Categorias
Futebol com Números

Fairplay

Por Luís Fernando Tredinnick Divulgação autorizada mediante explícita citação do autor e do blog Terceira Via Verdão

 

Pois é amigos, eu sei que normalmente quem escreve sobre esses temas é o Vicente, mas existem momentos em que calar é mentir (um doce para quem se lembrar de quem é essa frase). Então eu tenho que falar sobre Palmeiras e Santos.


 

Copa do Mundo de 2006.  Seguindo a recomendação da FIFA, todos os jogadores que se postaram na frente da bola para retardar uma cobrança de falta do adversário foram punidos com cartão amarelo.  TODOS. 

 


Brasileirão 2008 Palmeiras e São Paulo. Diego Souza tenta bater rapidamente a saída de bola após o Palmeiras levar um gol.  O jogador adversário impede a cobrança e tanto ele quando Diego Sousa são expulsos


Campeonato Europeu.  Vídeo do Youtube (tentei achar o vídeo, mas não consegui.  O vídeo estava na primeira página da UOL há alguns meses) mostra o goleiro de um time fazendo o gol de pênalti. O goleiro mal comemora e corre de volta para o seu gol.  O time que levou o gol cobra rapidamente a saída de bola e faz o gol, já que o goleiro não havia chegado à sua meta. Ninguém tenta impedir a cobrança. Ninguém.


Espanha e Inglaterra.  Um dos times é campeão por antecipação.  No jogo seguinte o adversário do time campeão entra em campo primeiro, se perfila e APLAUDE a entrada do campeão.


Semi-finais do Paulistão de 2009.  O jogador do Corinthians faz um gol no final do jogo e, ao invés de comemorar com a sua torcida, que era maioria no estádio, prefere fazer um gesto obsceno para a torcida adversária.


Eu poderia escrever livros sobre situações onde lá fora se pratica o FairPlay e em situações no Brasil onde não se pratica. E essa é a minha irritação.

 

AFINAL, O QUE É FAIRPLAY?

 

Podemos definir o fairplay com uma simples palavra: HONESTIDADE!

 

A FIFA tem o seu Código do FairPlay que diz entre outras coisas que: “vencer não tem valor se a vitória foi conseguida de maneira não-legal ou de maneira desonesta”; “deve-se respeitar os oponentes, colegas, árbitros, oficiais e espectadores” e “honre aqueles que defendem a boa reputação do futebol”.

 

Em outras palavras: honestidade, respeito e honra. Isso difere os homens dos ratos. Não preciso explicar quem são os ratos, preciso?

 

O QUE ME DEIXA MUITO, MUITO IRRITADO

 

O que aquele jogador do Santos fez se chama desonestidade!  Me refiro a ele fingir que foi atingido.  Provocar é uma coisa, fingir é outra.  Entrou em campo para fingir, provavelmente orientado por seu técnico. Técnico que por sinal não tem nenhum título relevante na carreira.

 

Um jogo de futebol não é palco de teatro para jogadores fingirem que são atingidos, não é palco para o goleiro reserva fingir que levou uma pilha na cabeça, não é palco para os jogadores ofenderem a torcida adversária! Não é!

 

Os jogadores que fingem devem ser punidos.  Se os jogadores que acertam propositalmente o cotovelo no adversário são punidos, por que não punir aqueles que fingiram que foram atingidos?  Não são os dois desonestos?

 

Meus pais me ensinaram a respeitar os outros e a ser honesto. Me ensinaram o valor da INTEGRIDADE MORAL!  Me ensinaram que antes de tudo é preciso ter VALORES E PRINCÍPIOS!

 

Essa é a educação que eu pretendo dar aos meus filhos!  Pretendo que eles saibam que a INTEGRIDADE tem um valor incomensurável!  E espero que eles sejam honestos em todas as situações da vida deles! Em TODAS!

 

Será tão difícil esperar que se exija que se respeitem os princípios da HONESTIDADE no futebol?

 

Diego Souza fez uma mega burrada?  Fez! Merece ser punido? Merece! Assim como o jogador do Santos fez também merece ser punido!  Particularmente espero que o jogador do Santos tenha uma pena tão dura quanto a do Diego na esfera desportiva. 

 

Sei que na história do futebol o jogador do Santos irá ocupar o lugar que ele merece: UMA NOTA DE RODAPÉ! 

