Categorias
Resenha dos Jogos

Arbitragem R05 Brasileirão – quantas vezes para dizer que foi gol?

BR09 – Arbitragem – R05 –
Palmeiras 2×0 Vitória

Por Danilo Cersosimo

Quem foi ao Palestra
Itália viu o Palmeiras virar o jogo na raça para cima do Vitória e também viu a
auxiliar Maria Caetano (RO) não ver gol legítimo dos baianos.

O árbitro Héber Roberto
Lopes pouco tinha a fazer em tal jogada, já que estava de frente e, portanto,
sem a acuidade necessária para validar ou não o lance.

Por outro lado, sua
auxiliar, na diagonal e sem jogadores à sua frente provavelmente ficou na
dúvida pela rapidez da jogada, que causou dúvidas a todos, tanto é que os
narradores e comentaristas demoraram a firmar opinião sem antes ver e rever o
replay do lance em questão.

No link abaixo é possível
assistir ao vídeo pelo Globoesporte.com, reparem que o centroavante Roger
questiona os repórteres que afirmam que a bola não entrara:

 http://globoesporte.globo.com/Esportes/Noticias/Futebol/Brasileirao/Serie_A/0,,MUL1186393-9827,00.html

O lance em questão foi o
primeiro erro crasso a favor do Palmeiras no BR09.

***

Semana passada,
discutimos aqui a necessidade da utilização da tecnologia para jogadas polêmicas
durante o jogo. O gol não validado do Vitória ontem reacende tal debate – em
minha opinião é fundamental que a arbitragem tenha acesso ao recurso da TV
durante o jogo para sanar dúvidas capitais.

***

A rodada do BR09 de
futebol começou na quinta-feira, com dois jogos. Um deles foi Santo André 3×3
Santos e dois lances chamaram muito a atenção, ambos com Fábio Costa
protagonizando cenas lamentáveis nas suas saídas de gol. A primeira em Gustavo
Nery você vê no link abaixo:

http://globoesporte.globo.com/Esportes/Noticias/Futebol/Brasileirao/Serie_A/0,,MUL1186392-9827,00.html

Reproduzo aqui as
palavras do narrador do PFC: “se isso não é pênalti, o que é pênalti?” e “se eu
sou centroavante, eu não divido uma bola com o Fábio Costa”. Ao ver os lances,
têm-se a impressão de que o goleiro santista entra em campo como quem entra
numa arena de Ultimate Fighting.

Com a palavra, o STJD,
que no passado recente perseguiu Valdívia, Edmundo, Kléber e Diego Souza,
enquanto o pau come solto por aí.

 

***

 

E por falar em Kléber…
Foi expulso injustamente pelo fraco árbitro Antônio Hora Filho em
desentendimento com o goleiro Lauro do Inter.

 

No lance, um
empurra-empurra entre o zagueiro colorado e o Gladiador – ambos merecedores de
cartão amarelo – culminou com um chute de Lauro (o goleiro, atingido pelo
empurra-empurra) na canela de Kléber, que acabou sendo expulso junto com o arqueiro.

 

Kléber alega que só foi
expulso em retaliação à punição dada a Evandro Rogério Roman, árbitro que
permitiu o habitual rodízio de faltas do SPFC no último encontro entre as duas
equipes. Faz sentido.

A expulsão de Kléber no
último domingo serve para desconstruir sua reabilitação disciplinar em campo,
minimizando a arbitragem pró-SPFC do último confronto e já moldando o que será
o jogo entre ambos pela Libertadores.

A diretoria do Cruzeiro
promete protesto formal na CBF e diz já estar de olho na arbitragem da
Libertadores. Faz bem.

22 respostas em “Arbitragem R05 Brasileirão – quantas vezes para dizer que foi gol?”

Se algum Zagueiro do Palmeiras desse uma voadora igual a que o Bolivar deu no Gerson Magrão, tava banido do futebol. Mas o tal de Paulo Schimidt do STJD a serviço do esquema Reebok/Vipcomm não viu nada. o STJD prefere acatar os recursos conrtra Pierre e Diego Souza. Que absurdo!
Alguém pode me dizer quais outros atletas foram julgados, absolvidos e houve recurso do resultado?

