Categorias
Direto da Fonte

Pós Jogo Palmeiras 1×2 Santos: entrevista coletiva de Luxemburgo

Em entrevista coletiva concedida logo após a derrota por 2×1 para o
Santos, o técnico Vanderlei Luxemburgo defendeu o elenco, disse que
o planejamento ainda está em formação e que a equipe está pulando
etapas na temporada.

“O Palmeiras montou um time novo este ano e, desde o início, eu
sempre disse que seríamos fortes e favoritos para o Brasileiro. Não
era desculpa. Era realidade. Esse grupo é bom, tem comprometimento e
vai dar o que falar. Mas é preciso paciência”, disse.

“É um time jovem, que encarou jogos decisivos num curto espaço de
tempo. Mesmo com a eliminação, superamos limites e em nenhum momento
nos entregamos ou deixamos de acreditar. Que é necessário alguns
ajustes, isso nós sabemos. Mas não é hora de dizer que está tudo
acabado”, completou.

O treinador palmeirense também entendeu as críticas e a tristeza da
torcida após a eliminação no Paulistão.

“A torcida está chateada com razão, pois veio aqui, lotou e apoiou
do primeiro ao último minuto. Mas nós também estamos tristes. Não
queríamos que fosse dessa maneira. As críticas nós temos que
entender e absorver. Na minha primeira passagem por aqui, em 1993,
também pediram a cabeça de um monte de gente, mas o planejamento
seguiu e nós fomos campeões. O ano não acabou para o Palmeiras.”

Luxemburgo enalteceu a classificação santista e saiu em defesa do
meia Diego Souza, expulso durante a segunda etapa após confusão
envolvendo ele e o zagueiro Domingos.

“O Santos fez dois grandes jogos e teve méritos. Foi superior e
mereceu a classificação. Só não precisava ter aquilo no final do
jogo. O Diego Souza não fez nada para ter sido expulso. As imagens
são claras. Se depois ele tomou atitude errada ao agredir o
Domingos, foi por desabafo por algo que não cometeu.”

Assessoria de Imprensa S.E.PALMEIRAS

5 respostas em “Pós Jogo Palmeiras 1×2 Santos: entrevista coletiva de Luxemburgo”

Cara, hoje ta dificil de falar alguma coisa, mas é lamentavel ver o time como jogou e é inadmissivel ver o Verdão apanhar dentre de casa. Ta parecendo que ta muito complicado jogar lá.

Ele precisa de para de planejar e começar a executar, estamos no meio de abril, decidindo a libertadores e continua falando da porcaria do planejamento mal feito.
Como pode ter mandado embora o melhor zagueiro da época (Gustavo) e contratar isso que está ai? Reforçar os adversários não dá mais.

Sabe o que mais ferra tudo?
Esse discurso de planejamento!
Porra, onde tá o planejamento com Evandro e Cabixaba?

Me desculpa, mas a torcida e a diretoria estão sendo até pacientes demais com ele. A merda e que vai por quem no lugar dele?

to cansado desse papo dele…

temos jogadores horriveis(nao preciso citar nomes)
e ele insiste nesses caras…

PQ ele inicia o jogo com o evandro… pq nao colocou d etitular o D. Saconny.. que em 30minutos de 1 jogo foi decisivo… o Evandro ja teve centenas de chances e so fez porcaria…

cansei do LUXA e desse time…. nao da pra confiar… num jogo mata a pau na ilha de lost.. no outro joga de forma bizonha..

Só faltava ele não entender as críticas e a tristeza da torcida.
Comparar a campanha de 93 com a de agora, ele só pode estar brincando.
Ainda mais que ele esquece só chegou no finzinho do Paulista de 93.Quem foi crucificado foi o Otacilio Gonçalves.E o time tinha Sérgio,Roberto Carlos,Mazinho,César Sampaio,Zinho,Evair e Edmundo.Isso é base de seleção brasileira.
Não dá para comparar os elencos.Além do mais ele teve esse time monstruoso na mão e tbm não ganhou a libertadores.Tudo bem que foi muito por causa da viagem burra que o time fez a Rússia entre os dois jogos com o SP em 94.Mas ele era o técnico.

Os comentários estão desativados.