Categorias
Futebol com Números

Os clubes que realmente faturam com o futebol – 1

Por Luís Fernando Tredinnick Divulgação autorizada mediante explícita citação do autor e do blog Terceira Via Verdão

Amigos, hoje começamos uma série de artigos sobre os clubes de futebol com as maiores receitas no mundo. Os artigos são baseados em uma publicação da consultoria Delloitte, chamada “Delloitte Football Money League 2009”

Os números são assustadores para nós brasileiros. Se o Barça fatura quase R$ 1 bilhão por ano, é complicado pensar que ele é “apenas” o terceiro clube de maior faturamento….

AS RECEITAS DOS VINTE MAIORES CLUBES

Observem no gráfico abaixo as receitas dos vinte maiores clubes:

 
Impressionante, não?

ALGUMAS CONSIDERAÇÕES

É duro pensar que o 20º clube na lista tem receitas maiores do que o clube brasileiro de maior faturamento. Mais do que isso, imaginar que o Fenerbache chegou à seleta lista, ainda que esteja na Turquia .

Também é duro pensar que o Real Madrid fatura por ano quase a mesma coisa que os 20 clubes da primeira divisão do futebol brasileiro (vou verificar o quanto é e escreverei um artigo sobre isso).

COMO ESSAS RECEITAS EVOLUÍRAM?

Detalharei no próximo artigo a evolução das receitas. Como aperitivo, na publicação de 2005, referente à temporada de 2004, o clube de maior receita era o Manchester United com 259 milhões de Euros. Ou seja, o Real Madrid fatura 41% a mais do que o Manchester faturou 4 anos atrás.

O último clube da lista de 2005 era o Aston Villa que faturava apenas 84,4 milhões de Euros. Ou seja, o Manchester City para entrar na lista precisou faturar 23% a mais do que o Aston.

Em resumo, os grandes clubes estão faturando cada vez mais e a diferença entre eles e os demais clubes está aumentando. Simples assim.

Hoje é só um aperitivo, aguardem os próximos artigos!

Saudações AlviVerdes

*Luís Fernando Tredinnick escreve todas as sextas-feiras no 3VV, explicando a quem conhece e também a quem não conhece os números no futebol.

12 respostas em “Os clubes que realmente faturam com o futebol – 1”

Cunio,

Você está absolutamente correto. Dia 17 de abril, publiquei um artigo em que listava o Real Madri com uma dívida de 400 milhões de Euros, ou seja, maior do que a sua receita anual ( a do Palmeiras é de uns R$ 40MM para uma receita de R$ 120MM).

Mas o pior é que o Real Madrid ainda recebe ajuda do governo espanhol….

Um dos problemas em competir com os Europeus é que além deles faturarem mais, nem todos tem lucro, o que dificulta a nossa vida ainda mais…

Em tempo: teus posts estão cada vez melhores.

Saudações AlviVerdes

Luís, me corrija se eu estiver errado, mesmo com toda essa arrecadação o Real Madrid deve às tampas, não é? Sei que você diz sempre sobre a “qualidade” do endividamento, realmente algo muito importante a ser notado, mas acho que os caras lá estão precisando entrosar os departamentos, não acha? Abraços! Nem quero esperar os números do Brasil… Que dó.

olhem essa noticia…
http://blogdocosmerimoli.blog.uol.com.br/arch2009-05-17_2009-05-23.html#2009_05-21_18_56_24-135376829-0

extraido do site acima..

“Marcos irá para o programa Rock Gol da MTV no domingo.

Não tem a mídia de Ronaldo, mas conseguiu um contrato de três anos com a Topper.

Serão luvas, camisas, bermudas, todas personalidadas.

Inclusive uma camisa longa, com o número da sorte do goleiro, o 12 nas costas.

E embaixo dele, todos os títulos conquistados por Marcos.

E uma frase emotiva que compara a relação do goleiro ao Palmeiras.”

CONTRATO COM A TOPPER??? poxa ninguem da Adidas ou do Palmeiras pensou em algo do tipo???

quer dizer q nosso jogadores viram garotos propaganda de uma marca que nem passa perto do palestra…
– nada contra contratos paralelos… mas isso e o tipo de coisa que a Adidas ou o Palmeiras poderiam oferecer ao Marcos… com ganhos de $$ para todos…

È Fernando, é engraçado como eles respeitaram o nome do evento que teve no Jóquei Club de São Paulo, no intervalo do jogo entre Inter x x Palmeiras.
Mas quando os times de volei estão jogando eles chamam o nome do time, da cidade cidade onde o time tem a sede, já pensou se tem 2 times em Osasco ? como que a Globe iria chamar, por
Osasco-Centro e Osasco Bairro ?

Isso é ridículo, é um dos principais motivos do futebol não crescer como devia !!!

Abraço !!

