Categorias
Resenha dos Jogos

PAULISTÃO 2009: análise da R17 e R18

Por Danilo Cersosimo
 

Estamos chegando ao final do desnecessariamente longo campeonato Paulista. O Palmeiras acabou de empatar em 1×1 contra o Oeste de Itápolis, postergando a definição do 1º lugar – que poderia ter vindo sábado passado – para o próximo final de semana.

Oeste 1×1 Palmeiras: o Oeste teve um gol corretamente anulado no primeiro tempo – o jogador adversário estava impedido por milímetros. De qualquer modo o lance expõe ainda mais a fragilidade da nossa defesa no jogo aéreo.

A destacar negativamente os cartões amarelos aplicados contra Cleiton Xavier e Diego Souza – ambos injustos.

Assim como no jogo contra o Bragantino o Palmeiras foi carregado de cartões amarelos – que não serão zerados para a semi-final, tal qual em 2008.

É muita coincidência que os principais jogadores do Palmeiras sejam punidos com esse excesso de rigor justamente às vésperas das finais – teria alguma correlação com o fato de Reinaldo Carneiro Bastos estar à frente da FPF e ser muito ligado ao SPFC?

***

SPFC 1×0 Palmeiras: em jogo válido pela R17 o Palmeiras sucumbiu à sua própria falta de ânimo e saiu derrotado do Morumbi…

Incrivelmente, dessa vez a arbitragem apitou corretamente.

Aos 5´do 1º tempo o apático Marquinhos entrou violentamente em jogador adversário e foi punido com amarelo; eu teria expulsado.

Três minutos depois Júnior César recebe cartão amarelo corretamente. O mesmo se aplica para a punição contra Dagoberto aos 11 minutos.

Aos17´é a vez de Claiton Xavier receber o cartão amarelo – mais uma vez aplicado de forma correta pelo árbitro Wilson Luiz Seneme. O lance da falta poderia ter sido evitado pelo palmeirense, que a essa altura já deveria ter sacado o estilo rigoroso e coerente do árbitro na partida.

Para finalizar o 1º tempo André Dias também é advertido com cartão amarelo por falta e mão na bola no mesmo lance.

Inicia o segundo tempo e Evandro consegue uma proeza: tomar um cartão amarelo aos 10 SEGUNDOS!!! O cartão foi correto e merecido, pois a falta de inteligência de um jogador descansado deve ser sempre premiada!

Logo em seguida Hernanes em lance similar deveria tomar amarelo e o árbitro deixou passar em branco.

Já aos 8 minutos o premiado foi Jorge Vagner, enquanto Rodrigo deveria ter levado o seu um minuto depois em falta sobre Jumar. Segundo o critério do árbitro Arouca também deveria ter levado um amarelo aos 11 minutos.

Aos 12´um impedimento erroneamente assinalado contra o Palmeiras impede que Sandro Silva prossiga em lance que levaria algum perigo.

Aos 22´Mauricio Ramos faz falta GROTESCA em Júnior César e merecia levar um cartão amarelo.

De um modo geral Seneme foi bem – na minha opinião tem sido o melhor árbitro do campeonato paulista até aqui – e não comprometeu o resultado.

8 respostas em “PAULISTÃO 2009: análise da R17 e R18”

Estou preocupado quanto ao possível julgamento do Diego Souza por causa do jogo contra o Bragantino.
Vão querer nos prejudicar. Não lembram anos passados com exemplos como Valdivia e Kleber ?
Olho aberto!

Se os cartões zerarem depois não reclamem que os caras do outro lado do muro colocam reservas em campo e estejam se lixando para o que eles chamam de “Paulistinha”. Ninguém gosta de bandalheira.

acho que o Luxa pisou feio na bola ontem, começar um jogo contro o Oeste com 3 zagueiros foi de matar e outra pra mim este Julmar é um cone igual ao Marquinhos

Pode deixar breve estarei brigando entre os primeiros é dificil mas eu chego la

Talvez os cartões sejam zerados – o SPFC lidera a campanha pois seria o maior beneficiado. A regra no entanto diz que eles nao serao zerados. Se o fizerem será mudança de regra no meio do campeonato. Aí podemos entrar no Procon, já que está na moda….
Abraço!!

Desta vez não dá para reclamar nem do juíz… jogamos muito mal.

Quanto aos cartões, penso que eles serão zerados.

Danilo,
Ouvi no estadio 97 que os clubes estao se unindo para tentar ‘zerar’ os cartoes de todos os classsificados pra proxima fase.

De arbitragem o Palmeiras não pode reclamar neste campeonato!

Contra os pequenos é obrigação ganhar. Mesmo se o juiz prejudicar.

Contra os grandes, a arbitragem foi boa.

O problema é apatia. Tá um desânimo.

Os comentários estão desativados.