que o sistema de Governo no Palmeiras é Presidencialista, ou seja, o Presidente manda e os Vice-Presidentes saem na foto. A Diretoria é composta por quem o Presidente indica e não o obriga a colocar seus vices em cargos executivos.

Entretanto o simbolismo aqui para mim é muito claro. Até o final do ano tanto Cipullo quanto Giannini eram cotados para sairem como candidatos a Presidente. E seguramente ambos ainda têm essa pretensão para um futuro próximo. Um embate agora colocará o perdedor praticamente fora da disputa para a eleição de daqui a dois anos (Belluzzo já afirmou que não tentará a reeleição).

Ou seja, o Conselho da SE Palmeiras nesta próxima segunda-feira votará no mandatário do presente, mas também na tendência futura da gestão da SE Palmeiras.

E QUAL A TENDÊNCIA ATUAL?

Não há tendência definida. Partidários de Belluzzo afirmam que ele tem cerca de 30 votos de vantagem. Eu cheguei a chutar, antes do início da campanha, que Belluzzo venceria com 50 votos de vantagem. Mas não perguntei (ainda) a partidários de Frizzo qual a projeção que eles fazem. Seguramente eles devem afirmar que o candidato oposicionista tem mais votos que o Professor.

Deste lado do muro continuamos acreditando que Belluzzo, se eleito, fará um dos melhores mandatos que um Presidente já teve no Palmeiras. Menos por sua visão pragmática e voltada à profissionalização do futebol. Mas muito mais pela capacidade que o Professor tem de se cercar de pessoas competentes e saber delegar sem abdicar do seu papel.

Nós acreditamos nisso! Esperemos que os conselheiros da SE Palmeiras também acreditem e votem corretamente no dia 26 de janeiro.

É esperar para ver.

Saudações Alviverdes!
Em 2009 vamos juntos.

10 respostas em “Uma avaliação do momento atual da Campanha para Presidente”

Seria extremamente brochante a volta do Mustafá ao poder. Isso porque essa conversa mole do Frizzo não me engana. Até lá pra maio, quando as obras da Arena deveriam estar engrenadas, certamente o Frizzo já terá chegado a um acordo com a WTorre para rescindir o contrato.

Mas os numeros que voce apresentou Vicente,a tendencia e que seja isso mesmo,eu acho dificil ter uma grande mudança nesse quadro.

Bota complicação nessa guerra de poder. Apesar da importância da votação, creio ser normal que alguns conselheiros não compareçam (velhice, doença, viagem etc.). Esse fato não deve alterar em nada, mas o tal cheque para o Cipullo deve causar estragos entre os candidatos a vice na chapa da situação. Nessa altura, todos os conselheiros devem saber que somente um membro da diretoria (financeira?) poderia ter acesso e copiar o cheque em questão, nominal, e antes do depósito. O Cipullo disse que se fosse “quem ele estava pensando” seria um caso pessoal. De qualquer forma, é um fato enigmático.. A torpeza do golpe, planejado há quase um ano (data e fotocópia do cheque) mostra que temos ainda um longo caminho a percorrer e muitos obstáculos e entulhos a serem removidos para a redenção do nosso querido Palmeiras. Apesar de tudo, ainda sou muito otimista.

Sergio obrigado pela informação, principalmente sobre a visão do lado do Frizzo. Os conselheiros agem e decidem influenciados de forma diferente daquela que pensamos. Por isso a mobilização até o último minuto é importante. Sei que pessoas ligadas à campanha de Belluzzo lêem o blog. Espero que vejam seu comentário. Abraços,

Quem sao esse conselheiros independentes,os em cima do muro e os nao definidos.O que tem se comentado tanto na Midia Palestrina e na comunidade do Palmeiras no Orkut,e que o Belluzzo tera 60% e Frizzo 40% dos votos.Sao 289 conselheiros a tendencia e que no maximo 6 votem branco ou nulo,sobrariam entao 283,pelas minhas contas o Belluzzo deve ter 160 votos e o Frizzo 123.Nao sei se esta certo mas e a minha opiniao.

Se posso colaborar, tenho as seguintes informações:

– realmente haviam 110 pessoas no estacionamento (não foi na casa dele) do Palaia, mas somente 90 eram conselheiros;

– haviam 20 / 25 conselheiros convocados para comparecerem no Jardim de Napoli, nesta 3a feira

A mensagem do candidato tem que ser dirigida aos conselheiros e não para o público. Estão assessorando mal o candidato da situação.

Frizzo afirma que tem 10 a 15 votos de vantagem.

Alguns mais empolgados dizem que a Chapa da Situação tem 145 votos garantidos. Acho exagero.
Temos não mais do que 10 de vantagem, o que nã é confortável.

Pessoalmente, acho que se o voto não for na chapa inteira, corremos sérios riscos de perder alguns cargos, inclusive a Presidencia, o que nos levaria a um caos administrativo com as duas correntes brigando pelo comando.

O clima de “já ganhou” é precipitado e enganoso. Os conselheiros mais velhos costumam mudar o voto em cima da hora quando isso acontece. Tem que ganhar nas urnas e com a chapa inteira.

Uma possivel vitória de Belluzzo com derrota no COF, leva a uma administração igual ao 1o mandato de DM. O COF bloqueava todas as ações ou tentativas de melhoria, pq tinha maioria da oposição.

Srs, o jogo de xadrez é bem mais complicado de que parece.

Mas, com firmeza e insistencia, venceremos.
Abraços

Belluzo vence, não tenho dúvidas.

Mas acho que o Cipullo perde pro Giannini (se o Della Monica não apoiar efetivamente), como ocorreu na eleição dos vitalícios.

Carlos vamos lá, posição estimada no início da campanha:
– Situação (inclua aí votos de Muda Palmeiras, Della Monica, Cyrillo e Palaia): 151
– Oposição: 111
– Independentes (podem votar para qualquer lado, mas tendem a ser contra Mustafá): 10
– Em cima do muro (esses são perigosos): 13
– Não definidos: 4
Total 289 votos. Mas veja, isso é uma estimativa de ANTES da campanha. Agora não tenho mais essa estimativa por conta de negociações que devem acontecer entre candidatos e forças políticas. Abraços,

Obrigado pelas suas informaçoes.Embora voce nao queira falar em numeros.Quantos votos tem o Belluzzo e o Frizzo nesse momento?Abraços!!!!

Os comentários estão desativados.