Categorias
Direto da Fonte

Wendel comemora retorno

Da Assessoria de Imprensa; Crédito para a imagem: Fabio Menotti
 
Depois uma ótima passagem por emprésimo pelo Santos no último
Campeonato Brasileiro, o volante Wendel está de volta ao Palmeiras.
Cria do clube e com mais de 100 jogos vestindo a camisa alviverde, o
jogador não escondeu a felicidade com o retorno, em entrevista
coletiva concedida nesta quarta-feira, em Atibaia.

“Só tenho a agradecer ao Santos, que me acolheu tão bem. Fui muito
feliz por lá. Mas o Palmeiras é a minha casa. Fui praticamente criado
aqui e estava com saudades. A torcida gosta de mim, e espero que esse
meu retorno seja para ficar”, afirmou.

O jogador deixou claro que em nenhum momento ficou magoado por ter
deixado o clube, após a conquista do Paulistão.

“De maneira alguma, pois entendi que se tratava de uma opção tática,
e não pessoal. Essas coisas acontecem no futebol. A oportunidade de
atuar pelo Santos foi boa para mim, pois joguei e consegui ser ainda
mais valorizado. A gente sempre fica mais maduro e experiente quando
busca outros ares. Hoje, me sinto mais preparado.”

No seu retorno, Wendel não esconde que vai brigar pela titularidade
na equipe. “Não poderia pensar de outra maneira. Vou treinar e
respeitar bastante os meus companheiros, como sempre fiz. Mas tenho
como objetivo ser titular. Acho que esse é o pensamento de todos que
estão aqui.”

O lateral palmeirense também respondeu sobre eventuais interesses de
clubes brasileiros por seu futebol, mas avisou que o pensamento está
voltado para o Palmeiras.

“Sinceramente, não estou sabendo de nada. Mas fico feliz que outros
clubes tenham se interessado por mim. O que posso dizer é que sou um
funcionário do clube e estou totalmente concentrado no trabalho.”

Wendel possui 102 jogos pelo Verdão, e completou 100 jogos com a
camisa palmeirense na vitória de 2 a 1 sobre o Internacional, no dia
18 de maio de 2008, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro.

O primeiro jogo de Wendel com a camisa alviverde aconteceu em 26 de
abril de 2006, no empate em 1 a 1 com o São Paulo, no estádio
Palestra Itália, pela Copa Libertadores.

Em 2007, o jogador foi o que mais entrou em campo pelo Verdão, tendo
disputado 51 dos 60 jogos da temporada. Em 2008, Wendel realizou 20
partidas.