 

E espero que a honestidade volte a ser prioridade no futebol, afinal, não é possível que o futebol se tornou um esporte onde aqueles que são desonestos são recompensados! Simplesmente não é possível!

 

Sonhador? Talvez. 

 

Saudações AlviVerdes

 

*Luís Fernando Tredinnick escreve todas as sextas-feiras no 3VV, explicando a quem conhece e também a quem não conhece os números no futebol.

 

25 respostas em “Fairplay”

A pergunta que não quer calar em minha cabeça!

Se é estratégia de jogo mandar o Domingos fazer o que for necessário para tirar nosso melhor jogador, porque ele não usou o Dominguinhos para tirar o Fofucho do Corinthians na partida deste domingo.
Mancini! Sem qualquer fairplay você deixou de usar a arma do jogo. Que bobão!

Obs:- desculpe a ironia!

Luís, sensacional seu artigo. Lamentavelmente as pessoas não têm os mesmo valores que você aprendeu quando criança e carrega até hoje.

HONESTIDADE, não é nenhuma virtude. É OBRIGAÇÃO, deveria fazer parte do DNA moral de todo mundo. Mas como isso não existe, infelizmente somos obrigados a conviver com estas injustiças absurdas, esta falta de isonomia, esta pouca vergonha.

Ótimo texto!! Até quando o Brasil vai ser o país do jeitinho e da malandragem?

Discordo em relação a pena do Diego. Quem joga ou jogou futebol, sabe o quanto é duro ter sangue de barata.Abraços.

Parabéns Luiz Fernando, vc disse tudo.
Com jeitinho brasileiro, queremos levar vantagem em tudo, no fundo, somos mau educados.
Quanto a punição, entendo que a CBF deveria seguir as normas da FIFA e obrigar o cumprimento pelos arbitros brasileiros quanto as essas punições.
Fair Play não existe.

Bom artigo.
“Isso” aqui é o país do jeitinho, da malandragem, da cafajestagem. E não me refiro apenas ao governo e aos políticos em geral: esses sujeitos não vieram de Marte. O povo os escolheu, e a classe política é apenas e tão somente um reflexo desse mesmo povo.
Agora, “Fair Play” à parte, o DS deveria ter sido mais atento, e não cair nesse tipo de provocação barata.
Um abraço!

é Luiz, a merda é a malandragem.

Aqui no Brasil nos ORGULHAMOS da malandragem… que é um nome diferente de Desonestidade …

Concordo com o seu texto.

nossa oq me deixa mais puto em uma partida e qndo um jogador vai cobrar uma falta, e fica um ze mane na frente.. e o juiz fica so olhando…

vai tbm da postura do time q quer bater a falta.. se cobrar um cartao em todo o lance desse tipo eu acho q comecam a amarelar

Olha acho que estas coisas infelizmente sempre vai acontecer em um jogos tem uma repercursão maior assim como Palmeiras e Santos. Mas este juizinho não pode mais apitar jogos do verdão este cara é pessimo

Caro Tredinnick, futebol também não é palco de luta livre! Concordo que o Domingos deve ser punido pois fez um papel tão errado quanto o do Diego, mas a atitude do Palmeirense foi digna de um desmiolado, me desculpe!!

Se o Ds não tiver um belo puxão de orelhas dado pela diretoria, estes estarão na realidade prejudicando o jogador, que já é bem grandinho e rodado no futebol para cair na provocação do adversário, já que não tinha nada que conversar com o técnico adversário e muito menos entrar na pilha do Domingos.

Ótimo post, Parabéns!!

Num país que considera honestidade uma virtude…como se não fosse obrigação ser honesto.

Luís Fernando e colegas,
Eu sou de Jundiaí e acompanhei de perto o trabalho do técnico Vágner Mancini, desde sua estréia em 2004 até sua saída, em 2007. Ele é um bom técnico e boa pessoa. E já ganhou a Copa do Brasil, que considero um título relevante. Ainda mais com um time pequeno como o Paulista. É claro que ele deve ter mandado o Domingos “chegar junto” no DS, já que o nosso jogador estava nervoso e já tinha dado um safanão no volante deles, mas acho que a idéia do fingimento pós-expulsão foi toda do jogador caiçara. Sem querer a qualidade e o currículum dos dois, mas até o Felipão já fez das suas, como dar um tapa no Pofexô, lá no Olímpico. E o Felipão era uma excelente pessoa.
Sinceramente, preferia o Mancini tendo uma chance de dirigir o Verdão do que o Madureira ficar em 2010.
Abraços.

