A C0rn3t4 do Cun10 – Cutucando a onça com vara curta

Por Alberto Cun10

Horda alviverde, há dias em que temos que colocar as coisas em pratos limpos e esta semana serviu para que eu ficasse remoendo minha cuca com um assunto inquietante, mas que precisa ser discutido.

Muito se falou a cerca da renovação do contrato de nosso grande ídolo Marcos por mais dois anos, assim ele provavelmente terminaria sua carreira aos 38 anos e sem abandonar o clube que o projetou. Tudo isso seria muito comovente e gratificante se não estivéssemos diante de um dilema: será que ele ainda tem condições de garantir a segurança de nossa meta até 2011?

Sinceramente, analisando os últimos meses da carreira do Marcão, fico com a sensação do ex-j064d0r em atividade. Observando o jogo contra o Bragantino em seu retorno, percebemos que estamos diante de um j064d0r que pode decidir a partida a qualquer momento: para o bem ou para o mal.

Explico. Quando se fala em “craque” para goleiros temos a seguinte situação: é aquele goleiro que num jogo decisivo faz pelo menos um milagre. Pois é. Quem não se lembra aquela resvalada de dedo dele contra a Alemanha em 2002 que triscou a trave quando o jogo estava 0x0? Salvou a pátria. Garantiu a nossa defesa. Garantiu o caneco.

Ultimamente temos visto situações em que nosso Marcão faz grandes defesas, mas entrega a rapadura sem mais nem menos. Caso do jogo contra o Braga.

Depois que perdemos Carlão como treinador de goleiros, ficamos com a seguinte situação: titular em fim de carreira, o reserva abaixo da média, o terceiro com fama de tampinha e o sucessor natural? Vendido para o Liverpool. Até o Gilvan que está no Braga e foi treinado na mesma leva talvez seja melhor do que temos aí. Galera, podemos estar diante de uma entressafra perigosa, que não enfrentamos há tempos. Gostaria de ouvir minha torcida a respeito…

Sábado temos aquele encontro indigesto no Panetone. Só de lembrar que temos que jogar lá, sinto asco. Náusea mesmo. Ossos do ofício. Deveríamos sempre nos preparar para uma guerra quando jogamos contra os Leonores, mas pelo menos desta vez temos apenas uma coisa a defender: a invencibilidade. O resto não nos interessa.

Esta semana quero dedicar uma CORNETADA caprichada na orelha do Sr. Diego Souza, que fez o FAVOR de tomar um estúpido segundo cartão amarelo na véspera do jogo contra os caras do outro lado do muro. Como falei, jogo como este é guerra. E não podemos perder nossa linha de frente. Parabéns, Diego. Você foi brilhante.

Posts antigos, Por Onde Anda, e Links Patrocinados