Categorias
Direto da Fonte

Palmeiras e Corinthians e o Projeto Derby

Mais de 90 anos de história, mais de 40 milhões de torcedores apaixonados, 8 títulos brasileiros, 47 títulos paulistas, encontros dramáticos entre os dois clubes decidiram títulos, carreiras e vidas
em mais de 300 oportunidades.

Por qualquer ângulo que se olhe, quando Palmeiras e Corinthians se encontram os números são superlativos e o encontro é único. É o maior clássico do futebol brasileiro e foi apontado em 2008 como um dos 10 maiores do futebol em todo o mundo.

Os presidentes do Palmeiras e do Corinthians veem o DERBY como um evento muito especial, que mexe com a emoção de todos os brasileiros. “O Brasil entra em transe às vésperas do DERBY. No dia seguinte ao jogo, o país se divide entre a felicidade e a frustração até o próximo encontro, quando a esperança da vitória renova a rivalidade”, diz Luiz Gonzaga Belluzzo, presidente do Palmeiras.

Para o presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, “quando se fala em clássico, não há como não lembrar da emoção de ver Corinthians e Palmeiras em campo. Quantos ídolos se consagraram e quantos outros deles acabaram caindo no esquecimento depois de um DERBY como esse”.

Não é diferente para os diretores de marketing dos dois clubes. Para eles também o DERBY é especial. “Sou palmeirense, mas o Corinthians esteve presente em muitas festinhas minhas de aniversário. Lembro de sempre pedir à minha mãe um bolo decorado como campo de futebol, tendo sobre ele os bonecos de Palmeiras e Corinthians jogando o DERBY”, diz Rogério Dezembro, diretor de marketing da Sociedade
Esportiva Palmeiras.

“Sou torcedor e não posso esquecer de todos os torcedores que perdem noites de sono com a ansiedade de um DERBY Corinthians x Palmeiras”, completou o diretor de Marketing corinthiano Luis Paulo Rosenberg. Em função da força, da tradição e da eletricidade que só é encontrada quando Palmeiras e Corinthians se enfrentam, as diretorias dos dois clubes decidiram criar um conceito inédito de um clássico de futebol.

Foi criada uma marca para o DERBY, uma iniciativa pioneira em todo o mundo. Essa marca estará presente nas camisas dos dois times, na bola do jogo e no uniforme dos árbitros no próximo dia 08/03/2009. E a marca será adotada daqui por diante, todas as vezes em que esse clássico for jogado.

Vale registrar que o nome DERBY dado ao clássico foi criado pelo jornalista Thomas Mazzoni, do jornal “A Gazeta Esportiva”, para definir o jogo entre os dois times de maior tradição em São Paulo, por ser sempre difícil apontar o vencedor. O nome é emprestado de um milionário inglês conhecido como Lord DERBY, que financiava as principais e mais difíceis provas de turfe da Inglaterra.

Também foi criado um troféu, que será disputado apenas nos encontros entre as duas equipes. A taça foi batizada de “Troféu Osvaldo Brandão”, em homenagem ao técnico que brilhou tanto no comando do
Palmeiras como do Corinthians.

Essa iniciativa também quebra um paradigma: a de que os rivais do futebol são incapazes de se unir para proporcionar um melhor espetáculo para o público. Palmeiras e Corinthians inauguram uma nova mentalidade no futebol brasileiro: a mentalidade da gestão compartilhada entre rivais, que celebram sim suas equipes e sua rivalidade histórica, mas usam esses ingredientes para criar um jeito novo de promover o maior clássico do futebol do país.

>> Histórias de Palmeiras x Corinthians >>

O primeiro gol palestrino foi alvinegro: O primeiro gol marcado no Palestra Itália teve como autor Bianco, então um atleta corinthiano, cedido pelo alvinegro para a disputa da partida entre Palestra Itália x Savoya, no ano de 1915.

Pai e filho craques. Mas em Parques separados: Domingos da Guia, um craque incontestável e figura lendária do futebol mundial defendeu as cores alvinegras do Corinthians. E seu filho, Ademir da Guia, um
dos maiores meio-campistas de todos os tempos, se tornou o maior ídolo da história do Palmeiras.