Olha a imprensa aí:

http://esportes.terra.com.br/futebol/brasileiro/2009/interna/0,,OI3815787-EI13759,00-Veja+quem+foi+prejudicado+na+Serie+A+e+numeros+curiosos+da+rodada.html

Vejam a parte da reportagem que fala da arbitragem. Fizeram questão de destacar o lance do Marcos. Engraçado, eu nunca tinha visto análises minuciosas desse tipo antes, bastou ser um erro de arbitragem favorável ao Palmeiras que vira destaque. Quando é o time do jd. leonor que é beneficiado ninguém fala nada.

Quando erram contra o Palmeiras, a imprensa comenta sutilmente; no caso inverso, faz-se o estardalhaço… é assim mesmo.

Caros amigos, complementando alguns pontos aqui levantados:

– Expulsão do Kléber: realmente ele dá um pisão em Lauro antes e eu não tinha visto a tal imagem – mea culpa. Pelo pisão no pé do goleiro adversário não dá pra culpar o árbitro pelo cartão vermelho, embora eu continue achando que a arbitragem estivesse louca para bota-lo pra fora.

Quanto ao jogo ante o Coritiba:

– o gol da vitória do Palmeiras realmente saiu de um impedimento do Marcão, MAS o penalty dado ao Coritiba foi duvidoso e tivemos dois pênaltys escandalosos não assinalados a nosso favor.

No balanço geral acho que o Palmeiras não tem sido nem muito prejudicado nem muito favorecido, com exceção ao jogo contra os Bambis, pois ser prejudicados contra elas SEMPRE não pode ser coincidencia.

E olha Alvaro que este ano já começaram a ser ajudados na cara larga, contra o Atletico Paranaense, Palmeiras e Cruzeiro foi um escandalo em 5 jogos 3 foi no apito ai é complicado né, de olho nelas pode ser que venha o quarto só no apito

Aliás, sou a favor do recurso eletrônico como foi debatido em outro post. Porém na impossibilidade do uso desse recurso, eu acho que a FIFA deveria ser mais agressiva e firme e estabelecer uma regra do tipo “em dúvida, pró ataque” e orientar que os árbitros apenas apitassem os lances em favor da defesa se tivessem bastante convicção.

Acho que isso até diminuiria a pressão sobre os árbitros. Há lances reconhecidamente difíceis. Assim, mesmo que acabassem errando ocasionalmente a favor dos ataques, pelo menos estariam seguindo a recomendação da FIFA e não agindo arbitrariamente. E errar contra os ataques ficaria difícil, pois para fazê-lo o árbitro estaria chamando a responsabilidade para si e demonstrando convicção.

O grande ponto é o seguinte: erros sempre vão acontecer. Se o jogo não é viciado, 50% dos erros vão ser a favor e 50% contra qualquer time.

Quando um time é beneficiado em 90% dos casos e prejudicado em apenas 10%, com uma amostra grande o suficiente (e 3 brasileiros são mais de 100 jogos!), alguma coisa está definitivamente errada…

Fabio o lance foi muito dificil, acho que qualquer bandeira que tivesse lá teria duvida ainda mais pelas defesas de São Marcos qualquer um ficaria em duvida com certeza

Sinceramente.. não dá pra falar que fomos ajudados pela arbitragem.
Como o próprio texto sugere: “quantas vezes para dizer que foi gol”
Imagem congelada, vários angulos.. sem o recurso de computador, sinceramente, eu diria que não entrou…

Olha acredito que nosso problema de zaga ta com os dias contados o Verdão esta indo atras do zagueiro Rodrigo que estava nos bambis o cara sofreu um embolia pulmonar mas já esta recuperado, vamos torcer parece que os gambas estão na parada tambem, mas tomare que o Luxa o convença a traze-lo precisamos demais de um zagueiro bom coisa que não temos

Luís Fernando Tredinnick , no jogo contra o coritiba o pênalti pra eles foi inventado, não se esqueça, então o impedimento do Marcão acabou compensando. Então, não concordo que fomos mais ajudados que prejudicados, está equilibrado até agora na minha opinião.

