Categorias
Italiano

LEGA CALCIO: 20, 21 e 22^ Giornata

O post de hoje sobre a LEGA CALCIO acumula as rodadas 20, 21 e 22.

Saudações Alviverdes!


Por Carmine Pacielo*

* Amici miei, a rodada n° 22 foi propícia ao Milan que aproveitou do tropeço da Juventus e voltou à vice-liderança ao derrotar a Lazio (3 x 0) em pleno Olimpico. A boa prestação de Kakà & cia legitima a triade rosso-nero (Berluska, “tio Fester” Galliani e Ancellotti) a sonhar com a “operação enganchamento” … quer dizer: eles esperam chegar ao derby, rodada n° 24, com apenas 3 pontos de descolamento que, é claro, seriam anulados com a vitória sobre a Inter. Isso hipotizzando, 7 dias antes, ou seja na rodada n° 23, a derrota da Inter contra o Lecce e a vitória do Milan em um jogo de toda tranquilidade contro o fraco time da Reggina. Vamos ver!

* Então o time está em alta, melhorou no rendimento físico e, sobretudo se apresenta mais equilibrado taticamente graças ao emprego de Beckham. Contra a Lazio – time com rendimento em baixa pois acumulou 3 derrotas em seguida além de 10 gols em passivo – o Milan conseguiu a 2^ vitória externa sem sofrer, com calma, contendo os ataques dos “aquilotti” (aguiotos) nos primeiros 25 minutos para depois atacar e ganhar o jogo.

* Isso oferecendo ao Ronaldinho o 4° banco consecutivo! O ponto è que (como já declarei) o pragmático Ancellotti, desobedecendo as ordens do chefe Berlusconi, que quer ver o Circo Medrano (famoso circo italiano) no gramado, aposentou Ronaldinho, cuja presença limita o raio de ação de Kakà e, sendo praticamente parado, obriga alguem a correr o dobro. O Spice boy, pelo contrário deu a correta compensação ao time, um equilíbrio que não prevê a presença do gaúcho. Não por acaso o Milan trabalha para fazer ficar o ingles que, emprestado do Galaxy, deve voltar em Los Angeles ao fim de março.

* A Inter tinha a possibilidade de ampliar ainda a vantagem em relação aos rivais diretos mas esbanjou essa fortuna. Tudo parecia já escrito com o Torino na qualidade de vítima sacrifical. Então os nero –azzurri, em falta injustificada, se condenaram à flagelação pois jogaram um 1° tempo como eunucos, jogando com desantenção e errando passes infantis; só na segunda parte tentaram ganhar o jogo que, por sinal, foi comprometido do Julio Cesar que na inócua cabeçada do atacante grená foi às borboletas. Com certeza esse empate deixou um sabor amargo a Mourinho.

* O time do momento è o Cagliari, que feitas as devidas proporções, joga atualmente um futebol estilo Barça, um futebol coletivo de ataque com um meio-campo propositivo e 2 pontas mais o brasileiro Jeda como ponta de lança. Jà deu trabalho ao Milan, ao Napoli e à Roma e se confirmaram contra a Juventus ganhando o jogo de virada e com pleno mérito. A Juve parece estar sem força, sem ritmo, como se conseguiu o máximo esforço psico-físico ao tentar diminuir o prejuizo em relação à Inter e caiu exausto a um milímetro do líder.

* O mercado das transferências europeu parou sem negócios importantes. O motivo? A grande crise financeira que atropela o mundo inteiro. Vou lembrar apenas a volta de Keane ao Tottenham, que Jô passou ao Everton enquanto os citizen prelevam o bom goleiro irlandes Given do Newcastle e que o Arsenal pegou o russo Arshavin. O mc Tymochuck foi ao Bayern Monaco e Ricardo Oliveira acertou com o Betis de Sevilha. E como boatos, fala-se de Rafa Benitez como novo técnico do Real que terá no gramado o argentino Tevez.

* Sem grana também o mercado italiano foi muito limitado e na maioria dos casos os negócios foram feitos por empréstimos: o Milan tomou os defensores Thiago Silva e Felipe Mattioni; a Sampdoria trocou Bonazzoli com Pazzini; também a Fiorentina adquiriu por emprestimo o zg lusitano Da Costa enquanto deu o zg argentino Botinelli ao San Lorenzo de Almagro e o mc Gasbarroni ao Torino que tomou tambem o zg Dellafiore do Palermo. Palermo que comprou o passe do atacante Hernandez do Penarol. Dois zg emprestados a Roma: do Lecce (que tomou Edinho do Internacional) vem Diamoutene; da Udinese o bom Motta. Em fim ao meu aviso o melhor negócio: Jesus Datolo do Boca Jr. ao Napoli.

* Resolvido o equívoco Quaresma. O lusitano foi emprestado de graça ao Chelsea de Felipão, portanto è lícito creer que Drogba será apresentado em junho como reforço da Inter (junto com o Essien, outro pupilo de Special One?). O espaço deixado por ele permitirá a Mancini e ao jovem Balotelli ter maiores possibilidades de mostrar a própria técnica e isso è a única nota positiva considerado que o português foi contratado a peso de ouro (25 ml. de €uros) e foi o “flop” do ano. Mas esse negócio foi bom até para ele pois no Chelsea vai reencontrar outros compatriotas além do técnico que o valorizou na seleção nacional e confia nele. Deste modo terá o segundo debate para demonstrar todo o seu valor.

