Categorias
Futebol com Números

Os clubes que REALMENTE faturam com o futebol – 3

Por Luís Fernando Tredinnick

Divulgação autorizada mediante explícita
citação do autor e do blog Terceira Via Verdão

Na semana passada vimos o abismo que separa os clubes europeus, em termos de receitas, dos clubes brasileiros. 

 

Um dos aprendizados que podemos tirar dos clubes europeus é que eles foram capazes de aumentar as suas receitas independente do crescimento da economia.  Na temporada 2007/08 os 20 clubes de maior receita faturaram juntos a módica quantia de 3,9 Bilhões de Euros.  Na temporada 2003/04 eles faturaram “apenas” 3 Bilhões de Euros e, no distante 1996/07 a receita total era de 1,2 Bilhão de Euros.  Nada mal, não é?

 

A EVOLUÇÃO DAS RECEITAS VS A EVOLUÇÃO DAS ECONOMIAS

 

No relatório da Delloitte existe um gráfico muito interessante, que compara a evolução das receitas versus a evolução das economias dos 5 principais países do futebol: Alemanha, Reino Unido, França, Itália e Espanha.

           

O gráfico acima diz simplesmente o seguinte: de 1997 para 2008, as economias dos cinco países cresceram 52% (152/100), enquanto as receitas dos 20 clubes cresceram 214% (314/100). 

 

Ainda que a análise não desconte a inflação, a mensagem é a mesma: os clubes souberam crescer suas receitas MUITO ACIMA do crescimento da economia.  Lembrem-se, da temporada 1996/97 para a 2007/08 os clubes aumentaram as receitas em “APENAS” 2,7 Bilhões de Euros!!!! Na média, cada um dos 20 clubes aumentou as receitas em 135 milhões de Euros!!!!!

 

ENQUANTO ISSO, NO BRASIL…

 

O que os europeus mostraram é que é possível crescer a receita dos clubes, independente do estado de nossa economia.

 

Acredito que podemos (e devemos) rapidamente expandir as receitas do Palmeiras, porém não será na velocidade que vimos ocorrer na Europa.

 

Vamos discutir em maiores detalhes porque não conseguiremos fazer isso, mas a resposta é basicamente uma só: os direitos de televisão.

 

Saudações AlviVerdes

 

*Luís Fernando Tredinnick escreve todas as sextas-feiras no 3VV, explicando a quem
conhece e também a quem não conhece os números no futebol.

8 respostas em “Os clubes que REALMENTE faturam com o futebol – 3”

Galera,

A verdade é que a situação do Palmeiras melhorou muito, mas ainda precisa melhorar mais.

Se é verdade que temos muito o que melhorar em termos de organização e marketing, a situação financeira não é tão diferente assim.

Só para vocês terem uma idéia, dos 20 clubes da Liga Inglesa, apenas 4 tiveram lucro na temporada passada…. e quase todos têm dívidas muito grandes…. assim como o Real Madrid, que fatura 360 milhões e tem dívidas da ordem de 450 milhões de Euros…

Então, Cunio, antes de cortar os pulsos, fique sabendo que em termos de dívidas, o Palmeiras está muito melhor do que a maioria dos clubes Europeus….

Mas aguarde, que eu ainda vou escrever muito sobre isso.

Kaleb, sinto te decepcionar, mas o esquema lá é arrecar mais para gastar mais, sem necessariamente passar pelo lucro.

Dieogo, a responsabilidade de vender os direitos de tv para outros países é do clube dos 13…. nem vou comentar…. a verdade é que o clube melhor administrado do país, o Internacional, mostrou que há um caminho.

Saudações AlviVerdes

Empresa, isso que o futebol europeu vê !
Empresas que precisão lucrar pra poder comprar os melhores e ganhar mais !!

Isso envolve gestão de marketing que está engatinhando aqui no Brasil, mais que com a Copa de 2014 vai ter um Boom no ramo de markting !!

Se alguem sober de umas vagas é só falar, to procurando no ramo !!

Infelizmente os sulamericanos não sabem fazer marketing de suas competições. Sinceramente, assisto aos torneios da Europa e não vejo nada muito superior do que vejo no Brasil. Os jogadores que são tão badalados, nem são lá aquelas coisas. O futebol de grandes craques finalizou-se em meados dos anos 90, alguns ainda jogam, em fim de carreira, mas a grande maioria parou de jogar. O que resta? Marketing, fazer com que as pessoas acreditem que determinado produto é bom, coisas que não sabemos fazer por aqui. Como vamos cobrar mais de 18 milhoes de reais anuais por um patrocinio no peito, se o campeonato nacional não é transmitido em lugar algum?? A CBF está pouco se lixando para o campeonato brasileiro, o produto de marketing deles é a Seleção.
Infelizmente, acho que eu, só no fim da vida posso ver uma mudança nessas estratégias… quando tivermos uma mudança geral na administração do nosso futebol.

Luís, a cada etapa deste seu artigo aumenta minha vontade de rir e chorar ao mesmo tempo. Estamos tão estratosfericamente distantes do futebol europeu que, nem se considerássemos as coisas de forma proporcional em termos de valores, poderíamos nos equiparar em competência, organização e resultados. Nós temos CBF, Rede Globo, Nike e Conmebol. Estes são nossos mandatários. Gente da pior espécie, que está c… e a… para nós torcedores, para os clubes, para o futebol. Imagine um clube como o Flamengo: a maior torcida do continente, um clube campeão de tudo, famoso no mundo todo e… SIMPLESMENTE FALIDO, quebrado e com todos os seus bens penhorados. Não paga salários, contrata jogadores sabe-se lá como e ainda tem patrocínio estatal. Desculpe-me a franqueza, Luís, mas SÓ NO BRASIL coisas ABSURDAS como essa existem.

Concerteza o titulo do ano passado nosso clube faturou e foi o clube que mais faturou no ano, titulos ajudam e muito nas finanças do clube, vamos buscar a Libertadores e o Brasileirão

Isso mostra que não é uma questão individual, ou seja, de cada clube. E sim um belo modelo macro elaborado pela UEFA e Confederações locais.

– Calendários bem elaborados.
– Respeito ao torcedor.
– e assim vai…..

A questão é que a CONMEBOL, CBF e Confederações locais sulamericanas são pacatas (para moderar no adjetivo).

la ate em crise os caras crescem…

o manchester anunciou o maior contrato de patrocino da historia essa semana..

enqnto aki o fluminense luta para pagar os salarios de abril.. sim abril..

abracos

Sinceramente, acho que desde que o Belluzzo passou a participar da administração do Verdão, ainda como diretor, as receitas deram uma bela melhorada. E espero que continuem subindo. Pena que o início da gestão do Della Monica, na parte financeira, tenha sido tão desastrosa, senão o clube teria um poder de investimento no futebol bem melhor.

Os comentários estão desativados.