Categorias
Drops

DROPS 06/03/09: Derby!


COMEÇA O CLIMA DO DERBY

Nesta sexta-feira na Federação Paulista de Futebol os diretores da SE Palmeiras, do SC Corinthians Paulista e da FPF se reuniram para uma coletiva de imprensa.
Apresentaram o projeto do Derby.

Nele os dois clubes, que formam uma das 10 mais importantes rivalidades do mundo (de acordo com pesquisa da emissora americana CNN) apresentaram os elementos que irão compor este clássico de domingo e os próximos.

JOGO VALE TAÇA

Vai valer uma taça, batizada de Oswaldo Brandão. A taça ficará durante um ano em esquema de rodízio com o clube mais vitorioso no período (considerando apenas os clássicos entre as duas equipes).

Apresentou-se também o logo do Derby. Será estampado na manga das camisetas dos jogadores, no uniforme dos árbitros e na bola do jogo.

E também no mesmo esquema de rodízio, conforme o mando de campo, o logo oficial terá Palmeiras ou Corinthians escrito na parte superior.


A TOPPER NESSA ROUBOU A CENA

Nem Adidas nem Nike: quem roubou a cena nessa brincadeira foi a Topper. Com a bola do jogo e com o uniforme dos árbitros, a fabricante brasileira se deu bem.

A INICIATIVA…

… reforça a parceria entre os dois times para valorizar o clássico e o futebol paulista. Rivais dentro de campo. Fora de campo dirigentes inteligentes trabalham para fazer crescer o bolo do futebol.

Entenderam a indireta não é?

SEM PRETO NEM VERDE

Uma curiosidade nesse clássico foi a conversa entre os departamentos de marketing.

O do Corinthians se manifestou: não pode ter cor verde na camisa, por conta do estatuto do clube. Então o verde vai de cinza.

O daqui não deixou barato: “e você acha que nós vamos colocar a cor preta? nós vamos colocar em verde escuro”.

3-6-1?

Jumar treinou no lugar de Willians. Com Keirrison no ataque. Tudo isso para pegar o Corinthians no domingo.

Eu não entendo…

NOVO LAY-OUT

O 3VV está reformulando o seu lay-out. Está criando mais áreas de destaque para darmos a devida chamada nos posts do dia.

Por conta disso tivemos uma parada nos comentários durante o dia.

E alguns ajustes foram realizados. Num deles, o que permite quebra de linha nos comentários.


E NO FIM DE SEMANA

Tem Derby, então acompanhe aqui tudo sobre Palmeiras x Corinthians.

Vamos juntos!
Saudações Alviverdes!

14 respostas em “DROPS 06/03/09: Derby!”

Louvável a idéia dos dirigentes de valorizar a rivalidade Palmeiras x Corinthians, eu só espero que isso não vire carne de vaca e se invente também promover Palemiras x SP , uma coisa é a relação de rivalidade que temos com os alvinegros, outras coisa é a inimizade que os rosas tem com nosso clube, nossa gente, nossa raça… com os leonores eu não quero nem ouvir falar de acordos.. espero que o Sr. Belluzzo não se esqueça do ódio que os burgueses tem pelos ”italianinhos”…

Também acho que, se é para mudar o esquema, deveria entrar o Marcão na zaga e o Edmilson jogar como volante, sua posição de origem. Mas prefiro continuar com o esquema atual. E acho que o Luxa talvez não mude nada, está apenas tentando confundir o Mano e tirar sarro da imprensa. Se o Willians jogar vai infernizar, e pode tirar o Escudero ou outro botinudo da zaga corintiana no primeiro tempo.
E quero ver o gordão correr debaixo de 40º, se com cinco minutos em Itumbiara, com temperatura amena às onze da noite, já estava com a língua de fora.

Eu apoio o 3-6-1, mas acho que o Willians deveria jogar na ala direita. E acho que o Edmílson deveria virar volante, promovendo a entrada de um zagueiro, não o Jumar.

Desde o ano passado, o Luxa da mostras de que não tem certeza de nada, contra o Timinho, poderíamos arriscar entrar com o Williams, meteríamos uns 3 ou 4 correndo risco de tomar uns 2 gols, mas acho que daria pra ganhar, agora, se realmente este esquema for melhorar a defesa, dai pode ser uma opção contra o Sport, mas testar em um derby é fogo…

A diretoria do Palmeiras tem conhecimento disso aqui?

(.)

Por causa de IWL, Sport quer árbitros estrangeiros contra Palmeiras
Rodrigo Pedroso, especial para a GE.Net
Recife (Pernambuco)

O jogo é só em 8 de abril, mas já começa a criar polêmica. Para o
confronto entre Sport e Palmeiras pela terceira rodada da Copa
Libertadores, o vice-presidente de futebol do Leão, Guilherme Beltrão,
quer que a arbitragem seja estrangeira. O motivo para tanto é o
recém-criado Instituto Wanderley Luxemburgo, que visa formar
profissionais do futebol, incluindo árbitros.

