PAULISTÃO 2009: análise da R19; e É HOJE!

Por Danilo Cersosimo

Agora é pra valer – os próximos dias serão chave na vida do Palmeiras. O longo campeonato paulista entra agora na fase final com os 4 grandes – há 9 anos isso não acontecia.

Particularmente acho essa fórmula de disputa esdrúxula – além do que 20 times me parece demasiado. O ideal, na minha opinião, seria usar as mesmas 19 datas para um campeonato de pontos corridos, turno e returno com 10 clubes – 18 partidas cada clube. Ou utilizar a fórmula adotada no Rio de Janeiro.

***

Palmeiras 2×1 Botafogo-SP: Não acompanhei o jogo por estar fora da civilização – vi apenas o compacto e me pareceu que o time tinha jogado bem, até ler os comentários no 3VV de que não foi bem assim.

Alguns colegas contestam dois pênaltis não marcados a favor do Palmeiras: um sobre Ortigoza e outro sobre Diego Souza. Não vi os lances, pois nenhum canal veiculou…

Os colegas poderiam deixar suas impressões sobre tais lances nos comentários?

***

Chama a atenção no entanto a enxurrada de cartões amarelos dada aos jogadores do Palmeiras nessa reta final.

A expulsão de Diego Souza contra o Bragantino foi ridícula. O julgamento na véspera das semi-finais foi  mais rídiculo ainda.

***

São Caetano 2×2 SP: Os dois gols do SPFC me pareceram em impedimento – o primeiro, do André Lima, que só marca gols em impedimento, com certeza estava.

O segundo gol, do Renato Silva, é interpretativo, e no frigir dos ovos o bandeira acertou.

O gol de empate do Azulão no final também estava impedido.

***

Rogério Ceni falhou bisonhamente nos dois gols do São Caetano.

Dagoberto e André Lima formaram a dupla de ataque do SPFC nesse fim de semana. E teve gente que queria a dupla por aqui… eles são a prova de que a diretoria ultra moderna do futebol brasileiro também contrata mal.

***

Mirassol 2×2 Corinthians: Novamente peço a ajuda dos colegas – a imprensa praticamente só mostrou os gols do jogo e alguns Palmeirenses contestam o pênalti dado ao Corinthians bem como a expulsão do jogador do Mirassol.

***

Ponte Preta 2×3 Santos: A torcida da Lusa não vai esquecer o zagueiro Jean da Ponte Preta tão cedo… o lance do pênalty foi tão infantil que chega a dar pena da Lusa.

Com o árbitro de frente pro lance fica difícil não marcar pênalty – se bem que tenho cá minhas dúvidas se o mesmo seria assinalado se fosse o contrário.

***

É HOJE: Na Ilha do Retiro o Palmeiras faz sem dúvida o jogo do ano – uma vitória garante apenas a sobrevida na Libertadores – na próxima quarta-feira o segundo capítulo desse duelo no Palestra Itália.

A arbitragem será do paraguaio Carlos Torres, como queria o Sport.

Carlos Torres é um bom árbitro e deixa o jogo correr, como queria o Sport.

Carlos Torres é um árbitro caseiro, como queria o Sport.

O Palmeiras vai ganhar hoje. Queira o Sport ou não.

Posts antigos, Por Onde Anda, e Links Patrocinados