* Ciao, Carmine.

§ Amici miei, vamos fazer o punto da situação do campionato italiano depois da disputa das rodadas nn° 20 & 21, jogadas disputatas em curta distancia entre si!

§ A rodada n° 20 confirmou em prática quanto deduzido na rodada precedente ou seja o descolamento da Juve de apenas 3 pontos respeito a Inter, guia do torneio, enquanto o Milan, com um Kaká em estado de graça (e, sobre tudo, não limitado com a presença de Ronaldinho) consolidava o 3° lugar após golear o Bolonha.

§ Isso apesar que, na melhor tradiçao, a Juve “roubou” os 3 pontos do desafio contro uma brilhante Fiorentina (e com uma prova super de Felipe Melo que sacramentou a chamada de Dunga) que foi – duramente penalizada – pelo juiz Saccani (imediatamente suspenso) que cometeu erros toscos ao anular um gol ao atacante Gilardino e não conceder um penalty sobre Jovetic.

§ A remontagem da Roma continuou com uma importante vitória sobre um – irreconhecível Napoli. Tambem sem Totti o time de Spalletti jogou uma boa partida (superba a prestação de De Rossi) apesar que o gol de Mexes è em evidente posiçao de off-side; a queda de produção dos azzurri, pelo contrário, compromete a luta para o 4° lugar e o povo napoletano inicia a protestar pois deseja maiores investimentos do presidente. Enfim quer campeões jà consagrados como Aguero, Diego ou Tevez.

§ Na tarde de domingo, depois da complicada vitória da Inter sobre a Sampdoria (com inclusive a expulsao de Mourinho por protestos) onde Adriano, além do gol, foi autor de uma boa prova mas tambem do soco a um zagueiro no melhor estilo Tyson, asneira que lhe custou 3 jornadas de parada (atè quando imperador?) tudo deixava crer que em breve se assistiria a uma troca no comando do campeonato.

§ Nada de mais errado. A rodada de quarta-feira cimentou a Inter na guia após a derrota (2 x 1) da Juventus e o empate caseiro do Milan (1 x 1) contra o Genoa.

§ Os nero-azzurri empenhados fora de casa no difícil jogo contra o Catania ganharam na base de uma forte determinação e monstraram que a ligeira crise vivida nas rodadas precedentes com queda de produção e, claro, de pontos, foi superada. Essa vitória (a n°15 sobre um total de 21 jogos disputados) foi fundamental pois a vantagem sobre a Juventus se dobrou enquanto os “galacticos” foram destacados de 8 pontos: a viagem no campeonato è longa e tudo pode ainda acontecer mas essa foi uma das melhores jornadas dos interisti nesta estação. O jogo viu a forte pressão da Inter que já ao 5° realizou com uma bela finalização de Stankovic sobre assist de Cruz. Ibrahimovic poderia ter feito logo o 2 x 0 mas o chute se estampou na trave. O Catania reagiu e conseguiu empatar mas o gol foi anulado por jogo violento do atacante siciliano. Outro episódio duvidoso foi a expulsão de Muntari que deixou a Inter em 10 e exposta aos ataques do Catania que constringiu os interisti na defesa. No 2° tempo porém a Inter administrou a vantagem e ainda fez o 2° gol com Ibra, o destaque no gramado junto com Cambiasso que confirma ser um elemento essencial.

§ Passo em falso da Juventus, sem Del Piero, que è derrotada da Udinese, que, reencontrados os automatismos e os verticalismo das jogadas, foi superior e volta a vencer depois de 11 rodadas. Nedved è simplesmente inexistente e o inteiro meio campo è sempre em dificultade; o mesmo Amauri, em jejum da 4 rodadas demostra de estar cansado e não combina nada!

§ A Roma sofre muito mas consegue a 4 vitória consecutiva contra un lindo Palermo que não merecia ser derrotato. Voltou Totti, claramente não ao topo mas sempre fondamentale enquanto o defensor Panucci pediu de ser cedido a ter grandes divergências com o técnico Spalletti!

§ Com um aveludado chute de falta Beckham ilude o Milan de ter obtenido o 9° sucesso consecutivo em S.Siro sob os olhos de Capello que veio próprio ad observar o Spice boy. L’ ingles joga bem mas è um Milan anônimo, modesto, o mesmo Kakà nao è nunca perigoso enquanto os outros são embaraçados. Do outro lado Milito se confirma um craque! Ele mantém sozinho todo o ataque, cada bola recebida torna-se una arma letal e de facto antes de empatar obriga Abbiati a um milagre.

§ Ciao, Carmine.

*Carmine Paciello escreve sempre às 4as feiras
no 3VV falando sobre o Campeonato Italiano e
o futebol europeu

Uma resposta em “LEGA CALCIO: 20, 21 e 22^ Giornata”

Estou torcendo tanto para a Juventus…… mas ela consegue perder em casa para Cagliari!!!!!….. assim fica difícil.

Os comentários estão desativados.