Categorias
Direto da Fonte

Armero se sente adaptado ao Palmeiras

Ainda se familiarizando com a língua portuguesa, o colombiano Pablo
Armero atendeu os jornalistas na tarde desta quinta-feira (12) e
arrancou sorrisos dos jornalistas com a descontraída entrevista
concedida na Academia de Futebol.

“Me sinto muito feliz e adaptado no Palmeiras. É sempre muito difícil
um estrangeiro chegar e se acostumar fácil com as coisas. Mas posso
dizer que o elenco foi maravilhoso comigo. Me ajudaram desde o
primeiro dia e, se estou à vontade, devo muito ao grupo.”

Armero contou também que o técnico Vanderlei Luxemburgo vem o
auxiliando com a adaptação. “Quando ele conversa para o grupo, é em
português. Mas quando é só comigo, falamos em espanhol. Ele sempre
pergunta como eu estou e se entendo o que ele fala. Estou aprendendo
bastante com os métodos dele.”

De acordo com o camisa 6, o bom ambiente do grupo palmeirense pode
fazer a equipe chegar longe nas competições. “Já vivi algo assim no
América de Cali e sei o quanto é importante ter um grupo unido e
alegre. Isso ajuda também dentro de campo. Os atletas do Palmeiras
sabem aonde querem chegar, pois se ajudam dentro e fora de campo.”

Em pouco mais de dois meses no país, Armero contou que tem pouco
tempo para sair, mas que já tem aprendido algo além fora de campo.

“Sempre fui muito caseiro, mas gosto de um bom som. Na Colômbia, era
salsa e reggaeton. Aqui, estou aprendendo pagode e samba. Quando
viajamos, o pessoal costuma cantar e colocar alguns dvd’s. Eu tento
aprender”, revelou.

Com apenas 22 anos, Armero vive a expecativa do nascimento de seu
primeiro filho. “Minha mulher já está aqui no Brasil e isso tem me
ajudado bastante. Em dois meses nasce meu primeiro filho. Ele também
vai se chamar Pablo. Estou numa expectativa enorme”, contou.