Torcendo juntos: Em 20 de Setembro de 1942, palestrinos e corinthianos se irmanaram na emoção e no entusiasmo, durante a final do Campeonato Paulista. Naquele dia, após meses sofrendo ataques de
diversos setores da sociedade, que acusavam o clube de inimigo do Brasil, a Società Palestra Italia suprimiu o vermelho e deixou de ser a squadra tricolore. E, mais dramático ainda, mudou o nome para
Sociedade Esportiva Palmeiras. Com a torcida corinthiana apoiando a torcida palmeirense, a emoção tomou conta do Pacaembu e o Palmeiras festejou seu primeiro título com o novo nome.

>> “Troféu Osvaldo Brandão” >>

Como parte do novo conceito do DERBY entre Palmeiras e Corinthians, as diretorias dos dois clubes, com o apoio da Federação Paulista de Futebol, instituíram um troféu que, a partir de agora, será colocado em disputa sempre que as duas equipes se enfrentarem.

Por consenso entre os dois clubes, a taça foi batizada de “Troféu Osvaldo Brandão”, homenageando o grande treinador que fez história e conquistou inúmeros títulos tanto pelo alviverde quanto pelo
alvinegro.

O modelo escolhido remete à tradição de mais de 90 anos desse clássico, com um design que traz referências dos modelos de taças disputadas pelas equipes de futebol no Brasil do início do Século
XX.

A posse do Troféu Osvaldo Brandão, colocado em disputa a cada DERBY, é transitória. Conquistará em definitivo a equipe que primeiro vencer o conjunto dos Derbies por 3 anos consecutivos ou por 5 anos
alternados. E, na sequência, um novo troféu será colocado em disputa por Palmeiras e Corinthians.

>> Bola ganha selo comemorativo >>

A bola Topper é a mesma utilizada em todas as partidas do Paulistão 2009. A diferença é que para o DERBY a bola vai ganhar um selo comemorativo com a data da partida e o número de confrontos (330)
entre os dois times. A combinação das cores vermelha, amarela, preta e branca torna o visual da bola bastante moderno.

>> Talent >>

Mais do que apenas criar uma marca, a Talent desenvolveu um conceito inédito de promover um clássico de futebol. Criou então, além do conceito, o logotipo do DERBY entre Palmeiras e Corinthians. Esse logotipo materializa a idéia de que o encontro entre essas duas equipes, pela mobilização que gera, é muito maior do que apenas um jogo de futebol. A marca do DERBY, criada pela agência, estará
presente na bola do jogo, no uniforme dos árbitros e no uniforme dos dois times, algo inédito no futebol mundial.

PARA VER IMAGENS DO PROJETO: http://derby.libero.com.br

6 respostas em “Palmeiras e Corinthians e o Projeto Derby”

A idéia realmente é fantástica! Belluzo chegou para inovar e já está mostrando que sabe como o fazer.

Será que com essa aliança entre os dois clubes a “raiva” entre os torcedores diminuirá? Digo isso no sentido da violência entre as T.O. Tomara que sim, pois, o Corinthians sempre foi um adversário leal, bem diferente de um certo timinho por aí… Aquele sim merece o nosso ódio!

Legal mesmo essa iniciativa…

tenho uma sugestao e uma duvida tbm..

Esse final de semana eu li um texto na carta capital que gostaria de sugerir que todos lessem, eh um artigo do Belluzo sobre como eh ser presidente do palmeiras.

Existe algum canal aqui no site onde outros palmeirenses como eu possa sugerir textos sobre o palmeiras?

No mais toda forca pra esse que ja eh o maior a primeira pagina de muitos palmeirenses

A iniciativa é mesmo fantástica. E, como sempre, é o Palmeiras o pioneiro em grandes conquistas do futebol brasileiro. No entanto, há um desencontro de informações. A matéria diz que a posse definitiva do troféu será daquele que conquistar o conjunto dos derbies por três anos consecutivos ou cinco alternados. Mas outros meios de informação afirmam que ocorrerá no caso de vitória em três jogos consecutivos ou cinco alternados.De qualquer forma, com Belluzzo na presidência, creio que o primeiro será nosso definitivamente, começando pelo jogo de amanhã.

FANTASTICO.. genial…

e como disse o Daniel ai acima…. o Belluzzo sera lembrado por todos…

Belluzo vai ser lembrado por todos os torcedores, sejam ou não palmeirenses.. A começar pelos rivais. Sensacional!

Os comentários estão desativados.