“Vamos lutar para isso, como o Grêmio fez com o Santos em 2007.
Estamos em uma situação desconfortável sendo de Pernambuco. Não aceito
este conflito de interesses. Eu acho antiético qualquer árbitro dar
palestras neste instituto enquanto o Luxemburgo trabalhar no Brasil”,
declarou o dirigente à Gazeta Esportiva.Net.

Como ainda falta mais de um mês para o jogo na Ilha do Retiro, o
Sport começa agora a pleitear seus interesses e deverá ir ao órgão que
organiza a Libertadores.

“Nós iremos reivindicar junto a Conmebol essa mudança. Não há razão
para que não mude. Nós achamos prudente, inclusive para o Palmeiras,
que o árbitro não seja daqui, tem que ser de fora. Pode ser da
Argentina, Paraguai. Só não pode ser qualquer um”, revelou.

O temor dos pernambucanos é que o árbitro influa no resultado da
partida. Realizando boa competição, o Sport venceu seus dois primeiros
confrontos – Colo Colo-CHI e LDU – e uma vitória contra o Palmeiras
deixaria a classificação próxima.

“Um árbitro que vir para um jogo aqui em Recife pode nos prejudicar
duas vezes. Tanto tecnicamente, quando disciplinarmente. Se expulsam
três jogadores nossos, nos prejudicam, além desse, o próximo jogo”,
concluiu Beltrão.

Fato semelhante aconteceu na final da Libertadores de 2005. Na
ocasião, o Bambis pediu, e a Conmebol atendeu, a mudança dos
árbitros para os dois jogos contra o Atlético-PR. Na primeira partida,
uruguaios apitaram. Já na segunda, argentinos formaram o quadro de
arbitragem que inicialmente seria de brasileiros.

http://www.gazetaesportiva.net/nota/2009/03/06/565783.html

(.)

Dificil mesmo vai ser achar um lugar na sala de troféus para mais esse ai. HeHeHe , e ta chegando a hora , amanha são paulo para , amanha palmeirenses e corintianos param , ai meu Deus ajuda noix … Forza Palestra!

O Willians é o pulmão do ataque e o único que enfrenta a defesa com qualidade. Diego Souza é muito lento para esse esquema. Péssima decisão do técnico.
O Diego S. é o cara do segundo tempo que segura a bola no ataque, ou seja, o papel que o Denilson desempenhava em 2008.

Eu acho válida essa substituição.
Apesar do Willians estar jogando bem, com muita velocidade, além de driblar com facilidade, o Pierre está sobrecarregado na marcação, uma vez que a zaga nao anda ajudando muito. Além do que com o Jumar de volante, tanto o CX 10 como o DS7 tem uma maior libertade para ir pro ataque, e quem sabe até o Edmilson para sair jogando enquanto o Jumar faz sua cobertura.
Não sei se é a coisa certa ao fazer, mais pelo menos no papel é uma tentativa válida.

Eu acredito que vai mesmo no 3-6-1 (nao que seja o que espero e quero)
O Pierre tem se desdobrado em 20 nos últimos jogos, é sobrehumano o esforço q. faz no meio campo, só ele marca.
Para esse jogo, eu insistiria na velocidade do Willians.. se alguem acompanhou os últimos jogos do corinthians viu que o lado esquerdo (com andré santos e willian) é uma longa avenida esburacada…
Se o problema é reforçar o meio campo… saca um zagueiro e coloca o sandro silva ou jumar no meio -p vai de 4-4-2.
O grande problema em migrar de qualquer esquema com 3 zagueiros p. o tradicinal 4-4-2 são os nossos laterais.. q. de lateral não tem nada.. só avançam e são péssimos na recomposição e na marcaçao..
Mas, de qualquer jeito vamos pra cima.. passar o carro

Digo no Paulista né, porque na Libertadores.. Mas acredito na vitória de qualquer jeito e qualquer esquema tático. Só não pode o juiz querer aparecer no jogo mais do que os atletas.

Se não me engano, a França venceu a copa de 1998 jogando no 3-6-1.
Particularmente eu gosto desse esquema, mas algumas peças precisam ter mais qualidade pois a França de 1998 tinha um meio de campo com volantes e laterais de mais qualidade técnica que os do Palmeiras.

Abraços!

Vicente, a alteração tática do Luxemburgo é de longo alcance, ele não está mirando o Derby, o alvo é o Sport.
Nosso técnico começa a delinear uma nova forma de jogar a Libertadores, com o time mais fechado e, talvez, menos veloz.
Ele está certo, não poderia deixar a defesa desprotegida e, com isso, pensar que poderia vencer os pernambucanos, sem mudar nada.
Onze gols em quatro jogos não dá.
Então, teve início a operação Sport. O Derby só está no meio (ou começo) do caminho.

Ok…. Desta vez passa! Da próxima ficaremos revoltados.

Mas cria uma espectativa sobre ele.

Os comentários estão desativados.