Categorias
Italiano

Lega Calcio: uma visão das transferências no mercado italiano

POR CARMINE PACIELLO

* Amigos,
na coluna precedente,  por falta de
espaço,  as informações sobre os clubes
empenhados na campanha de contratações  não
foi  completa. Agora vou mostrar (espero)
aquelos objetivos, conseguidos ou cogitados 
dos outros times.

* Para felicidade do amigo M. A. Novelini, a Juventus se fortaleceu: com o
artista Diego, Ferrara sonha repetir o que conseguiu como jogador do Napoli ao
lado de Maradona. Que o homônimo de Ribeirão Preto não poderá desempenhar no nível de Sua Majestade Diego I°
é claro, mas que é craque, é craque, sim! Com ele a Juve  voltará a ter aquela “matéria cinza”  que fez 
falta no último campeonato, onde priorizou os músculos de Sissoko e
Poulsen ao “gênio”. E com D’Agostino, que com 99,99% de possibilidade (faltam
detalhes) os bianconeri vão contratar da Udinese, o “nível” de cérebros será
ainda ampliado. Mas a Juve deseja também Giuseppe Rossi, outro homônimo, desta
vez do “Pablito” que castigou o mágico Brasil de Telê em 1982 no Sarriá, a meu
ver um baita jogador que, se chegar, vai compor com Amauri uma dupla fantástica.
A oferta  que a Juve formulou ao
Villareal foi Trezeguet & 14 milhões de €, cifra que o time espanhol
recusou por ser baixa.

Os outros jogadores
cogitados são: Elano dos Citizens, um lateral esquerdo (que deve sair entre
Grosso do Olympique Lione e  Dossena  do Liverpool ) e  Zuniga, o lateral direito do Siena (o colombiano
que há 2 anos, esse modesto torcedor palestrino tentava inutilmente indicar à
diretoria do Palmeiras).

O time deverá jogar
num 4-1-2-1-2, com Buffon; Grygera, Cannavaro, Chiellini e Grosso; Sissoko; D’Agostino
e Marchisio; Diego; Rossi e Amauri.

Um timaço! Sem esquecer
um banco à altura dos titulares com Del Piero, Zanetti, Molinaro e sobretudo o
craque “de bolso” aquele Giovinco que seria titular em qualquer outro time.  A meu ver o próximo título italiano já tem
dono.

* Por que digo isso? Porque tudo deixa indicar que a Inter não terá mais a
força de Ibrahimovic e Maicon pretendidos pelo  Real Madri e isso significa debilitar o time em
40% do próprio potencial. Fala-se em Benzema (dinheiro mais Vieira e o ala Mancini)
mas eu creio que o francês de origem argelina vai para o Manchester Utd.

Fala-se também do meia
brasileiro Ederson, do Lyon, e esse seria um bom reforço.

Mas meus queridos
amigos de Mourinho, algumas vindas parecem ser problema:  junto com o zagueiro Carvalho está chegando
Deco do Chelsea. Ou seja, uma aquisição em um momento de grande déficit financeiro
e aparentemente fora de lógica. Do ponto de vista físico o meia tem já 32 anos
e muitas lesões; do ponto de vista econômico, considero o seu engajamento  exagerado devido à contribuição que Deco pode
oferecer.  A meu ver a equação é simples:
 Deco é como Vieira.    

* E o Milan? É ainda cedo para falar mas sem Kaká,
com o adeus de Maldini e com Pirlo e Pato que ameaçam ir embora , o time atual
me parece bem modesto. A diretoria aposta tudo sobre Ronaldinho que,
teoricamente bem pode fazer esquecer Kaká, mas a dúvida fica: o dentuço está
mentalmente e fisicamente preparado a essa missão? E, falando de dentes, a
novela que envolveu o Milan com “Smile” Chissoko, precipitadamente definido por
Galliani como o melhor lateral esquerdo em circulação e depois não confirmado
por um problema de dentadura que não permite a correta postura ao jogador não
depõe a favor da Sociedade rossonera. Talvez estejam arrependidos por terem desembolsado
15 mil de €, esse problema deu ao Milan a chance de anular o negócio e
reformular  a oferta: empréstimo por 1
ano com preço reduzido fixado em 10 milhões de euros para o resgate.
O Porto, por enquanto, recusou a proposta.

Assim como fizeram os
bambis que definiram a proposta ao Milan para levar Miranda e Hernanes  a uma oferta a preço de bananas. Isso foi
outra piada que teve como protagonista o pertubado clube do Milan!
E que dizer de Dzeko? Galliani
continua a dar como acertado o negócio enquanto o Wolffsburg nem se senta à mesa
sem um oferta mínima de 25 milhões de €.