Isso de falar o nome do estádio (Naming Rights)
è questão dos dirigentes cobrarem !
e Isso não existe, na imprensa, quando parei pra perceber o quanto de jornalistas falavam Parque Antártica e não Palestra Itália (como é o verdadeiro nome) vi que isso não é imposto, e tem que ser
principalmente quando alguma empresa pagar pra ter esse nome estampado e falado na midia !!

Temos que pensar na nossa evolução como um todo no futebol !!
A 10 anos atras não existia marketing em clubes aqui no brasil, hoje já esta crescendo muito.
A 10 anos nossos patrocínios eram a patamar de 8MM, hoje ta está em quase 20MM.
A 10 anos o nosso publico nos estádios não passava de 7mil na média geral, hoje já passa dos 14 mil.

Então é tudo como as coisa se desenvolvem, não sei se um dia a gente vai chegar perto disso, mas somos eles 25 anos atrasados !! assim como o Brasil em geral !!

Mas temos otimos exemplos para serem seguidos !!!

Marco,

e verdade quem vai querer patrocinar com valores altos uma confederacao sulamericana q faz essa trapalhada toda com o caso da gripe suina??

da CBF eu nem falo nada… nem precisa…

Luis,
e verdade nunca vi nenhum jogador falar em Arena Kyocera..
– mas acho q se for questao cultural nao muda tao cedo..
– pq a globo nas entrevistas fecha a camera na cara do jogador, isso ja e um desrespeito com os patrocinadores…
– acho q se a globo pudesse colocava alguma coisa pra esconder os patrocinios das camisas durante os jogos…

abracos

Talarico,

Excelente pergunta e uma resposta complexa.

Acho que precisamos também ter uma mudança cultural. Você lembra de algum jogador do Altlético-PR se referir ao seu estádio como Arena Kyocera? Nem eu.

Esse é só o começo da mudança necessária.

Novelini,

Sem dúvida são vários fatores. O que acontece é que esses fatores acabaram gerando um “ciclo vitorioso” onde cada um dos fatores individualmente alimenta os demais fatores! Vamos ver o poder da TV nesse aspecto e, mesmo com a TV em larga escala o público nos estádios é muito bom!

Rogério, acredito que o problema maior não é a falta de união dos clubes, mas a falta de uma competição entre as TVs no Brasil. Adicionalmente, o pay-per-view ainda engatinha no Brasil, mas com o número de assinantes crescendo rapidamente, podemos ter mudanças estruturais em um futuro próximo!

Mas vamos ver que a diferen;ca entre nós e os Europeus ainda é muito grande!

Saudações AlviVerdes

Ganhamos uma mereca da Globo isto não pode acontecer se juntasse todos os clubes não seria esta palhaçada.

Luís Fernando Tredinnick,

Irei aguardar sua análise pois sei que vem informação importante e interessante. Pegando um pouco das aulas que você nos apresenta semanalmente posso dizer que isso se deve a uma série de fatores como:

– EUFA bem dirigida

A administração está nas mãos de Michel Platini. Uma pessoa muito inteligente. E aqui na Conmebol?

– Liga Nacional forte;

Isso se deve a um bom planejamento, calendário bem elaborado, etc….
Alguém sabe me dizer por que é que os times brasileiros que disputam a Libertadores não podem disputar a Copa do Brasil? Na Europa isso não acontece.

– Exibição em vários países;

Não tenho as informações, mas acredito que as ligas inglesa, espanhola e italiana são exibidas no mundo inteiro. Asia, África, Americas do Norte e do Sul e Oceania. Aliás, alguns clubes europeus fazem a pré-temporada na Ásia por questão de marketing.

– Faturamento com produtos licenciados

A receita dos clubes com venda de produtos relacionados aos jogadores praticamente “paga o investimento” e dá lucro. Ex: Dizem que o Kaká irá para o Real Madrir. A quantidade de camisetas que venderão nas semanas seguintes já pagará o custo do investimento.
Aqui no Brasil não conseguimos isso. Tentaram passar essa mensagem no caso do Adriano, mas todos sabemos que a conta não fecha.

– Público nos estádios

A média de público do Real Madri é de 75 mil pessoas! O Manchester City possui média de 42 mil.
Possuem estádios confortáveis além de segurança e outros item importantes.
Aqui vimos que a insegurança impera nos nossos estádios. E sabemos muito bem que é que pratica esse mal.

Listei estes itens mas acredito que alguns problemas foge do controle dos dirigentes. São problemas nacionais.

Um abraço.

Luis,

e meio off mas gostaria de te perguntar…

como fazer o namming rights funcionar no Brasil??

pq as emissoras nao falam o nome dos times… no volei vimos isso.. as empresas pagam caro pra colocar o nome no time e a globo chama o time de Suzano.. ridiculo..

– agora no gp globo de blabla.. eles enchem a boca pra falar globo..

– no futebol ninguem falava o nome do patrocinador da arena do Atletico PR..

enqnto na europa ta ai no logo.. Serie A TIM.. em todas as emissoras aparece esse logo.. ja aki :/

abrcos

Os comentários estão desativados.