Categorias
Direto da Fonte

Luxemburgo: “Não pode avaliar só pelos 90 minutos”

Apesar da vitória e de ver a equipe saltar na classificação do
Campeonato Brasileiro, o técnico Vanderlei Luxemburgo afirmou na
manhã desta quinta-feira que a atuação foi bem aquém do desejado.
Mesmo assim, ele acredita que as últimas apresentações merecem ser
levadas em consideração.

“Só se eu fosse ‘louco’ para afirmar que jogamos bem. Mas dentro do
nível da competição e daquilo que as outras equipes estão
apresentando, o nosso rendimento tem sido satisfatório”, disse.

“Só não pode achar que está tudo uma droga. Contra o São Paulo, o
Nacional e o Barueri, fizemos bons jogos e poderíamos ter vencido.
Não vencemos por alguns detalhes, e mesmo assim vi alguns
comentários maldosos, como se nada prestasse. Não pode avaliar só
pelos 90 minutos, mas sim como um todo”, explicou o treinador.

De acordo com Luxemburgo, a partir das próximas rodadas o Verdão
deve apresentar um futebol mais aceitável, já que o elenco tem
absorvido a forma de jogar, independente do esquema.

“Já estamos criando uma forma de jogar, seja com dois ou três
zagueiros. Os jogadores estão entendendo o que eu quero em campo e
compreendido o que é necessário fazer quando atuamos de uma forma ou
de outra. Isso é o mais importante.”

O comandante palmeirense voltou a destacar que o time ainda é jovem,
e o amadurecimento vai vir com o tempo. “Temos atletas que estão
começando agora e passando a entender aquilo que pedimos dentro e
fora de campo.”

O treinador não adiantou com qual equipe vai entrar em campo diante
do Cruzeiro, mas confirmou força máxima e disse que a formação deve
ser a mesma também para a partida diante do Nacional, pela
Libertadores.

“Estou analisando algumas situações, ainda tenho mais dois coletivos
para realizar. Mas o time que enfrentar o Cruzeiro deverá ser
praticamente o mesmo do jogo contra o Nacional. Vamos fortes para as
duas partidas.”

7 respostas em “Luxemburgo: “Não pode avaliar só pelos 90 minutos””

Vamos acreditar João sera uma semana decisiva e temos que vencer de qualquer maneira espero que o elenco encontre o bom futebol que perdeu no começo da temporada

Rogério, o Colo-Colo foi na 1º fase, eu citei o 1º jogo contra o Sport pelas oitavas da libertadores no Palestra Itália, 1×0, gol de Ortigoza. O último jogo desta temporada que apresentamos bom futebol. Espero que contra o Cruzeiro no domingo o time comece a jogar bola de novo.

Só não podemos reclamar do esforço do elenco: nenhum jogador do Palmeiras encosta o corpo. Falta sim o Sr. VL dar padrão ao grupo e parar de inventar nas alterações e escalações iniciais.

Discordo João contra o Colo-Colo lá no chile o Verdão jogou ate bem o K9 meteu duas bolas na trave na primeira etapa e fomos superiores ao Colo-Colo e acredito que contra o Nacional vamos passar tambem.

Vamos arrumar a casa Sr. Luxa, desde o jogo contra o Sport, partida de ida das oitavas na libertadores, que não apresentamos futebol convincente. A torcida sempre apoiará durante os jogos, mas, depois deles vai reclamar das eventuais cagadas que o Sr. fizer.

“Não pode avaliar só pelos 90 minutos”
Concordo com a frase. E é por isso mesmo que o Luxemburgo anda sendo tão contestado. Porque errar nos 90 minutos é aceitável até certo ponto, afinal errar é humano. O problema são as cagadas do nosso professor antes e depois da bola rolar. Declarações polêmicas culpando a tudo e a todos, se esquecendo que ele também faz parte do “projeto”, desmotivação do elenco justamente por causa dessas declarações, insistência em escalar sempre os “seus” jogadores, sem falar que ele é parte fundamental do tão falado planejamento.
Mas não tem problema, vamos apoiar a todos, inclusive o professor, pois faltam só cinco jogos para ganharmos a América.
oooooooo… vamo ganhar Porcôôô…

Vamos valorizar o nosso elenco que acredito dara a resposta dentro de campo

Os comentários estão desativados.