Categorias
Direto da Fonte

Cleiton Xavier, o destaque do Palmeiras

Crédtio: Fabio Menotti

Para Vanderlei Luxemburgo, o meia Cleiton Xavier tem sido o principal
destaque do Palmeiras na temporada. De acordo com o treinador, o
camisa 10 tem inteligêcia para desempenhar diferentes funções táticas
durante os jogos.

“O Cleiton tem sido um diferencial. Ele consegue atuar em diversas
funções, e todas com muita qualidade. Posso colocá-lo mais adiantado
ou na marcação”, disse.

“Poucos sabem, mas o Cleiton tem um indíce de desarmes praticamente
igual ao do Pierre. Ele sabe desarmar com muita eficiência, na bola.
E isso gera contra-ataques perigosos e que resultam em gols”,
explicou.

Segundo Luxemburgo, a média de gols de Cleiton Xavier diminuiu
justamente pela mudança tática do time.

“Em muitos jogos ele atuou num quadrado, ao lado do Pierre e dos dois
laterais. Assim, liberei mais o Diego Souza para ficar ao lado do
Willians e do Keirrison. O Cleiton passou a fazer menos gols, mas
continuou ajudando na armação. Tanto é que em praticamente todos os
jogos ele dá assistência para os homens de frente. E nós ganhamos na
saída de bola.”

Cleiton Xavier disputou 15 dos 18 jogos do Verdão no ano e possui
números expressivos. Ele participou diretamente de 18 dos 42 gols do
time na temporada. Foram 5 gols marcados e 13 assistências, contando
também faltas recebidas e pênaltis que originaram direto em gol.
Além disso, é também um dos atletas mais acionados do elenco, com 52
passes recebidos, e um dos que mais desarmam certo, 5 por jogo.

“Já atuei em diferentes funções. No Figueirense [ex-clube], jogava
mais avançado junto aos ataques. No Inter-RS, cheguei a atuar até de
atacante. E aqui no Palmeiras estou fazendo duas funções que eu gosto
muito. Durante uma mesma partida, atuo no ataque e como segundo
volante. Não vejo problema, pois continuo ajudando meus companheiros,
seja na marcação, seja com gols”, comentou.

Em entrevista coletiva concedida na última segunda-feira (16), o meia
deixou claro que tem a seleção brasileira como objetivo.

“Estou sempre lutando e com esperança de chegar. O Dunga está olhando
os jogos e dando oportunidade para muita gente. Meu objetivo é chegar
à seleção”, afirmou.