Luís, meus parabéns. Essa é a minha opinião também. Fico indignado quando vejo um jogador que simula uma falta e fica no chão com cara de dor. Isso chama-se covardia, desonestidade além de ser imoral.
Eu acho que os clubes tem sua parcela de culpa nisso. Deveriam dar aulas básicas para os jogadores tais como etiqueta, ética, respeito e AULA DE PORTUGUÊS. Esses caras ganham muito bem pra ir na TV e falarem um monte de merda….

Achei interessante um comentário no cruz de savóia falando um pouco também sobre isso e citando que nos jogos de Hóckey (nao sei como escreve) a briga faz parte da cultura do esporte. Ou seja, se os caras querem brigar, vao os 2 para o meio do ringue e começa uma luta…os juízes observam e só entram na hora que algum cai no chao…os dois recebem punicao e voltam ao jogo. Até em videogames desse esporta tem luta.

Tudo bem que aí sai do tema Fair Play, mas entra no Fair Fight.

Vc citou vários exemplos europeus de boas maneiras…mas tb teve na Inglaterra, uma cobranca de lateral que deveria ser devolvido ao time adversário, onde os jogadores foram e fizeram o gol. Depois foi anulado o jogo.

Tredinnick,

Parabéns… é isso mesmo! Post perfeito!

Já vimos casos na Europa de juiz “desmarcar” um penalti pois o jogador que supostamente tinha sofrido o penalti disse ao juiz que NÃO FOI.
Na Inglaterra principalmente, jogador que simula ato contra seu adversário é MAL VISTO. É taxado de desonesto.
Lembram do caso do Rivaldo na Copa de 2002? Teve que pagar uma multa de cerca de 20 mil reais!

Aqui a malandragem impera.

Infelizmente há um grupo de jornalistas que aplaudiu o gol de mão do Adriano, um penalti cavado, etc, etc….. Pura desonestidade.

Excelente post!
Parabéns!!
A cada visita ao 3VV descubro porque é um dos poucos blogs palmeirenses que ainda consigo ler. Sempre com posts inteligentes e que tratam os assuntos relacionados ao nostro palestra com uma visão diferenciada.
Mais uma vez, parabéns!

Somos obrigados então a dar um puxão de orelhas no Diego Souza, pois no jogo de ida tinha um jogador do Santos caído e a bola não foi colocada pra fora. Foram reclamar para o Diegdo, que soltou um “foda-se”.

Eu estava no Palestra o que mais me chateou foi ver o Fabio Costa tirando uma com nossa torcida,alí sim tinha que chegar um cara e falar pra ele respeita a torcida se não vou pegar voce e nós 2 vamos ser expulsos.
Como não gosto de jogador que troca camisa no intervalo e depois do jogo.
O Palmeiras tá cheio de jogador bonzinho,eles não reclamam,não chagam junto,etc.

Eu estava no Palestra o que mais me chateou foi ver o Fabio Costa tirando uma com nossa torcida,alí sim tinha que chegar um cara e falar pra ele respeita a torcida se não vou pegar voce e nós 2 vamos ser expulsos.
Como não gosto de jogador que troca camisa no intervalo e depois do jogo.
O Palmeiras tá cheio de jogador bonzinho,eles não reclamam,não chagam junto,etc.

Eu estava no Palestra o que mais me chateou foi ver o Fabio Costa tirando uma com nossa torcida,alí sim tinha que chegar um cara e falar pra ele respeita a torcida se não vou pegar voce e nós 2 vamos ser expulsos.
Como não gosto de jogador que troca camisa no intervalo e depois do jogo.
O Palmeiras tá cheio de jogador bonzinho,eles não reclamam,não chagam junto,etc.

Tredinnick,

O Fair Play aqui no Brasil é algo que só vale quando um jogador é retirado de campo por contusão, etc. Daí a equipe adversária devolve a bola pro time do jogador retirado do campo.
É só aí que eu vejo.

De resto, infelizmente nossa cultura prestigia a malandragem, o jeitinho brasileiro. Em se dar bem de uma maneira “menos prejudicial aos próximos”. E no futebol não é diferente. Infelizmente.

Abraços

Os comentários estão desativados.