Categorias
Direto da Fonte

Luxemburgo fala do resultado sobre o Vitória


Crédito: Fabio Menotti

O técnico Vanderlei Luxemburgo abriu a entrevista coletiva após o
jogo contra o Vitória elogiando o papel da torcida palmeirense na
vitória de 2×1 sobre o Vitória, neste domingo, no estádio Palestra
Itália.

“A torcida do Palmeiras é isso o que vimos hoje [domingo]. Foi uma
participação importantíssima, pois levaram apoio mesmo quando
sofremos o gol. As cobranças no intervalo ou em alguma jogada ou
outra são normais. Mas quando o estádio inteiro empurra e incentiva,
os jogadores se sentem mais superiores”, afirmou o treinador, que
falou de sua relação com os torcedores.

“Eu tenho o maior respeito pela torcida do Palmeiras. Na verdade, eu
tenho uma história muito bonita nesse clube. E às vezes por isso
fico chateado e triste com críticas direcionadas. Não acho justo,
pois tudo o que eu fiz pelo clube também merecia ser levado em
consideração. Eu me acostumo com as críticas, desde que elas sejam
conscientes.”

Quando perguntado sobre as vaias que o atacante Keirrison recebeu
quando foi substituído, Luxemburgo afirmou que o artilheiro
palmeirense na temporada terá que se acostumar.

“Eu já comandei o Palmeiras em mais de 360 jogos e sei o que é isso.
Para jogar no Palmeiras, é preciso ter personalidade. O jogador que
vestir essa camisa vai ter que se acostumar com tudo. Não posso
ficar passando a mão na cabeça do Keirrison, pois ele tem de saber
lidar com isso. Ele é um garoto que está começando e vai encarar
essa pressão com naturalidade.”

Por outro lado, Luxemburgo deixou claro que as glórias conquistadas
pelo clube também trazem um sabor especial.

“Ao mesmo tempo que a cobrança vem forte e deve ser encarada de
cabeça erguida, as conquistas são muito mais prazerosas. Ser campeão
e conquistar as coisas pelo Palmeiras tem um gosto, um sabor pra lá
de especial. E isso eu digo sempre para os meus atletas. Tudo tem
seu preço.”