Categorias
Direto da Fonte

Palmeiras retorna e pensa na Portuguesa

O Palmeiras chegou na manhã desta quinta-feira (19) no Brasil, após
7h de voo de Quito, e já se reapresentou nesta tarde, na Academia de
Futebol. Os jogadores que iniciaram atuando contra a LDU realizaram
atividades leves, seguido de hidromassagem. O restante do grupo,
incluindo o goleiro Marcos, participou de um trabalho com bola em
campo reduzido. O novo reforço, Marcão, fez um trabalho físico em
separado com o auxiliar de preparação, Anselmo Sbragia.

Os atletas, que concederam entrevista no desembarque no Aeroporto
de Guarulhos, afirmaram que todos já estão pensando no duelo deste
sábado, contra a Portuguesa, no estádio do Canindé.

“Não perdemos o foco e nem a motivação. Sabíamos que a derrota
poderia acontecer e ela veio num momento aceitável, quando podemos
buscar a reação. O time está bem concentrado e queremos manter a
liderança do Paulistão”, afirmou o meia Diego Souza.

Para o atacante Keirrison, o Verdão terá que superar as dificuldades
caso queira obter um bom resultado neste sábado.

“Sabemos que é sempre muito difícil encarar a Portuguesa em seu
estádio. Também vamos ter que superar o desgaste da viagem de volta
do Equador. Mas acredito que estamos preparados e vamos usar da
vontade para passar por cima desses obstáculos.”

O goleiro Marcos também manteve um discurso de tranqüilidade quando
falou sobre o atual momento da equipe. “Foi uma derrota aceitável.
Fizemos um jogo bom e encaramos de igual para igual um adversário
forte e que vinha embalado”, disse, citando também o lance que
originou o segundo gol da LDU.

“Minha atuação foi normal. Fiz duas boas defesas no primeiro tempo e
outra no segundo. Esse lance que originou no gol deles acontece com
qualquer goleiro. Foi mais falha de comunicação. Além disso, não
estava mal fisicamente, nem ruim da gripe. Já estava recuperado. Não
tem o que ficar inventando”, explicou.

O camisa 12 afirmou que o time precisa manter a concentração, pois o
jogo de sábado, diante da Portuguesa, será tão difícil quanto a LDU.

“Não vai ser fácil. A Portuguesa vive um ótimo momento, é a quarta
colocada do Paulistão e está com o Mário Sérgio, que é um excelente
treinador e sabe motivar seus atletas. Vamos jogar fora de casa e as
dificuldades serão as mesmas do jogo em Quito. Mas não podemos
perder a concentração e contamos com o apoio do nosso torcedor no
Canindé.”

Nesta sexta-feira (20), a equipe volta a treinar no período da
tarde, às 16h, na Academia de Futebol, dia em que o técnico
Vanderlei Luxemburgo concederá entrevista coletiva.