Eu ia dizer o que o amigo Luiz Fernando disse acima. O Kléber Gladiador pisou propositalmente no pé do Lauro naquele lance. Ontem, no Linha de Passe da ESPN-Br, foi mostrada uma tomada em que isso é claro.
Ele aproveitou e malandramente deu aquelas declarações de que foi expulso injustamente. De qq forma, há males que vem para o bem. É bom que ele não nos enfrente msm, pq o que essa nossa defesa ia tomar de “tranco” dele não tá no gibi.
Sobre o Fábio Costa, já cansou o fato dele quebrar todo mundo e a arbitragens não fazer nada. Mas o pior mesmo foi a expulsão do Nunes (nosso carrasco naquela final da Copinha) e que tava acabando com o jogo.
Essa nossa diretoria tinha que trazer uns caras assim… esse cara é matador de longa data. Foi lá no RN buscar o tal do Max, sendo o Nunes estava aqui do lado.

Olha Luis Fernando discordo totalmente de vc em relação que fomos mais ajudados do que prejudicados no jogo contra o Coritiba teve 3 penaltis a nosso favor não marcado e contra o bambis 1 então em 5 jogos só vi uma ajuda que foi no ultimo jogo.

Concordo com todos que é a primeria falha grave a nosso favor. Mas Danilo, vc se esqueceu do pênalti para o Vitória no primeiro tempo também que o juiz não deu. Esse jogo é para esquecermos. Um erro não pode justificar o outro. Todos os pênaltis claros e GOLS claros devem ser marcados.
Quanto ao Fábio Costa, todos sabem que ele é famoso por entrar que nem um animal nas divididas com os atacantes. Mas, o STJD prefere perseguir Kléber, Diego Souza…

Pessoal, até agora os juizes nos ajudaram mais do que prejudicaram.
No gol contra o coritiba o Marcão recebe impedido e depois dá o passe para o gol. Fomos roubados escandalosamente contra o pessoal do Jardim Leonor. E, finalmente, foi gol mas não foi marcado. Tudo bem que foi difícil, mas se tivesse tecnologia em campo, o gol era validado e ponto.

Danilo, pela primeira vez vou descordar de você: em um vídeo aparece claramente que o Kleber pisa no pé do goleiro antes de receber o pontapé. Eu particularmente duvido que o bandeirinha tenha visto o lance, mas pela imagem fica claro que a expulsão foi justa.

Saudações AlviVerdes

O juiz nos ajudou desta vez, mas só nos deu dois pontos que os bambis nos roubou. E o Kleber tem que descançar pra pegar a bicharada aqui no Morumbi

Inter-RS e SPFC….

Vai ser difícil aguentar esses clubes sendo ajudados.

assim como vcs tbm achei uma injustiça com o Kleber… mas revendo o lance no jornal da globo, percebi que o Kleber pisa no pé do goleiro e este entao revida com o chute. …eita kleber….rs

Pelo menos uma a nosso favor, normalmente em casa é que somos escandalosamente roubados.

E o lance do Kléber foi uma injustiça, o lado bom é que ele não enfrenta o verdão.

Opa! Fomos ajudadados!
Pela lógica bambinesca, estamos no caminho do título…

como sempre esses ridiculos do STJD..

agora vao rejultgar o piere e o diego..

– qndo foi penalti no diego souza contra as mocas… mal se falou na imprensa..

agora esse gol q nem da pra saber se a bola entrou toda mesmo… nuss.. falaram 1milhao de vezes ja…

bando de vendidos

Realmente foi engraçada a atitude do repórter que sinalizou ao Roger que não foi gol…
Esse mesmo Héber, num jogo contra esse mesmo Vitória, não marcou um penalti claro para o Palmeiras num jogo em que estava 1 x 1 no Palestra, só não lembro se foi em 2006 ou 2007. Quando eu vejo esse clone do Molina (só na careca) eu já fico com medo do que vai rolar… dessa vez até que não foi mal, e não dá prá culpar nem ele nem a bandeira pelo erro no gol do Roger. Vale lembrar que só fomos rebaixados em 2002 (e o Santos campeão) graças a um gol do Zinho não assinalado em que a bola claramente entrou (bateu no chão após o travessão). Abraços!!! PS. O SPFC Não foi ajudado nessa rodada??? Milagre, heim!!!

Os comentários estão desativados.