Categorias
Futebol com Números

Desvendando o Barcelona – 7

Por Luís Fernando Tredinnick Divulgação autorizada mediante explícita citação do autor e do blog Terceira Via Verdão

O controle dos custos e a gestão da lucratividade do clube.

Neste que é o último artigo sobre o Barça vamos verificar como o clube controla os seus custos e como ele gere a lucratividade de cada uma das suas atividades.

Temos que admitir, em termos de marketing e arrecadação o jogo contra o SCCP foi um sucesso. Nada como ter um presidente inteligente para “fazer o bolo total crescer”! Devemos sempre explorar ações desse tipo! Isso parece um sinal de que as coisas estão realmente mudando no nosso clube.

O “LUCRO” DE CADA RAMO DE ATIVIDADE

Os leitores que andaram lendo as entrevistas do professor Belluzzo, deve lembrar que ele defendeu a contabilização separada dos gastos do futebol e dos gastos do clube social.

Pois bem, o Barcelona não só faz isso, como também faz uma contabilização separada das diversas atividades esportivas. Observem na tabela abaixo como é feita a contabilização e como cada área teve “lucro” ou “prejuízo”, em milhares de Euros. Já adianto que os totais não exatamente batem com o apresentado anteriormente e os critérios de alocação de custos não são apresentados, portanto o “lucro” e “prejuízo” apresentados podem ter algum tipo de distorção.

O impressionante é que eles controlam os custos de nada mesmo do que SETE diferentes áreas de atuação. Mais ainda é perceber que o basquete tem receitas de quase 5 milhões de Euros, quase 15% das receitas totais do Palmeiras.


Nessa tabela podemos perceber que o futebol, SUBSIDIA as outras atividades esportivas do clube! O basquete tem um “prejuízo” de quase 15 milhões de Euros!

Existem muitas discussões filosóficas se existe um problema em si das demais atividades esportivas serem subsidiadas ou não pelo futebol profissional. Particularmente, acredito que já que clubes são entidades sem fins lucrativos, essa prática de subsídio seria aceitável, DESDE QUE ocorra como no Barça em que TODOS saibam o quanto cada atividade precisa ser subsidiada!

O CONTROLE DOS CUSTOS

No relatório anual do Barça existe um gráfico que realmente me chamou a atenção. Um gráfico que diz qual porcentagem da receita deve ser gasta com salários (e demais custos da folha de pagamento) de todos os atletas do clube. Esse é o gráfico abaixo:


Isso é tão simples que até dá raiva. Estabeleceu-se em um estudo da consultoria Deloitte que o indicador ótimo é de 55% da receita. Afinal, temos que considerar que o clube ainda tem gastos de manutenção, dos demais funcionários administrativos, tem que fazer investimentos (físicos e contratação de jogadores), etc.

Adicionalmente estabeleceu-se que o gasto máximo com os salários dos esportistas é de 70% da receita.

Fica claro que quando o gasto de salários de esportistas atinge 88,6% da receita total que o clube irá ter prejuízos e não terá capacidade de investimentos!
O que existe de realmente de excepcional nesse controle do Barça? Simples, o fato deles terem parâmetros de atuação e trabalharem para atingir esses parâmetros!

ENQUANTO ISSO, NO BRASIL…

Realizar esse tipo de controle de custos é algo que basicamente duas pessoas do departamento financeiro poderiam fazer sem grandes problemas. Honestamente não vejo nenhuma dificuldade em se implementar uma contabilidade por ramo de atividade e nem de se controlar o percentual de gastos em salários de esportistas. Se o futebol no Palmeiras subsidia o clube social o importante é que todos saibam o VALOR desse subsídio, para depois haja discussões sobre se esse subsídio deve ocorrer.

Como então gastar mais com jogadores? Simples, só quando se aumenta a receita. Essa é outro ponto em que o professor Belluzzo tocou: precisamos aumentar as receitas! Nós aqui do 3VV sempre defendemos o aumento de receitas, então esperamos que o professor, juntamente com o Vicente, tenha sucesso nessa empreitada. A nação Palestrina irá ficar eternamente agradecida.

Saudações AlviVerdes

*Luís Fernando Tredinnick escreve todas as sextas-feiras no 3VV, explicando a quem conhece e também a quem não conhece, os números no futebol

4 respostas em “Desvendando o Barcelona – 7”

Parabéns pela série. Nos fez conhecer um pouco mais de gestão esportiva.

Grato.

Pessoal, obrigado pelos comentários!!!

E que o Vicente consiga implementar isso tudo!

Saudações AlviVerdes

Luís,

Se implantarmos 50% do q foi exposto nestes artigos ninguem segura o Verdão..rsrs

abracos

Os comentários estão desativados.