* Ao
amigo Vinicius Zucca sou devedor de um comentário sobre a Lazio, time que
conquistou a Copa Itália com méritos depois de eliminar a Juventus (que queria
a Taça para salvar-se do fracasso de um ano ruim) na semi-final e derrotar  na final a Sampdoria de Cassano. A sociedade não
faz parte da elite do calcio italiano por não ter um poder contratual parecido com
a Juve, Inter e Milan mas consegue suprir as necessidades financeiras com
competência e argúcia. Sem essas qualidades o clube (apesar  que foi cego na gestão de Macheda que jogava nas
categorias de base)   não poderia ter um time formado por bons
jogadores  como Pandev, Rocchi,
Matuzalem, Kolarov e, sobretudo não pescaria  Zarate no futebol árabe. Essa foi  mai uma obra- prima do presidente Lotito,
pouco amado dos ultras celestes mas um homem que com uma atenta política de
custos conseguiu zerar o déficit da Sociedade  assegurando um futuro ao clube.

O argentino caiu bem
no esquema ofensivo do técnico Delio Rossi e será o jogador-chave pelo proximo campeonato
considerando que Pandev é pretendido por Napoli e Juve e o cérebro Ledesma, a seu
pedido, será cedido. Novidade em contratações? Pouca coisa.

Eli, apelido de Eliseu
Pereira dos Santos, veloz ala lusitano de 26 anos e jogador revelação na Liga
com o Malaga foi adquirido por apenas 1 milhão de euros;  no gol chegou do Catania o argentino Bizzarri
enquanto Carrizo será cedido ao Saragozza para ter o passe em definitivo de
Matuzalem. Fala-se também da volta de Nedved que antes  anunciou  a sua despedida mas parece que já mudou de idéia,
e do meio campista uruguaio Bogliacino (que pode chegar  como moeda de troca no negócio de Goran Pandev
ao Napoli).

No ataque o desejo da
Lazio chama-se Arnautovic mas o time tem a forte  concorrência do Chelsea e da Inter. Outra
hipótese é pegar do Genoa, que o recebeu da Inter na troca com Milito, o jovem
atacante Acquafresca.  Novidade também no
banco: a condução do time será de Davide Ballardini, ex técnico do Palermo que
pretende trazer do time siciliano o meio campista Fabio Simplício.   

* Percebo que ultrapassei os limites do meu espaço. Bom, confiando na
benevolência do patrão Vicente vou terminar prometendo na próxima coluna a análise
sobre Napoli, Fiorentina, Genoa e, sobretudo, Roma que está na véspera de uma
passagem  importante paro o seu futuro: a
aquisição  da Sociedade por um grupo
suiço-alemão.

Abç, Carmine.

Crédito da imagem: http://3vv.com.br/wp-content/uploads/2009/06/deigo1.jpg

       

 

6 respostas em “Lega Calcio: uma visão das transferências no mercado italiano”

Carmine,

E o que aconteceu com a AZZURRA????

Estava torcendo MUITO pelo time italiano, inclusive contra o Brasil, mas não deu.

Itália e Brasil…. sou sempre Itália. Só quando o goleiro Marcos defendia a seleção, eu torcia pelo empate.

Lippi terá muito trabalho para frente. Se continuar assim, é capaz de não passar da primeira fase na Copa.

CARMINE,

Foi um grande prazer ter meu nome incluso no seu artigo. Quase caí da cadeira devido ao susto quando ví meu nome. Muito obrigado!

Seu artigo está excelente! Bastante informação. O patrão Vicente não reclama do texto longo. Ou será que reclama? (necessita tradução? – por isso a reclamação do Vicente?)

Estou confiante com o time da JUVE. Do meio para frente veio bastante “matéria cinza” Hahaha.
Com as bobeadas da Inter e Milan, a Juve será forte e voltará ao topo.

AVANTE JUVE!

valeu Carmine !!
Infelizmente não será esta temporada que a Societá Sportiva Lazio brigará pelo Scudetto.
Mauro Zarate é uma grande descoberta, mas não é suficiente.
Siviglia já é velho, precisa-se de um zagueiro com Z maiúsculo.
O nostro treinador é mais uma aposta tambem.
Vai ficar muito difícil. Mas fica aqui os parabens pelo 6o. título da Coppa Italia.
Forte abraço Carmine

Gostaria de saber como anda o meu Parma tbm, que esse ano conseguiu voltar pra Serie A

Abraços

Como Juventino não acreditava que só a chegada de Diego daria consistência p. a esquadra brigar pelo título.

Agora.. com a chegada principalmente de Grosso, Rossi e D’Agostino e a possivel saida de Ibra e a certa saida de Kaka.. brigamos pelo título..

Forza Juve !

Os comentários estão desativados.