Categorias
Notícias

O final esperado do caso do gás no vestiário

Por Emerson Prebianchi*


 
A todos os palmeirenses não foi nada surpreendente a decisão judicial de arquivar o processo em que se apurava a existência de um suposto gás no vestiário visitante do Palestra Itália ocupado na ocasião pela sempre coitada comissão técnica do Jd. Leonor.
 

Balizado em laudos científicos o Poder Judiciário chegou à conclusão final de que a reação da comissão cor de rosa não condiz com o que foi afirmado, pois para que houvessem os danos alegados seria necessária uma enorme quantidade de gás dentro dos DOIS MIL METROS CÚBICOS do vestiário, de modo que seriam necessários vários minutos despejando o gás para que se afetasse tal ambiente.
 

E por não haver vítimas, já que depois de realizada a perícia médica em Muricy, que passou por exames médicos e de sangue, não se apurou a presença de nenhum elemento tóxico que pudesse causar as reações apresentadas, o JUIZ DE DIREITO responsável pelo processo instaurado entendeu por arquivar o processo sem o julgamento do mérito.
 

O que fica é a duvida sobre a imparcialidade do TJD/SP e do STJD que confirmaram punição ao mandante por um suposto ilícito nas dependências do clube mandante que não foi confirmado pela Polícia Científica e que não foi reconhecido pelo Poder Judiciário que pelo contrário não encontraram indícios de qualquer ilícito nem tampouco a existência de vítima que justifique um processo.

E agora, como fica a multa aplicada e a obrigação de ter jogado a primeira partida do Paulistão 09 fora de seu estádio? Com a palavra as autoridades que puniram a SE Palmeiras.


*Emerson Prebianchi escreve todas as segundas
feiras
no 3VV sobre o direito desportivo

15 respostas em “O final esperado do caso do gás no vestiário”

E o caso da pilha daquele eterno reserva bobo das moças????
A verdade é que queira ou não essas moças tem força nos bastidores. Enquanto isso nós ……

A diretoria do Palmeiras,
é motivo de PIADA.

Sofreu um ‘ataque’ deste
dentro do próprio Palestra,
entraram aqui, mentiram,
fizeram teatro fingindo estarem contaminados,
tudo isto ao vivo, para todo brasil, para todo mundo.

Tivémos nossa imagem ‘arranhada’,
neste final de semana mesmo a Globo mostrou
novamente, dizendo que sábado não teria gás.

Somos motivos de piada, por que ?

Porque nossa diretoria, conselheiros, ninguém
faz nada.

Estas pessoas são ‘agredidas’
e não reagem.

Um time completamente passivo
alvo de sabotagens.

Pois cai facilmente na sabotagem
não demonstra reação, e quando
prova que foi uma farsa, não reage
novamente, abrindo espaço para
que isto ocorra novamente,
provavelmente na próxima vez, de outra forma.

É uma vegonha a postura
de TODOS envolvidos com a diretoria,
seja o cargo que for,
se está lá dentro deve tomar uma
ação. Neste caso, no mínimo
informar toda a sociedade, através
de site oficial, televisão, jornais
e cartaz nos jogos.

Será que tem algum homem suficiente lá par tomar esta ação ?

Concordo com o Elio. Incomoda muito a passividade da diretoria nesse caso.
Da mesma forma que aquela rádio tomou as respostas devidas, a cada afirmação dos dirigentes e técnico bambi, posando de vítimas, deveria haver uma reação palmeirense.
Mas…

Sabe o que irrita, Prebianchi? A pose das meninas; a vitimização das meninas! Acho que nossa diretoria deveria ir a fundo nesta maldita história do gás. Isso foi algo sordidamente plantado pelos aristocratas e sectários da Vila Sônia. Eu não acredito que a pilha do goleirinho Tosco tenha sido algo de sua iniciativa. Foi ordem patrão-empregado. No ano seguinte, o caso do gás. E esses caras saem sempre impunes e, pior, vitimados nas histórias. Acho que é disso que nós palmeirenses estamos cansados. É revoltante!
Forza Palestra!

É revoltante o que aconteceu e pouco pode ser feito, pois mesmo tendo causado todo o transtorno a diretoria rosa nao pode ser acusada de nada ja que nao houve o arquivamento pela comprovação de ausencia de fato, mas sim pela ausencia de vitima.
Para que pudessemos fazer alguma coisa contra elas eu acredito que seria necessária a confirmação do judiciário de que houve algum tipo de denuncia falsa, mas nao foi isso que aconteceu e por isso contra elas nao ha o que fazer mais uma vez……
Contra a FPF até é possivel uma ação por terem, por meio de seus tribunais, imputado pena sem quanquer comprovação de ilicito, mas aí a politica fala mais alto…..
Mas sem duvidas caberia bem ao clube, como fala o Yvo, colocar alguem bem esclarecido na midia televisiva e de radio para esclarecer o resultado final do processo e o prejuizo que nos foi causado por terem eles comprado a ideia do jd. leonor.
Victor e Washington, desse aí eu nao espero nada mas é sempre bom ver esse defensor da moral e dos bons costumes se dando mal!
Sérgio pega leve meu velho, tá até parecendo o Cunio !!!!! O resultado saiu no final da semana passada e ninguem deu espaço para o presidente se pronunciar ainda, e eu tenho certeza de que ele vai saber a hora certa de colocar o assunto em pauta para deixar clara a posição do clube.

Fora Belluzzo? O Sérgio deve estar brincando, pois não acredito que esteja com saudades do DM, e muito menos do Mustafá

Entra ou sai diretoria,e os bundões continuam os mesmo fora BELUZZO !!pela sua omissão !! no caso do gás….(sei que ele vai dizer que na época não era opresidente ) boa desculpa política !!!!

Agora a diretoria deveria mandar algum representante ( de preferencia que saiba falar na TV, não o Cyrilo) para as TVs. Bem como faz o baixote do M.A.CUnha. pelo lado cor de rosa… ou vamos ficar quietos??

Sem novidades não é mesmo? Agora não sei qual seria o procedimento/postura mais adequado a nossa diretoria. O que vocês acham?

Dr.Emerson,
não cabe um processo por injúria, falsa acusação ou algo semelhante? Fraudar um evento para depois tentar justificar falta de competência não é crime?

boa tarde Emerson
seria bom avisar o tal juca kfuri que é um juiz de direito quem aruiva o processo e não o delegado de polícia, eu sei(pois sou advogado tb), vc sabe, mas parece que ele não sabe, ou sabe é não quer ver
abraços

Emerson,

Como sempre, o Jd. Leonor é a grande vítima.

Agora, com o caminhar que tomou este processo e pela falta de provas fáticas, conforme você bem descreveu, acredito que caberia um processo por perda e danos (morais e materiais) em face ao Federação Paulista, por ter punido o Palmeiras em valores e com a perda de mando baseada em provas nada concretas.

Será que isto acontecerá ? Acho muito difícil.

Abraços, Sérgio.

Emerson,

Nao somente isso… nao cabe processo a diretoria, comissao tecnica, e jogadores do sao paulo que participaram de tal teatro??

PQ o muricy foi o unico a ir fazer exame no IML e nao foi encontrado nada… entao quer dizer q ele simulou tudo aquilo(oq era conhecido por nos)..

ps: do TJD e do STJD nao espero mais nada… na epoca a policia afirmou que nao tinha como ter avido tal incidente e fomos punidos na esfera desportiva.

abraços

Os comentários estão desativados.