Categorias
Direto da Fonte

Keirrison pede paciência

O atacante Keirrison atendeu os jornalistas na tarde desta segunda-
feira (20), na inauguração da zona mista na Academia de Futebol, e
afirmou que sua cabeça está totalmente voltada para o Palmeiras.

“Mentira que eu estou pensando na Europa ou em algo que não seja o
Palmeiras. No Coritiba, convivi com essas especulações durante todo o
ano e nem por isso deixei de marcar gols. Pelo contrário, fui buscar
a artilharia do Brasileiro na última rodada. Aqui, não está sendo
diferente, pois eu honro meu trabalho e tenho comprometimento com o
clube e a torcida.”

O camisa 9, autor de 19 gols em 22 jogos disputados no ano, disse
entender as cobranças do torcedor, mas pediu paciência.

“Eu entendo as cobranças, até pelos últimos maus resultados. Mas meu
estilo de jogo é assim e eu tenho feito o máximo para me esforçar.
Estou procurando mudar minhas características, pois a marcação está
mais severa. O Vanderlei [Luxemburgo] tem me ajudado e eu vou
melhorar. Quero que as pessoas me entendam, pois sou jovem e estou
aperfeiçoando meu futebol.”

Artilheiro da Copa Libertadores, com 6 gols, Keirrison acredita que a
partida desta terça-feira será de vida ou morte para a equipe.

“Claro que o nosso projeto não vai acabar caso a gente não passe de
fase. Esse grupo é forte e vai entrar muito mais preparado para o
Brasileiro. Mas sabemos que ainda estamos com boas chances de
classificação e temos que fazer o possível e o impossível para vencer
a LDU. Não existe outra alternativa. Se vencermos, vamos jogar nossas
fichas contra o Colo Colo. Temos chances e vamos correr como nunca
atrás dela.”

Assessoria de Imprensa S.E.PALMEIRAS

Crédito: Fábio Menotti

2 respostas em “Keirrison pede paciência”

Concordo contigo, alguma coisa deve ter, jogador não fica ruim (desaprende) de uma hora pra outra dentro da competição, pode isso sim, ter um ou outro jogo que vai mal, mas a sequencia é preocupante.
Acho que o seu empresario tem muita culpa nessa queda de produção, uma porque ele fala demais, ele não é dono do jogador, ele esta é louco para encher o bolso e esta forçando a barra junto ao jogador.Nesta semana ele e seu empresario irão encontrar-se com pessoal da Traffic (assinar novo contrato), seria o momento para um puxão de orelha nos dois.

papo furado… enqnto nao jogar bola pra mim sera tudo papo furado…

1 mes atraz o procurador dele ficou soltando por ai q tinha otimas propostas de fora…

NAO PODEMOS VENDE-LO… pra mim ele ta forçando uma saida… se precisar coloca ele na geladeira… q ele desvaloriza, acorda e comeca a jogar oq sabe…

se nao viramos refem dos jogadores…

Os comentários estão desativados.