Categorias
Direto da Fonte

Convite à Imprensa: evento de unificação dos títulos brasileiros

Os clubes Palmeiras, Santos, Cruzeiro, Bahia, Botafogo e Fluminense
tem a honra em convidá-los para a apresentação do trabalho de
pesquisa, cujo resultado foi a geração do DOSSIÊ – UNIFICAÇÃO DOS
TITULOS BRASILEIROS A PARTIR DE 1959. Os seis clubes vão reivindicar
a unificação dos títulos junto à CBF.

Data: 24/03/2009 (terça-feira)
Horário: 11h30.
Local: Salão Nobre da SE Palmeiras.
Endereço: R. Turiassu, 1840 – São Paulo-SP
Duração do evento: 45 minutos.

Release aos Jornalistas: Será entregue um resumo do Dossiê em 16
páginas.

Ps: Todos são convidados para um Coffee Break que será servido a
partir das 10h30.

7 respostas em “Convite à Imprensa: evento de unificação dos títulos brasileiros”

Antes tarde do que nunca. Os clubes já deveriam ter postulado isso quando da mudança da denominação, em 1971. Como fizeram de imediato os campeões da Copa União e do João Havelange. Além desses títulos terem sido legal e legitimamente conquistados (que tive a felicidade de comemorar todos), o futebol brasileiro sempre se notabilizou pelo improviso e desorganização, tanto que depois de 1971 o campeonato já teve diversas denominações. Isso, por si só, já justifica o reconhecimento dos títulos entre 1959 e 1970, que coincide com a criação da Libertadores e da indicação dos representantes brasileiros na competição. A imprensa, que cinicamente computa o título não conquistado pelo Flamengo, deve contestar e pressionar muito contra o dossiê. Mas confio na aprovação, pois, pelo longo tempo de preparação, deve ter ficado bem fundamentado. Força Verdão.

mas pra mim, como BRASILEIRO, só deveriam ser reconhecidos os ROBERTÕES, as taças Brasil, não…afinal, teve ano em que o Palmeiras ganhou os dois titulos….nenhum clube pode ser campeão Brasileiro 2 vezes no mesmo ano…a Taça Brasil deveria ser reconhecida como Copa do Brasil, e o Robertão como Brasileiro…

Até que enfim mesmo. Tirou do meu pensamento, Fernando.
Tem que fazer uma campanha forte, com imagem de media bem forte:
imaginem uma propaganda com o Pelé e o Ademir da Guia com cara de bravos perguntando para a CBF: “Quer dizer que o que eu ganhei não vale nada?”. O mesmo serve para Garrincha (só que este não está mais vivo) e outros ídolos das décadas de 50 e 60.
Além disso, tem que ter um LOBBY forte junto ao Clube dos 13 e, principalmente, às Federações (Paulista, Mineira, Bahiana e Carioca) para que elas pressionem a CBF a reconhecer os títulos da época da CBD.

Acho pouco! Os Rio-São Paulo também eram nacionais. Por que? Porque naquela época, vivida por mim, qualquer atleta que se destacava no país todo ia para um dos clubes de São Paulo ou Rio.
Os clubes de outros estados não tinham a mínima condição de lutarem para um título jogando com os clubes do eixo SP-RIO.
Portanto o campeão do Rio-São Paulo era o campeão do Brasil.
E ai o Palmeiras está cheio de Rio-São Paulo. Como o Corinthians também tem vários teriamos o apoio deles.
Só o SPFW ficaria de fora. Seria uma grande jogada e um pisão bem dado no calo dos bambis.

Os comentários estão desativados.