Categorias
Campeonatos

Palmeiras e Colo Colo; Paulista e Simon, sempre ele

Por Danilo Cersosimo

O Palmeiras enfrentará o Colo Colo com
arbitragem do paraguaio Carlos Torres – o mesmo que apitou Sport 0x2 Palmeiras.
Nessa ocasião o juiz parou demais a partida e apitou todos os lances – ou seja,
naquele contexto seu estilo foi positivo para nós.

No entanto, é possível que essa
característica de travar o jogo nos atrapalhe contra o Colo Colo, pois temos
que vencer e precisamos que a bola role…

***

Segundo o excelente www.worldreferee.com
o paraguaio já trabalhou nas seguintes partidas na Libertadores 2009:

placar

amarelos

vermelhos

pênalties

1st stage

Peñarol

Ind. Medellin

0 – 0

5 (4 – 1)

0

0

2nd stage

Sport Recife

Palmeiras

0 – 2

8 (3 – 5)

0

0

2nd stage

Guadalajara

Lanús

0 – 0

7 (2 – 5)

1 (0 – 1)

0

2nd stage

Sao Paulo

América de Cali

2 – 1

3 (1 – 2)

0

0

Fonte: www.worldreferee.com
(http://www.worldreferee.com/site/copy.php?linkID=580&linkType=referee&contextType=stats)
[acessado em 28/04/2009]

Os números comprovam a percepção que eu
tinha do árbitro – muitos amarelos para poucos vermelhos. O mesmo padrão se
observa nos outros jogos apitados por ele. 

Já que na Libertadores, cartão amarelo é
sinônimo de multa em dólares, a marcação pode ser bastante cerrada, pois
expulsões só deverão ocorrer em jogadas extremamente acintosas.

***

Santos 1×3 Corínthians: o rival será campeão paulista invicto com grande atuação de
Ronaldo – parabéns para ele e para os que apostaram na sua contratação
. Ousadia faz bem pro futebol e até aqui,
nesse caso, vem funcionando (independente da má qualidade dos times brasileiros
atualmente).

Quanto ao primeiro jogo da final vale
ressaltar a ótima atuação do árbitro Wilson Seneme – aplicou cartão amarelo
para quem tinha que ser punido independente do jogador estar pendurado ou não.

***

E o Simon, hein? Lembram daquele pênalty inventado pelo Ubaldo Aquino na
Bombonera a favor do Boca contra o Palmeiras pela Libertadores 2001?

O atacante do Boca se joga na área e quase não acredita quando
vê que o árbitro assinala pênalty.

Carlos Eugênio Simon – árbitro FIFA – conseguiu superar Ubaldo
Aquino.

Assistam ao vídeo do lance no link abaixo – faço meus os
comentários da equipe do “Redação Sportv.

Prá piorar, o árbitro, no dia seguinte ao jogo, descansado, sem
pressão, de cabeça fria, declara que SIM, HOUVE PÊNALTI no lance.

Lamentável.

http://globoesporte.globo.com/Esportes/Noticias/Futebol/0,,MUL1100971-9825,00-VIDEO+SIMON+NAO+VOLTA+ATRAS+E+DEFENDE+PENALIDADE+EM+LANCE+BIZARRO+DO+CEAREN.html

11 respostas em “Palmeiras e Colo Colo; Paulista e Simon, sempre ele”

Sempre achei o Simon péssimo roubou pros gambas na final da copa do Brasil em 2002 com um penalti claro em cima do cara do Brasiliense o Simon não deu ai no contra-ataque o que aconteceu? os gambas fizeram o gol já no segundo gol o Gil fez falta em um jogador do Brasiliense e o imbecil do Simon não deu a falta e os gambas fizeram outro gol, e sabe o que ele ganhou? Ganhou a chance de apitar a copa do mundo. Achei isto muito estranho futebol as vezes é uma pilantragem só que o digo o mesmos gambas que foram ajudados em 2005. Este time é associado da Cbf uma vergonha e a Globo tem parte nisto só do jogo que eles vão passar hoje não precisa falar mais nada né.

O Cunio disse tudo no coment.1, mas, acho que estes lances foram na final de 2000 sim, será que estou enganado? Em 2001 foram dois empates em 2×2 com desclassificação nos penaltis. Sei lá, de qualquer forma, fomos roubados, e o que fica pra história é versão dos vencedores. Perdedores e suas lamentações, por mais justas que sejam, são esquecidas pela maioria. Fazer o que!?

Sem dúvida esse jogo contra o Boca em 2001 foi uma dos maiores assaltos da história do futebol.

Era para ter sido 3×1 pra nós, em plena Bombonera, e acabou 2×2.

Lembrando que no jogo da volta, aqui no Palestra, também fomos roubados…

Faríamos a final contra o Cruz Azul do Mexico e teriamos vaga garantida no Mundial contra o Bayern Munique…

Cruz Azul que foi roubado por Márcio Rezende de Freitas (que novidade!) contra o próprio Boca ….

Ou seja: tava tudo encomendado…

E não vamos esquecer que o Rubaldo Aquino ainda expulsou o Fernando junto com aquele perneta do Barijo e nos deixou somente com a opção do Galeano para marcar o Riquelme aqui. E deu no que deu.
Quanto ao Simon… como são as coisas… em 2002, na final da Copa do Brasil, não viu uma falta real sobre o zagueiro do Brasiliense (fora o pênalti escandaloso não marcado para os candangos), num lance parecido com o do clássico cearense e agora marca essa ridícula. Tá na hora de aposentar, né, Simon?

Tem que ter muita cara de pau pra fazer o que fez e não assumir o seu erro.
Eu teria vergonha na cara e pedia pra me tirar da copa do mundo, é constrangedor, é muita cara de pau.
Assim ele perde toda a sua pouca credibilidade se ainda resta alguma, porque depois dessa, é pra encerrar a carreira.

O que pior, o Simon invertar aquele penalti, ou dizer no dia seguinte que foi penalti?????????

Faço ainda um MEA CULPA pelo equívoco: o jogo foi em 2001 como vc disse e era a semi, não a final.

Danilo, posso te dizer que naquele lance do Ubaldo Aquino ele tirou uma Libertadores da Sala de Troféus do Palmeiras. Mas você se esqueceu de algo CAPITAL naquele jogo: o pênalti ABSURDO e ESCANDALOSO sofrido pelo nosso volantão Fernando (hoje no Santo André) quando ele iria matar o jogo a nosso favor em plena Bombonera.

Posso te dizer, meu amigo, categoricamente, que este jogo foi uma das coisas mais tristes que testemunhei na minha vida como palmeirense, já que nos foi CEIFADO um dos títulos mais importantes de nossa história. Tudo bem que seria um pênalti, poderia errar, haveria o jogo de volta… Mas, convenhamos: ganhar o jogo de ida contra o Boca e decidir aqui pelo empate, era meio caneco na mão.

Quanto ao Simon, sem comentários: ele é um ridículo. Patético vê-lo querendo se justificar.

Os comentários estão desativados.