Categorias
Direto da Fonte

Palmeiras treina completo em Sucre

A delegação que estava no Brasil se integrou ao restante do elenco nesta terça-feira e realizou o último treino antes da partida contra o Real Potosí, que acontece nesta quarta-feira, às 21h [23h de Brasília], em Potosí.

Após algumas corridas ao redor do gramado, o técnico Vanderlei
Luxemburgo comandou um trabalho tático de posicionamento dos atletas, dando ênfase às jogadas de bola aérea. Foi treinado exaustivamente cobranças de tiro de meta, faltas e cruzamentos.

O time titular treinou com Bruno; Edmilson, Danilo e Maurício Ramos;
Fabinho Capixaba, Pierre, Cleiton Xavier, Diego Souza e Pablo
Armero; Willians e Keirrison. O time foi confirmado por Luxemburgo,
que também comentou sobre os efeitos da altitude.

“O que tinha que ser feito, foi feito. Para jogar na altitude não
existe milagre. Para ter uma preparação adequada, é necessário
chegar pelo menos 15 dias antes, e isso é impossível. Fizemos o
planejamento antecipado e o elenco está bem. Uns sentiram dor de
cabeça, outros um cansaço maior, mas isso é ótimo, pois eles vão
chegar preparados para o jogo”, explicou.

O treino começou sob uma temperatura de 30º, mas ao término dasatividades caiu uma leve chuva no estádio Pátria, deixando a
temperatura em torno dos 20º. A imprensa local estava presente e conversou com o goleiro Bruno, o zagueiro Edmílson, os meias Diego Souza e Cleiton Xavier e o atacante Keirrison.

Pela primeira vez atuando na altitude e estreando na Libertadores,
Bruno afirmou que se sente tranqüilo e que o grupo está preparado.

“O primeiro dia foi o pior, pois estávamos nos adaptando. Agora está
tudo bem. Não adianta ficar pensando muito na altitude. Temos que
encarar as dificuldades e entrar em campo com o pensamento voltado
só para o jogo.”

O volante Edmílson voltou a dizer que a diferença de gols obtida na
primeira partida deve ser utilizada com inteligência pela equipe.

“A vantagem é muito boa e devemos utilizá-la com inteligência. O
jogo tem 90 minutos e, independente disso, devemos fazer aquilo que
estamos acostumados, imprimindo uma forte marcação e jogando com
velocidade.”