Aposta no Tiro de Guerra

Por Jota Christianini*
 

A discussão começou semanas antes: os atiradores palmeirenses, portanto a maioria, do Tiro de Guerra de Araçatuba apostavam no título do verdão.

O Paulistão 2008 ainda seguia a meio caminho, mas a confiança era grande.

Os contrários, corintianos, não aceitavam e como sempre ocorre nessas discussões, partiram para a aposta.

Aposta feita, aposta ganha, aposta cumprida.

O Palmeiras em 4 de maio, depois de eliminar o time do Jardim Leonor, goleou a Ponte Preta e sagrou-se campeão.

Coincidência: dia seguinte era o 60o. aniversário da instalação do Tiro de Guerra na cidade. Obviamente haveria comemoração.

Se era para ter, teve !

Só que ao lado da bandeira nacional e da paulista, onde deveria ficar a de Araçatuba tremulou – resultado da aposta entre os atiradores – a bandeira do Palmeiras.

Jota Christianini escreve todas as terças feiras um
causo aqui no 3VV; reprodução autorizada mediante
explícita fonte do autor e do blog como primeira publicação.
 

foto de Valdivo Pereira/Folha da Região

Posts antigos, Por Onde Anda, e Links Patrocinados